Copa América 2024

Vini Jr? Brasil estreia na Copa América com outro jogador como protagonista

Jogador do Real Madrid é o artilheiro da Seleção pós-Copa de 2022... E não estamos falando de Vini

Será no imponente SoFi Stadium, em Inglewood, na Califórnia, que a seleção brasileira inicia sua trajetória na Copa América. O Brasil estreia no Grupo D nesta segunda-feira (24), às 22h (horário de Brasília), contra a Costa Rica com os holofotes sobre Vinicius Júnior.

Grande nome do futebol brasileiro — e mundial, por que não? — da atualidade, o atacante chega à competição para confirmar que é o merecedor da Bola de Ouro nesta temporada. O gol decisivo na final da Champions League e o protagonismo no título da La Liga pelo Real Madrid, aliás, falam por si só.

Mas a verdade seja dita: quando o assunto é a seleção brasileira, o protagonista tem sido outro. Enquanto Vinicius não consegue ser o mesmo vestindo verde e amarelo, o seu companheiro merengue Rodrygo desponta para comandar o Brasil dentro de campo.

Rodrygo não veste a 10 à toa

Para a Copa América, o Raio herdou a camisa 10 da Seleção de Neymar, lesionado. O desempenho em campo comprova que o jovem de 23 anos merece vestir um número tão lendário. Pois coube a um atacante ainda garoto assumir a responsabilidade de ser o principal jogador do Brasil desde a Copa do Mundo de 2022.

Rodrygo é o artilheiro da seleção brasileira no pós-Copa, com cinco gols marcados em 11 jogos. Foi dele, aliás, o gol do empate em 1 a 1 com os Estados Unidos, no último teste antes da Copa América.

Artilharia da Seleção após a Copa

  • Rodrygo — 5
  • Endrick — 3
  • Neymar — 2
  • Marquinhos — 2
  • Gabriel Martinelli — 2
  • Lucas Paquetá — 2
  • Andreas Pereira — 1
  • Raphinha — 1
  • Joelinton — 1
  • Éder Militão — 1
  • Vinicius Júnior — 1
  • Casemiro — 1
  • Gabriel Magalhães — 1
Rodrygo é o grande protagonista da Seleção desde a Copa de 2022 (Foto: IconSport)

Dorival dá ainda mais protagonismo a Rodrygo

O próprio atacante já afirmou em uma entrevista ainda sob o comando de Fernando Diniz, no ano passado, que se sente pronto para assumir responsabilidades maiores na Seleção e no Real Madrid. O protagonismo vem desde 2023 e foi potencializado por Dorival Júnior.

O atual treinador escala Seleção com Rodrygo como uma referência móvel no ataque. Mais perto do gol, o atacante tem liberdade total de movimentação e usa a mobilidade para trocar de posição com Vini Jr e aparecer como arma tanto pelo meio quanto pela esquerda. Foi assim, por exemplo, que saiu o gol contra os Estados Unidos.

— Aos poucos, eles vão encontrando cada um dentro das suas características. O Rodrygo vem evoluindo a cada momento. Quanto mais ele participar, mais será importante à nossa equipe. Quanto mais ele estiver com a bola nos pés, as possibilidades se ampliam, inclusive com as finalizações que ele vem tendo com a camisa da Seleção e do Real — afirma Dorival Júnior.

Os jogos do Brasil na Copa América

  • Brasil x Costa Rica — segunda-feira, 24 de junho, às 22h (horário de Brasília) — Los Angeles
  • Brasil x Paraguai — sexta-feira, 28 de junho, às 22h (horário de Brasília) — Las Vegas
  • Brasil x Colômbia — terça-feira, 2 de julho, às 22h (horário de Brasília) — Santa Clara
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo