Copa América 2024

Nem Alemanha x Espanha, nem Portugal x França: o melhor jogo do dia foi Venezuela x Canadá

Nos pênaltis, seleção canadense supera venezuelanos e carimba passaporte rumo à semifinal da Copa América

O amante do futebol viveu uma sexta-feira (5) dos sonhos. Na Eurocopa, Espanha x Alemanha e Portugal x França protagonizaram jogos incríveis, recheados de reviravoltas e surpresas. Mas por incrível que pareça, o melhor ainda estava por vir.

No AT&T Stadium (em Arlington, no Texas), após empate por 1 a 1 no tempo normal, o Canadá superou a Venezuela nos pênaltis e garantiu vaga na semifinal da Copa América 2024. E que belíssimo jogo tivemos no torneio de seleções mais antigo do mundo!

Corajosa, a talentosa seleção canadense começou melhor e inaugurou o marcador com Shaffelburg. Nas cordas, a Venezuela adiantou suas linhas e pressionou em busca do empate. E ele veio num golaço de Salomón Rondón. De muito longe, o centroavante encobriu o goleiro Crépeau e deixou tudo igual.

Nos pênaltis, ambos os arqueiros brilharam. Venceu quem errou menos. 4 a 3 para a seleção canadense, que mesmo em sua primeira edição de Copa América, faz história ao chegar nas semifinais. 

Canadá à frente das outras sedes da Copa do Mundo de 2026

Alphonso Davies, lateral-esquerdo do Bayern de Munique, é o grande expoente do Canadá. Jonathan David (atacante), Tajon Buchanan (ponta), Stephen Eustáquio (volante), Cyle Larin (atacante). As peças são interessantes e muito bem trabalhadas por Jesse Marsch — técnico da seleção canadense.

Alcançar uma semifinal de Copa América é algo que merece ser comemorado. Mas o Canadá não quer parar por aí. Afinal, em 2026, o país será uma das sedes da Copa do Mundo.

Falando especificamente sobre Mundial, a seleção canadense, neste momento, está à frente de Estados Unidos e México — outras sedes da Copa de 2026.

Na atual edição da Copa América, os norte-americanos perderam dois dos três jogos do Grupo C e sequer avançaram para o mata-mata. Desempenho parecido com o dos mexicanos, que também ficaram de fora das quartas de final.

Seleção canadense perfilada antes de jogo contra a Venezuela
Seleção canadense perfilada antes de jogo contra a Venezuela (Foto: Icon Sport)

Como foi Venezuela x Canadá pela Copa América?

Quem achou que o jogo seria tranquilo para a Venezuela, se enganou por completo. E os primeiros minutos mostraram que a Vinho Tinto teria dificuldade para bater os canadenses. Com bloco médio baixo, a seleção estreante da Copa América 2024 fechou bem os espaços, marcou forte e amarrou os venezuelanos.

Mais do que neutralizar as investidas da Venezuela, o Canadá agredia o adversário. Tanto que aos 12 minutos, Shaffelburg abriu o placar. Em boa jogada individual pelo lado esquerdo, Jonathan David invadiu a área e serviu o camisa 14 que, de primeira, completou para as redes.

O gol mexeu com a configuração em campo. Precisando reagir e buscar o empate, a seleção venezuelana se lançou ao ataque e criou boas situações. Por outro lado, o Canadá soube explorar os espaços cedidos. Em contra-ataque veloz, Jonathan David ficou cara a cara com Romo e desperdiçou chance clara de ampliar.

Veio o segundo tempo, e a Vinho Tinto continuou em cima do Canadá que, por sua vez, não abria mão dos contragolpes. Enquanto uma seleção propunha o jogo e controlava a posse de bola, a outra explorava os erros da rival e descia em velocidade pelos lados do campo.

Com 18′ no relógio, Salomón Rondón anotou uma pintura no AT&T Stadium. Em reposição de bola, Romo apostou em ligação direta buscando o centroavante, que ganhou no corpo de Bombito e com chute consciente, encobriu Crépeau. Golaço e tudo igual em Arlington.

Disputa de Alphonso Davies e Jon Mikel Aramburu em Venezuela x Canadá
Disputa entre Alphonso Davies e Jon Mikel Aramburu em Venezuela x Canadá (Foto: Icon Sport)

Pênaltis

Rondón abriu a série de penalidades e colocou a Venezuela na frente. Mas Jonathan David tratou de deixar tudo igual.

Na sequência, Herrera errou o alvo e jogou para fora. Por sorte, Villar isolou e manteve o 1 a 1 no placar.

Com um foguete no meio do gol, Rincón marcou para a Venezuela. Bombito, entretanto, converteu sua cobrança e empatou.

Savarino parou em Crépeau e na trave. O Canadá tinha novamente a chance de passar a frente, porém, Bono defendeu a cobrança de Eustáquio.

Cádiz deslocou Crépeau, converteu e colocou pressão para cima de Alphonso Davies. O craque do Bayern de Munique, todavia, não decepcionou. Tudo igual: 3 a 3.

Nas alternadas, Wilker Àngel telegrafou e facilitou a vida de Crépeau. O encarregado de encerrar a disputa foi Koné. Bola de um lado, goleiro do outro, e Canadá nas semifinais.

Quem o Canadá enfrentará na semifinal?

O Canadá terá pedreira pela frente na semifinal da Copa América. Atual campeã do mundo (e da Copa América), a Argentina será a adversária dos canadenses. Nos pênaltis, os hermanos eliminaram o Equador na última quinta-feira (4) e garantiram a vaga.

Argentina x Canadá medem forças na próxima terça-feira (9), a partir das 21h (horário de Brasília), no MetLife Stadium, em Nova Jérsei.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme CalvanoRedator

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo