Copa América 2024

Com recorde de Messi, Argentina quebra ‘sina’ de títulos anteriores ao vencer Canadá

Pela primeira vez com Scaloni, Albiceleste começa uma competição com vitória, no caso a Copa América 2024

Em todas as competições com Lionel Scaloni, a Argentina nunca estreou com uma vitória, nem nos dois últimos títulos. Agora, esta sina acabou: os argentinos venceram o Canadá nesta quinta-feira (20), na abertura da Copa América 2024.

A vitória por 2 a 0 pelo grupo A, com gols de Julian Álvarez e Lautaro Martínez no Mercedes-Benz Stadium, também marcou um novo recorde para Lionel Messi.

Aos 36 anos, o camisa 10 chegou a 35 partidas pela Copa América e se isolou como o jogador com mais jogos na história da competição.

Ironicamente, foi uma exibição ruim do craque argentino, empilhando gols perdidos. Como o diferenciado que é, ainda iniciou a jogada do primeiro gol e deu a assistência (a 17ª na competição) para Lautaro fazer o segundo.

O recorde anterior pertencia ao histórico goleiro chileno Sergio Livingstone, que estabeleceu a marca de 34 jogos em 1953.

Todas as estreias da seleção argentina com Scaloni, no cargo desde 2018:

  • Copa América 2019: 0 x 2 Colômbia
  • Copa América 2021*: 1 x 1 Chile
  • Copa do Mundo 2022*: 1 x 2 Arábia Saudita

* terminou com o título

Primeiro tempo tem boas chances dos dois lados

A equipe canadense mostrou muita competitividade no primeiro tempo. No início, pressionava e manteve a linha de defesa alta por todo o tempo.

Do meio para o fim, passou a ser mais incisivo no ataque e empilhou chances. A efetividade foi um problema, com erros técnicos graves de Cyle Larin, Jonathan David e Tajon Buchanan.

Emiliano Martínez só trabalhou quando o cruzamento de Larin pela direita, após boa jogada de pé em pé, veio na entrada da pequena área, onde Stephen Eustaquio cabeceou no meio do gol. Dibu soltou, e Alphonso Davies isolou na sobra.

A Argentina parecia não fazer muita força para atacar — também potencializado pelo bom jogo defensivo do Canadá, fechado no 4-4-2. Rodava a bola entre os zagueiros e às vezes acelerava em cima da linha alta adversária.

Quando colocava ritmo no jogo, levava perigo. Messi teve chance cara a cara e bateu para fora rasteiro após lançamento.

Depois, foi a vez do camisa 10 levantar para Acuña, enquanto Maxime Crépeau saia desajeitado do gol, para tocar para dentro da área sem goleiro e nenhum argentino tocar na bola.

Mas a grande chance dos Albicelestes aconteceu pelos pés de Ángel Di María. O craque se aproveitou de um vacilo de Koné e disparou sozinho do meio-campo ao ataque. Na cara de Crépeau, chutou rasteiro e o arqueiro pegou.

Argentina volta com tudo e decide jogo, mesmo com melhora do Canadá

A Argentina voltou com tudo para o segundo tempo. Em três minutos, Messi estava colocando Mac Allister na cara do gol, onde o meia deu um toquinho para Álvarez empurrar para as redes.

Pouco depois, quase o atacante do Manchester City fez o segundo em batida com giro na área. Crépeau brilhou de novo.

Com a diminuição do ritmo argentino, o selecionado norte-americano passou a dominar como fez na etapa inicial.

Novamente tentou muito e vacilou nas finalizações. Na melhor chance, David, sozinho na pequena área, cabeceou por cima do gol.

Mesmo pior, a Albiceleste seguia encontrando espaço para ficar na cara do gol. Messi teve duas vezes chances assim e desperdiçou.

Na primeira, ainda aos 19 minutos, chutou cruzado, pegou o rebote de Crépeau, gingou e ia dando uma bela cavadinha, tirada por Derek Cornelius.

Depois, já com o Canadá mais exposto no fim do jogo, o ET tentou outra cavadinha na saída do goleiro canadense e errou o alvo.

Lautaro saiu do banco para manter a sina de gols perdidos na cara do gol. Fez isso aos 36, com uma batida rasteira precipitada.

O atacante se redimiu logo depois, quando Messi escapou por dentro e tocou no chão para o jogador da Internazionale tocar por baixo das pernas de Crépeau.

Próximos jogos do grupo A da Copa América 2024

  • 21/06 – Peru x Chile – 21h (horário de Brasília) – SporTV e Globoplay
  • 25/06 – Peru x Canadá – 19h – SporTV e Globoplay
  • 25/06 – Chile x Argentina – 22h – SporTV e Globoplay
  • 29/06 – Argentina x Peru – 21h – SporTV e Globoplay
  • 29/06 – Canadá x Chile – 21h – SporTV e Globoplay
Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo