Clube a clube, este é o Guia Trivela da Premier League 2020/21

Informações e análises dos 20 clubes que participam do Campeonato Inglês, com ficha técnica e qualidade Trivela

A nova temporada da Premier League está preste a começar e é até difícil chamá-la de nova. Pelo pouco tempo desde o fim da anterior, parece mais uma continuação. Nenhum clube trocou de treinador e, com o fim da janela para o começo de outubro, poucas contratações foram feitas. Por enquanto, temos basicamente os mesmos times com os mesmos jogadores que disputaram as últimas dez partidas, sem torcida, após a paralisação.

[foo_related_posts]

Pelo menos no começo, as arquibancadas continuarão vazias para o campeonato em que o Liverpool buscará seu 20º inglês, provavelmente em outra disputa com o Manchester City, com o Chelsea e o Manchester United chegando com força para completar o top 4. Arsenal e Tottenham estão em início de ciclos, e o segundo patamar aparece animado com a continuidade dos projetos de Wolverhampton e Leicester, e do novo time do Everton sendo montado por Carlo Ancelotti.

O Newcastle terá que lidar com a frustração de não ter conseguido se livrar de Mike Ashley, o West Ham, surpresa, surpresa, conseguiu arrumar uma crise antes mesmo de a bola rolar, e o Sheffield United quer continuar a surpreender. O Fulham aprendeu com os erros do passado para tentar não ser rebaixado, o que será o principal desafio do West Brom de Slaven Bilic.

Como a janela de transferências desta vez não fechou antes da primeira rodada, algumas das avaliações a seguir podem ser anuladas por algum grande reforço ou pelo suprimento de algumas necessidades apontadas. Mas até pelas condições financeiras apertadas pela conjuntura atual, dificilmente alguém mudará de patamar por meio do mercado nas próximas semanas. A menos que contrate o Messi, e olha que, por pouco, isso não foi mais do que uma hipérbole.

Confira os textos de cada um  dos 20 times da Premier League: 

Arsenal: Para ir além de apenas bons sinais

Aston Villa: Contratar menos e melhor (e manter Grealish)

Brighton: Tentando entrar no top 10, mas pouco a pouco

Burnley: O horror de apenas existir

Chelsea: Subiu o sarrafo

Crystal Palace: Eu quero ver gol. Por favor

Everton: Será um sonho?

Fulham: Desfazendo o Fulham

Leeds: O Rei do Norte

Leicester: O médico e o monstro

Liverpool: Até onde dá para esticar a corda?

Manchester City: As reformas de Guardiola

Manchester United: Uma série de questões

Newcastle: A realidade contra-ataca

Sheffield United: Que a meia-noite nunca chegue

Southampton: Um homem com um plano – e um livro

Tottenham: O caminho de volta ao cume

West Brom: Como evitar mais um bate e volta?

West Ham: Eternamente em crise

Wolverhampton: De onde tirar mais?