Copa América 2024

Maiores campeões da Copa América: veja a lista de títulos

Argentina e Uruguai dividem liderança com 15 taças cada, enquanto Brasil tem seis a menos

A Copa América é sinônimo de tradição e merece ser valorizada. Fundada em 1916 e com mais de 100 anos de história, a competição é primeira entre seleções na história do futebol. Confira, edição a edição, todos os países que levantaram o torneio sul-americano.

Em 2024, o torneio será disputado nos Estados Unidos entre 20 de junho e 14 de junho. Além das 10 seleções da Conmebol e o país-sede, a Copa América contará com outros cinco países da Concacaf. Nesse ano, um título pode significar para Argentina ou Uruguai a consolidação como maior campeão sul-americano.

Os maiores campeões da Copa América

País Títulos Edições conquistadas
Argentina 15 1921, 1925, 1927, 1929, 1937, 1941, 1945, 1946, 1947, 1955, 1957, 1959, 1991, 1993, 2021
Uruguai 15 1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959, 1967, 1983, 1987, 1995, 2011
Brasil 9 1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004, 2007, 2019
Chile 2 2015, 2016
Paraguai 2 1953, 1979
Peru 2 1939, 1975
Bolívia 1 1963
Colômbia 1 2001

Brasil: 9 vezes campeão da Copa América

Terceiro maior vencedor da competição sul-americana, o Brasil demorou apenas três edições para garantir sua primeira taça, em 1919, ainda antes da Argentina.

Foi o primeiro grande título da Amarelinha antes das cinco Copas do Mundo e dos dois ouros olímpicos. Na ocasião, contou com o brilho daquele que foi o grande craque da era pré-profissionalização: Arthur “El Tigre” Friedenreich, autor de quatro gols. Ele também iria liderar o selecionado brasileiro no bi de 1922.

Após esses dois primeiros títulos, a Seleção Brasileira viu o protagonismo continental ficar apenas nas mãos de Uruguai ou Argentina. Passou 27 anos sem vencer a competição, entre 1922 até 1949, quando foi sede da competição e a conquistou.

A partir disso, viveu o maior jejum sem a taça da Copa América, de quatro décadas, quebrado apenas em 1989, disputada em casa novamente. Nesta edição, a dupla Romário e Bebeto brilhou e levou o Brasil ao título, os mesmos responsáveis por quebrar o tabu de 24 anos sem Copa em 1994.

Nesse recorte pós-1989, o país verde e amarelo é o maior campeão e passou a dominar completamente o cenário doméstico. Entre 1997 e 2007, conquistou cinco das seis edições disputadas.

Passou por um breve intervalo de 12 anos sem levantar a taça e voltou a conquistá-la em 2019, novamente jogada no Brasil, sob comando de Tite.

Última campeã da Copa América: Argentina

O Brasil só não pode se gabar de ter vencido todas as edições em casa pela edição de 2021, em meio à pandemia da Covid-19.

A Argentina faria história no Maracanã: com gol solitário de Ángel Di María, bateu a maior rival e quebrou um tabu de 28 anos sem conquistar um campeonato sequer.

Lionel Messi, em uma final irreconhecível, fez boa campanha e levantou a primeira taça com seu país. Tudo isso tirou um peso das costas, deu confiança e abriu o caminho para o selecionado treinado por Lionel Scaloni conquistar o mundo no ano seguinte, com o camisa 10 absolutamente decisivo.

Lionel Messi e Argentina exorcizaram fantasma em 2021 no Maracanã (Foto: Icon Sport)

Argentina e Uruguai: as seleções com mais títulos

Argentina

Além de ser a atual e maior campeã, a Argentina também é quem mais terminou vice (13 vezes).

Pela regularidade, é a grande equipe da história da Copa América, sem dúvida. Ironicamente, penou para vencer sua primeira edição, consumada após três segundos lugar, em 1921, disputada em Buenos Aires, sob brilho de Julio Libonatti, quem se tornaria o primeiro jogador sul-americano a se transferir para a Itália, no caso o Torino, defendendo posteriormente a Azurra.

Os títulos argentinos iriam se empilhando após 1921. Veio outro em 25, o primeiro bi nas disputas de 27 e 29, igualando o feito do Uruguai (bi em 16-17 e 23-24), e a história feita entre 1945 e 1947, até hoje o único tricampeonato consecutivo da história.

O grande craque dessa Argentina histórica era o meia Norberto Méndez, chamado de Tucho, até hoje o maior artilheiro da competição ao lado de Zizinho, ambos com 17.

Além dos 28 anos de jejum quebrados recentemente, os Hermanos viveram um grande tabu na Copa América entre 1959 e 1991, quando voltou a levar a competição após 32 anos e ainda levou o bi em 1993, com boa participação do histórico Gabriel Batistuta.

Uruguai

Como a Argentina, o Uruguai é muito regular na Copa América, um contraste absurdo de suas participações na Copa do Mundo – não alcança uma final desde 1950.

Desde a fundação do torneio sul-americano, só não foi campeão nas décadas de 1970, 2000 e agora 2020. No restante, sempre esteve levantando taças.

A mais recente veio em 2011, na casa da rival do Rio da Prata, encerrando um tabu de 16 anos.

Esse título corou a geração que havia ficado em quarto na Copa do Mundo um ano antes, tendo no elenco jogadores como Luis Suárez, Diego Godín, Lugano, Forlán, Cavani e outros, comandados pelo maestro Óscar Tabárez.

Algumas das conquistas mais marcantes da Celeste Olímpica rementem a decisões com o Brasil, como uma forma de reviver o Maracanazo de 1950.

Em 1983, quando o torneio foi disputado sem sede fixa, em jogos de ida e volta, a Seleção Brasileira perdeu a taça em plena Fonte Nova com o empate em 1 a 1 – tinha perdido a ida por dois a zero.

Em 1995, disputada no Uruguai, novamente os Charrúas se deram bem, dessa vez nos pênaltis.

Todos os campeões da Copa América por edição

Foram 47 edições diferentes, oito campeões distintos, muitas histórias e craques que marcaram época marcando muitos gols (veja a lista de maiores artilheiros da competição).

Vale citar a Copa América passou a receber convidados de outras confederações a partir de 1993, mas, apesar disso, nunca uma seleção de fora da América do Sul venceu o torneio. Entre as filiadas à Conmebol, apenas Equador e Venezuela nunca foram campeãs.

  • Uruguai – 1916
  • Uruguai – 1917
  • Brasil – 1919
  • Uruguai – 1920
  • Argentina – 1921
  • Brasil – 1922
  • Uruguai – 1923
  • Uruguai – 1924
  • Argentina – 1925
  • Uruguai – 1926
  • Argentina – 1927
  • Argentina – 1929
  • Uruguai – 1935
  • Argentina – 1937
  • Peru – 1939
  • Uruguai – 1942
  • Argentina – 1941
  • Argentina – 1945
  • Argentina – 1946
  • Argentina – 1947
  • Brasil – 1949
  • Uruguai – 1956
  • Argentina – 1955
  • Argentina – 1957
  • Uruguai – 1959*
  • Argentina – 1959*
  • Bolívia – 1963
  • Uruguai – 1967
  • Paraguai – 1953
  • Peru – 1975**
  • Paraguai – 1979
  • Uruguai – 1983
  • Uruguai – 1987
  • Brasil – 1989
  • Argentina – 1991
  • Argentina – 1993
  • Uruguai – 1995
  • Brasil – 1997
  • Brasil – 1999
  • Colômbia – 2001
  • Brasil – 2004
  • Brasil – 2007
  • Uruguai – 2011
  • Chile – 2015
  • Chile – 2016
  • Brasil – 2019
  • Argentina – 2021

*Em 1959 aconteceram dois campeonatos, um vencido pela Argentina, em casa, e outro no Equador, conquistado pelo Uruguai.

** Primeira edição chamada Copa América. Nome anterior era Campeonato Sul-Americano de Futebol.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo