Copa América 2024

Padrão Conmebol de qualidade? Argentina detona estádio da abertura da Copa América

Mesmo com a vitória sobre o Canadá, a Argentina se uniu para criticar o estádio que recebeu a abertura da Copa América 2024

Na última quinta-feira (20), a Argentina estreou com tudo na Copa América 2024 ao vencer o Canadá por 2 a 0, no Mercedes-Benz Stadium, pela 1ª rodada do Grupo A. Mas, terminada a partida, o assunto principal, além do recorde de Messi, foi outro.

A Albiceleste se uniu para detonar o estádio da abertura da competição. De jogadores a treinador, a seleção argentina mostrou seu descontentamento com o gramado.

O estádio tem capacidade para 73 mil pessoas e é uma arena multiuso, compartilhada por Atlanta United, da MLS, e Atlanta Falcons, da NFL – principal liga de futebol americano.

Segundo o The Athletic, o Mercedes-Benz Stadium tem uma superfície de grama artificial que, ocasionalmente, é trocado por uma grama natural – colocada em cima da anterior.

E essa foi a principal crítica da Albiceleste em relação ao estádio de abertura da Copa América: as péssimas condições do campo de jogo. Em coletiva, Lionel Scaloni comandou as reclamações contra a Conmebol.

O técnico da Argentina argumentou que a seleção canadense forçou sua equipe a ajustar as táticas, porém, o gramado do Mercedes-Benz Stadium fez a Albiceleste a jogar de forma completamente diferente.

– Com todo o respeito, e ainda bem que vencemos, porque senão pareceria que estou dando uma desculpa barata, eles sabiam há sete meses que íamos jogar aqui e mudaram o gramado há dois (sic) dias. Isso não é bom para espetáculo. Não é uma desculpa. O estádio é lindo e a grama artificial que eles usam é maravilhosa. Mas este campo não estava à altura desses jogadores.

Padrão Conmebol de qualidade?

Aqui vale destacar uma correção. Diferente do que foi dito por Scaloni, a Conmebol fez a troca do gramado do Mercedes-Benz Stadium quatro dias antes da abertura da Copa América 2024, e não dois dias antes.

O Atlanta United jogou uma partida em casa no último sábado (15) com um gramado artificial. No dia seguinte, a grama natural foi colocada por cima da superfície para o duelo entre Argentina x Canadá.

Fato é que os jogadores da Albiceleste fizeram coro às declarações de Lionel Scaloni e também apontaram o campo de jogo como um problema na estreia da competição.

O capitão Lionel Messi – que deu assistência para um dos gols da seleção argentina – disse à imprensa que o campo “não ajudou, mas os meninos fizeram um esforço significativo”.

Foto: (IconSport) - O gramado do Mercedes-Benz Stadium não agradou a Argentina na estreia da Copa América
Foto: (IconSport) – O gramado do Mercedes-Benz Stadium não agradou a Argentina na estreia da Copa América

Já o goleiro Emiliano Martínez foi mais duro em suas palavras. Ele classificou o gramado do Mercedes-Benz Stadium como um “trampolim”, além de dizer que isso prova que a Copa América precisa aprender com a Eurocopa.

– Enfrentamos uma seleção forte do Canadá em um campo que foi um desastre, sinceramente foi complicado. O campo foi um desastre. Ela (a grama) pulava em você enquanto você corria. Se não melhorarmos coisas como essa, a Copa América ficará sempre abaixo da Eurocopa.

Copa América tem campos menores

Qualidade do gramado à parte, a Copa América 2024 tem campos menores do que os utilizados nos principais torneios de futebol, ficando no limite das recomendações da Fifa.

Nos Estados Unidos, os gramados terão 100 metros de comprimento por 64 metros de largura. Eles serão cinco metros mais curtos e quatro metros mais estreitos. Ou seja, 20m² a menos.

Na Copa do Mundo, por exemplo, as dimensões dos campos são de 105m por 68m. A Conmebol adotou gramados menores na Copa América devido à disponibilidade dos estádios nos EUA.

A maioria dos estádios – 11 de 14 que receberão jogos do torneio – costuma ser palco de jogos da NFL, e não têm espaço suficiente para uma ampliação.

Mesmo com dimensões reduzidas, os gramados estão dentro das normas da Fifa. A entidade permite que os gramados para jogos oficiais internacionais tenham entre 100m e 110m de comprimento e 64m e 75m de largura.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus CristianiniRedator

Jornalista formado pela Unesp, com passagens por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia. Na Trivela, é redator de futebol nacional e internacional.
Botão Voltar ao topo