Copa América 2024

Titular da Colômbia revela sonho de jogar no Barcelona e inspiração em Ronaldinho Gaúcho

Seleção treinada por Néstor Lorenzo encara o Brasil pela liderança do Grupo D na próxima terça-feira (2)

Sem perder há 25 jogos, a seleção da Colômbia desponta como uma das favoritas ao título da Copa América deste ano. São duas vitórias em dois jogos na competição e classificação garantida para as quartas de final.

Curiosamente, desde que os colombianos venceram o Brasil por 2 a 1 em jogo válido pelas Eliminatórias para a Copa de 2026, a equipe soma dez vitórias consecutivas.

Considerado o melhor lateral direito desta edição da Copa América, Daniel Muñoz, jogador de 28 anos do Crystal Palace, revelou em entrevista ao Mundo Deportivo que seu estilo de jogo foi inspirado em grandes craques brasileiros.

Além da admiração por Daniel Alves, e Ronaldinho Gaúcho, Muñoz quer seguir os mesmos passos esportivos de suas inspirações e revelou seu maior sonho no futebol, jogar no Barcelona.

Há quatro anos, o lateral-direito saiu do Atlético Nacional em direção ao Genk da Bélgica. Naquela época, Muñoz afirmou que a transferência seria boa para sua carreira, pois traria maior projeção ao seu futebol.

— Para mim, vai ser uma grande projeção. Sendo assim, este campeonato pode me dar coisas boas para melhorar. E por que não pensar e visualizar que posso chegar a uma liga como a Premier League ou a espanhola? O meu sonho é poder jogar no Barcelona — afirmou o jogador ainda em 2020.

Admiração pelo Barcelona vem desde criança

Daniel Muñoz era uma criança de sete anos quando viu Ronaldinho Gaúcho levar o prêmio de melhor jogador do mundo em 2005, e esbanjar o melhor do seu futebol.

O lateral revelou que o Bruxo sempre foi uma inspiração ao seu estilo de jogo. Quando chegou na adolescência, começou a se espelhar em Daniel Alves.

No início de sua trajetória nas categorias de base, Muñoz atuava como um jogador mais avançado. Conforme o tempo foi passando, o jogador passou a atuar como um lateral, o que também influenciou em suas referências no esporte.

— Quando criança, meu ídolo sempre foi Ronaldinho quando jogava no Barcelona. Nas minhas divisões inferiores nunca joguei como lateral, sempre fui ala e olhava para jogadores que eram desequilibrados e quando criança só via o Ronaldinho. Quando comecei a jogar como lateral olhei para o Dani Alves, para os movimentos dele, como ele ia para o ataque e defendia, então na minha posição ele se tornou um ídolo também — revelou Muñoz.

Daniel Muñoz em ação pela Colômbia na Copa América.
Jogador do Crystal Palace é o melhor lateral-direito da Copa América, e um dos destaques da Colômbia. Foto: Icon Sport

Números de Daniel Muñoz na temporada

  • 47 jogos (31 pelo Genk e 16 pelo Crystal Palace);
  • 8 gols (todos pelo Genk);
  • 6 assistências.

Colômbia e Brasil fazem duelo pela liderança do Grupo D da Copa América

Na próxima terça-feira (2), a equipe de Daniel Muñoz encara o Brasil, pela última rodada do Grupo D. O confronto acontece no Levi Stadium, na Califórnia, às 22h (horário de Brasília).

O confronto coloca frente a frente as duas melhores seleções da chave, em duelo que vale a liderança do grupo. Com seis pontos, a Colômbia está classificada para a próxima fase, e só depende de um empate para assegurar a primeira colocação.

Para o Brasil, o empate significa a vice-liderança da chave. Por conta da situação do grupo, a Canarinho pode se classificar até em caso de derrota.

Na última rodada, a Costa Rica encara o Paraguai, já eliminado após duas derrotas. Para o time caribenho ultrapassar o Brasil, terá de contar com a derrota da seleção brasileira por pelo menos três gols de diferença, e ainda vencer os paraguaios por quatro ou mais gols.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo