Copa América 2024

Sede da Copa América 2024: conheça os estádios da competição

Torneio será realizado em 13 cidades dos Estados Unidos, com jogos em 14 estádios diferentes

No final de 2023, a Conmebol anunciou as sedes da Copa América 2024, que será realizada nos Estados Unidos, entre os dias 20 de junho e 14 de julho. As partidas ocorrerão em 14 estádios diferentes, de 13 cidades espalhadas por todo o território norte-americano.

Para esquentar e entrar no clima da Copa América 2024, A Trivela te apresenta cada um dos estádios e suas peculiaridades.

Qual o país-sede da Copa América 2024?

Pela segunda vez na história, os Estados Unidos serão a sede do torneio. A escolha dos EUA como país anfitrião faz parte de um plano conjunto da Conmebol e da Concacaf, que visa promover o futebol nas Américas Central e do Norte.

Outro fator determinante para a escolha foi a infraestrutura esportiva de excelente qualidade.

A entrada de seis países convidados na Copa América 2024 é mais um desdobramento da parceria firmada entre as duas confederações. Além dos EUA, México, Canadá, Jamaica, Costa Rica e Panamá também disputarão a edição deste ano. Veja os grupos da competição

Cidades-sede e estádios da Copa América nos EUA

Estádio Capacidade Cidade
Allegiant Stadium 65 mil Las Vegas
Mercedes-Benz Stadium 71 mil Atlanta
Hard Rock Stadium 65,3 mil Miami
AT&T Stadium 80 mil Arlington
GEHA Field at Arrowhead Stadium 76,4 mil Kansas City
Q2 Stadium 20,7 mil Austin
Bank of America Stadium 74,5 mil Charlotte
MetLife Stadium 82,5 mil New Jersey
State Farm Stadium 63,4 mil Glendale
NRG Stadium 72,2 mil Houston
SoFi Stadium 70 mil Inglewood
Children’s Mercy Park 18,5 mil Kansas City
Inter&Co Stadium 25,5 mil Orlando
Levi’s Stadium 68,5 mil Santa Clara

Conheça os estádios da Copa América 2024

A abertura da Copa América será realizada no Mercedes-Benz Stadium, em Atlanta, enquanto o Hard Rock Stadium, em Miami, será o palco da final

Allegiant Stadium

Allegiant Stadium, em Las Vegas (Foto: Icon Sport)
  • Pertence ao Las Vegas Raiders, da NFL
  • Inaugurado em 2020
  • Jogos: Equador x Jamaica (26/06), Paraguai x Brasil (28/06) e quartas de final (06/07)

Casa do Las Vegas Raiders, da NFL, o Allegiant Stadium possui 44 escadas rolantes e mais de 2.300 televisores. Para sua construção, foram utilizadas 28 mil toneladas de aço estrutural. Em fevereiro deste ano, recebeu o Super Bowl pela primeira vez em sua história. Na ocasião, o Kansas City Chiefs derrotou o San Francisco 49ers.

Mercedes-Benz Stadium

Mercedes-Benz Stadium, em Atlanta (Foto: Icon Sport)
  • Casa do Atlanta United, da MLS, e Atlanta Falcons, da NFL
  • Inaugurado em 2017
  • Jogos: Argentina x Canadá (20/06) e Panamá x Estados Unidos (27/06)

Estádio altamente moderno e ecológico. O primeiro dos Estados Unidos a receber certificação LEED Platinum, o maior reconhecimento às práticas de construção sustentável. Possui teto retrátil e painéis solares. Em 2019, o New England Patriots superou o Los Angeles Rams no Mercedes-Benz, pelo Super Bowl LIII.

Hard Rock Stadium

Hard Rock Stadium, em Miami (Foto: Icon Sport)
  • Pertence ao Miami Dolphins, da NFL
  • Inaugurado em 1987
  • Jogos: Uruguai x Panamá (23/06), Argentina x Peru (29/06) e final da Copa América

Casa do Miami Dolphins, o Hard Rock Stadium foi sede do Super Bowl em seis edições: 1989, 1995, 1999, 2007, 2010 e 2020. Além do futebol americano, o estádio é sede do Miami Masters 1000, competição de tênis e, desde 2022, é o centro do Grande Prêmio de Miami, da Fórmula 1.

Palco da final da Copa América 2024, o Hard Rock também fará parte da Copa do Mundo 2026: receberá quatro jogos da fase de grupos, um das oitavas de final, um das quartas de final e a disputa de terceiro lugar.

AT&T Stadium

AT&T Stadium, em Arlington (Foto: Icon Sport)
  • Pertence ao Dallas Cowboys, da NFL
  • Inaugurado em 2009
  • Jogos: Peru x Chile (21/06), Estados Unidos x Bolívia (23/06) e quartas de final (06/07)

O AT&T Stadium custou 1,3 bilhão de dólares para ser construído, o que o torna um dos estádios mais caros do mundo. Casa do Dallas Cowboys, time mais tradicional da NFL, o estádio chama atenção por sua modernidade e imponência. Já recebeu Super Bowl, shows icônicos, um All-Star Game da NBA com recorde de público, WrestleMania (maior evento de Wrestling do mundo), entre outros.

GEHA Field at Arrowhead Stadium

Arrowhead Stadium, em Kansas City (Foto: Icon Sport)
  • Pertence ao Kansas City Chiefs, da NFL
  • Inaugurado em 1972
  • Jogos: Estados Unidos x Uruguai (01/07)

Com mais de meio século de história, o GEHA Field at Arrowhead Stadium já passou por cinco obras significativas, a última delas em 2010. O estádio está no Guinness Book com o ‘título’ de mais barulhento do mundo. O último recorde foi de 142,2 decibéis, estabelecido no jogo entre Kansas City Chiefs x New England Patriots, em 2014.

Q2 Stadium

Q2 Stadium, em Austin (Foto: Icon Sport)
  • Pertence ao Austin FC, da MLS
  • Inaugurado em 2021
  • Jogos: Jamaica x Venezuela (30/06) e Costa Rica x Paraguai (02/07)

Diferente das outras arenas americanas, o Q2 é um exemplo de estádio modernos construídos exclusivamente para um clube de futebol, no caso o Austin FC. É conhecido como a casa da seleção dos Estados Unidos no Texas, tanto a masculina como a feminina.

Bank of America Stadium

Bank of America Stadium, em Charlotte (Foto: Icon Sport)
  • Casa do Carolina Panthers, da NFL, e do Charlotte FC, da MLS
  • Inaugurado em 1996
  • Jogos: semifinal (10/07) e disputa de terceiro lugar (13/07)

Um dos maiores estádios desta edição da Copa América. O Bank of America Stadium já recebeu shows de grandes astros da música, como Michael Jackson e Beyoncé. Uma curiosidade sobre o local é que ele conta com seis estátuas de panteras distribuídas entre as entradas — uma clara alusão ao Carolina Panthers.

MetLife Stadium

MetLife Stadium, em New Jersey (Foto: Icon Sport)
  • Casa do New York Giants e New York Jets, ambos da NFL
  • Inaugurado em 2010
  • Jogos: Chile x Argentina (25/06), Uruguai x Bolívia (27/06) e semifinal (09/07)

Com capacidade para 82,5 mil espectadores, o MetLife Stadium é um dos estádios mais conhecidos dos Estados Unidos. Palco de duas edições da Wrestlemania (2013 e 2019) e uma do Super Bowl (2014), o local é dividido por Giants e Jets na NFL. Além da Copa América, o MetLife será uma das arenas mais utilizadas na Copa do Mundo de 2026 — escalada, inclusive, para receber a finalíssima do torneio.

State Farm Stadium

State Farm Stadium, em Glendale (Foto: Icon Sport)
  • Pertence ao Arizona Cardinals
  • Inaugurado em 2006
  • Jogos: Colômbia x Costa Rica (28/06), México x Equador (30/06) e quartas de final (06/07)

Palco de três edições de Super Bowl (2008, 2015 e 2023), o State Farm Stadium recebe uma média de 200 eventos por ano. O local possui teto retrátil e uma grama que pode ser retirada em cerca de 70 minutos. Além da Copa América, receberá ainda em 2024 os Rolling Stones e o Monster Jam — tradicional corrida de Monster Truck.

NRG Stadium

NRG Stadium, em Houston (Foto: Icon Sport)
  • Pertence ao Houston Texans, da NFL
  • Inaugurado em 2002
  • Jogos: México x Jamaica (22/06), Colômbia x Paraguai (24/06) e quartas de final (04/07)

Luxuoso, o NRG Stadium possui teto retrátil e 196 suítes. O estádio costuma ser utilizado para o histórico Festival de Rodeio de Houston, que acontece desde 1931. Já foi palco de Wrestlemania (2009) e Super Bowl (2017), e será uma das sedes da Copa do Mundo de 2026.

SoFi Stadium

SoFi Stadium, em Inglewood (Foto: Icon Sport)
  • Casa do Los Angeles Rams e do Los Angeles Chargers, ambos da NFL
  • Inaugurado em 2020
  • Jogos: Brasil x Costa Rica (24/06) e Venezuela x México (26/06)

Eis a arena esportiva mais cara do planeta. Com um custo de 5,5 bilhões de dólares, o SoFi Stadium é sinônimo de modernidade e luxo. Toda a obra foi financiada pelo empresário Stan Kroenke, proprietário da Kroenke Sports & Entertainment, que administra um grupo de times: Rams, Arsenal, Denver Nuggets (NBA), Colorado Avalanche (NHL), Colorado Rapids (MLS), entre outros.

Children’s Mercy Park

Children’s Mercy Park, em Kansas City (Foto: Icon Sport)
  • Pertence ao Sporting Kansas City, da MLS
  • Inaugurado em 2011
  • Jogos: Peru x Canadá (25/06)

Menor estádio da Copa América 2024, o Children’s Mercy Park, apesar de acanhado, não deixa a desejar quando o assunto é conforto. O complexo de camarotes da arena, conhecido como Suíte Argyle, conta com janelas retráteis, que criam um ambiente ao ar livre e costumam impressionar os convidados. Tapete de pelúcia italiano, móveis de lounge, bar privativo de granito com vista privilegiada para o campo. Sofisticação é o que não falta.

Inter&Co Stadium

Inter&Co Stadium, em Orlando (Foto: Divulgação)
  • Pertence ao Orlando City, da MLS
  • Inaugurado em 2017
  • Jogos: Canadá x Chile (29/06), Bolívia x Panamá (01/07)

Localizado em uma das melhores regiões de Orlando, o Inter&Co Stadium conta com quase todas as arquibancadas a 100º. O objetivo da construção nesse estilo visava garantir uma melhor experiência aos torcedores que estiverem sentados. A cobertura nos quatro setores, além de proteger contra chuva, amplia os sons emitidos dentro do estádio, contribuindo para atmosfera quente durante os jogos.

Levi’s Stadium

Levi’s Stadium, em Santa Clara (Foto: Divulgação)
  • Pertence ao San Francisco 49ers, da NFL
  • Inaugurado em 2014
  • Jogos: Equador x Venezuela (22/06) e Brasil x Colômbia (02/07)

Telhado verde, painéis solares e irrigação de campo que utiliza água reciclada. Este é o Levi’s Stadium, estádio pujante, tecnológico e altamente ecológico. Casa do famoso San Francisco 49ers, o local, além de NFL, também foi projetado para receber jogos universitários, partidas de futebol nacional e internacional, eventos de motocross, shows de grandes expoentes da música, luta livre, entre outros.

Sede da próxima Copa América: conheça os anfitriões

Os Estados Unidos são os favoritos a receberem também a edição de 2028 da Copa América. A Conmebol não estabeleceu um prazo para bater o martelo e confirmar o país-sede, porém, este é o cenário mais provável no momento.

Vale lembrar que o Equador também está na briga. Em abril, a Federação Equatoriana de Futebol (FEF) apresentou a candidatura para sediar o torneio e aguarda resposta da Conmebol. A documentação foi enviada ao conselho da confederação, em reunião realizada na cidade de Luque, no Paraguai — sede da entidade.

Por que os EUA são os favoritos para sediar a Copa América 2028?

Existe um contrato que determina a organização de duas edições da Copa América nos Estados Unidos. A primeira, como citado, acontecerá neste ano. Caso a avaliação seja positiva, as chances são grandes dos EUA sediarem a segunda em 2028.

Dirigentes da Conmebol e da Concacaf já consideram a edição de 2024 um sucesso, mesmo antes do torneio começar. O motivo? Venda de direitos de transmissão e procura por ingressos bem acima das expectativas.

Estreitar ainda mais as relações entre as duas confederações também é um fator importante para a repetição do país-sede

Países que já foram sede da Copa América

Ano País
1916 Argentina
1917 Uruguai
1919 Brasil
1920 Chile
1921 Argentina
1922 Brasil
1923 Uruguai
1924 Uruguai
1925 Argentina
1926 Chile
1927 Peru
1929 Argentina
1935 Peru
1937 Argentina
1939 Peru
1941 Chile
1942 Uruguai
1945 Chile
1946 Argentina
1947 Equador
1949 Brasil
1953 Peru
1955 Chile
1956 Uruguai
1957 Peru
1959-I Argentina
1959-II Equador
1963 Bolívia
1967 Uruguai
1975 Sem sede fixa
1979 Sem sede fixa
1983 Sem sede fixa
1987 Argentina
1989 Brasil
1991 Chile
1993 Equador
1995 Uruguai
1997 Bolívia
1999 Paraguai
2001 Colômbia
2004 Peru
2007 Venezuela
2011 Argentina
2015 Chile
2016 Estados Unidos
2019 Brasil
2021 Brasil
2024 Estados Unidos

 

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo