Copa América 2024

O que Seleção Brasileira tem a ver com briga entre Suárez x Borja?

Ao final de Uruguai e Colômbia, atacantes se desentenderam no campo do Bank of America Stadium

A Colômbia venceu o Uruguai por 1 a 0 e, após 23 anos, está novamente em uma final de Copa América. Mas o jogo durou mais do que os 90 minutos previstos pelo árbitro César Arturo Ramos.

Assim que o jogo terminou, os colombianos celebraram muito a classificação. James Rodríguez, inclusive, foi às lágrimas após quebrar um recorde de Messi e chegar a uma final pelo seu país.

No entanto, o que chamou a atenção mesmo foi a desavença entre Miguel Borja e Luis Suárez. O ex-atacante do Grêmio não gostou das comemorações do camisa 9 do River, e sobrou até para a Seleção Brasileira na discussão.

O que o Brasil tem a ver com a briga entre Luis Suárez e Miguel Borja?

Na noite desta quarta-feira (10), os colombianos celebraram a classificação à decisão da Copa América, mas o clima esquentou dentro e fora do gramado do Bank of America Stadium.

Uruguai x Colômbia
Briga entre torcedores marca o final de jogo entre Uruguai x Colômbia pela Copa América. Foto: Icon Sport

Durante a discussão entre os jogadores, Miguel Borja e Luis Suárez se desentenderam. Os atacantes não chegaram a se agredir, mas o bate-boca foi flagrado pelas câmeras da transmissão.

Ao deixar o estádio, o uruguaio falou com a imprensa e explicou o que aconteceu entre ele e Borja. Ao explicar a briga, Suárez mencionou a Seleção Brasileira como um exemplo nesta Copa América:

“O que mais me chateia é a forma de comemorar de Borja que não tem nenhum sentido. Nós eliminamos o Brasil e ninguém passou comemorando na frente dos jogadores do Brasil. Pelo contrário, fomos cumprimentá-los porque somos colegas dentro de campo, sabemos do sofrimento que vivem depois de uma derrota. Passar assim na frente de um companheiro de profissão é feio, mas todos nós estamos de cabeça erguida e tudo volta.”

Qual foi o motivo da briga entre jogadores de Uruguai e Colômbia?

O clima esquentou no campo do Bank of America Stadium, em Charlotte, nos Estados Unidos. Ao final da partida entre Uruguai e Colômbia, jogadores se desentenderam, e o principal motivo foi a provocação rival.

Os uruguaios, não satisfeitos com o resultado, foram tirar satisfação com os jogadores colombianos. Até aí, tudo bem – o problema foi quando o clima hostil chegou às arquibancadas do estádio.

Com familiares nas cadeiras, jogadores celestes invadiram as arquibancadas, e o atacante Darwin Núñez chegou a pegar um banco de metal para arremessar em torcedores, mas foi contido.

“Alguns jogadores tinham mulheres, filhos pequenos, seus pais, gente mais velha. Eles foram ver como estavam. Depois começaram a acontecer aquelas coisas. Mas obviamente, se você vê que estão atacando seus familiares, tentam defendê-los”, completou Suárez.

Alguns torcedores uruguaios que estiveram presentes no meio da confusão foram agredidos e tiveram que ser atendidos no gramado do estádio.

Foto de Lucas Gervazio

Lucas Gervazio

Jornalista pela Unesp. Antes da Trivela, também contribuiu para portais como Guia do Boleiro, Quinto Quarto e FNV Sports.
Botão Voltar ao topo