Copa América 2024

Qual o segredo de Dibu Martinez, o goleiro argentino invicto em decisões por pênalti?

Jogador foi novamente decisivo e contribuiu para a classificação da Albiceleste na Copa América diante do Equador

Emiliano “Dibu” Martínez fez acontecer novamente. O goleiro pegou dois pênaltis diante do Equador na noite desta quinta-feira (4), e foi decisivo para a classificação da Argentina na Copa América. 

Mas a que se deve este sucesso tão assombroso quando o assunto é um duelo deste nível? Nascido em Mar del Plata em 1992, Martínez enfrentou dificuldades em sua infância, o que não o impediu de seguir seu sonho de ser um goleiro.

Segundo conta o veículo argentino TyC Sports, o jovem Dibu contou com total apoio de sua família para alcançar seu objetivo no futebol.

Improvisando um colchão, seu pai o ajudava a cair sem medo para o lado esquerdo, algo que tinha muita dificuldade enquanto criança. Com esta ferramenta feita em casa, o goleiro conseguiu desenvolver sua elasticidade e agilidade que fazem dele um dos principais pegadores de pênalti do futebol mundial atualmente.

Desempenho de Martínez em disputa de pênaltis pela Argentina

Os números de Dibu são impressionantes quando se trata de disputa de pênaltis com a seleção argentina. De 24 cobranças, apenas doze balançaram as redes.

Das 24 oportunidades, nove foram defendidas, uma acertou a trave, e duas foram chutadas para fora do gol. Com Martínez na meta, a Argentina nunca perdeu uma série decisiva sequer na marca da cal.

O repertório de sucesso de Martínez em cobranças de pênalti pela Argentina começou ainda em 2021, quando o goleiro brilhou contra a Colômbia na semifinal da última Copa América. 

Naquele jogo, as equipes empataram por 1 a 1 no tempo regulamentar, e o goleiro do Aston Villa foi decisivo, defendendo as cobranças de Davinson Sánchez, Yerry Mina e Edwin Cardona.

Contra a Holanda, pelas quartas de final da Copa do Mundo de 2022, Martínez defendeu as cobranças de Van Dijk e Berghuis.

Mas foi na grande decisão do Mundial, contra a França, que o goleiro demonstrou novamente sua capacidade em séries de penalidades máximas. O goleiro defendeu a cobrança de Coman, e venceu o duelo mental com Tchouaméni, que acabou chutando para fora.

Mais do que simplesmente defender pênaltis, Martínez se caracterizou pelas provocações contra seus adversários.

Utilizando do nervosismo de seus adversários em um momento tão importante, o goleiro leva vantagem por conseguir tirar a concentração dos cobradores, e assim, ter um alto aproveitamento nas séries decisivas.

As defesas de Martínez em cobranças de pênalti contra a Argentina

  • Arturo Vidal – Argentina 1 x 1 Chile – Copa América de 2021 (tempo regulamentar);
  • Davinson Sánchez – Argentina 1 x 1 Colômbia – Copa América 2021 (disputa por pênaltis);
  • Yerri Mina – Argentina 1 x 1 Colômbia – Copa América 2021 (disputa por pênaltis);
  • Edwin Cardona – Argentina 1 x 1 Colômbia – Copa América 2021 (disputa por pênaltis);
  • Virgil Van Dijk – Argentina 2 x 2 Holanda – Copa do Mundo 2022 (disputa por pênaltis);
  • Steven Berghuis – Argentina 2 x 2 Holanda – Copa do Mundo 2022 (disputa por pênaltis);
  • Kingsley Coman – Argentina 3 x 3 França – Copa do Mundo 2022 (disputa por pênaltis);
  • Ángel Mena – Argentina 1 x 1 Equador – Copa América 2024 (disputa por pênaltis);
  • Alan Minda – Argentina 1 x 1 Equador – Copa América 2024 (disputa por pênaltis);
Martínez defendendo mais uma cobrança de pênalti pela Argentina. Foto: Icon Sport

A virada na carreira do goleiro argentino

Há um ditado que diz que as palavras têm poder. Martínez acreditou fielmente em sua capacidade e mudou o patamar de sua carreira.

Há sete anos, o goleiro era apenas reserva do Arsenal, e era constantemente emprestado para outros times da Inglaterra.

No dia 30 de janeiro daquele ano, o goleiro quase que profetizou em suas redes sociais que “seu momento chegaria”, e que tudo iria mudar em sua trajetória profissional.

Hoje, o goleiro é campeão mundial, sendo eleito o melhor goleiro da competição, e recebendo a Luva de Ouro da Fifa, sendo reconhecido como um dos grandes nomes da posição em todo mundo.

Outrora desconhecido, Dibu nunca deixou de acreditar em sua capacidade, e com muito trabalho, esforço e mentalidade invejável, chegou ao lugar que sempre sonhou.

Messi revela confiança da Albiceleste em Martínez

Quando parece que tudo dará errado para a Argentina, Emiliano Martínez aparece para salvar a Albiceleste. Diante do Equador, o goleiro foi fundamental novamente para que a confiança do time argentino não baixasse.

Lionel Messi foi incumbido de cobrar a primeira penalidade após o empate no tempo normal. O craque do Inter Miami tentou uma cavadinha e errou.

Na cobrança seguinte, Ángel Mena cobrou e Dibu Martínez voou para fazer linda defesa, mantendo a esperança e a concentração da equipe na série.

Messi se rendeu ao desempenho do companheiro nestes momentos decisivos. Para o astro, o goleiro consegue acalmar o restante do grupo, e sua mentalidade contribui para o aumento de foco do restante da equipe.

— O Dibu está sempre lá, nesses momentos ele fica grande. Nos pênaltis tivemos muita fé, até antes da partida ele brincou para que estivéssemos calmos se houvesse pênaltis. Ele sempre tem isso em mente — disse Messi, em entrevista à Tyc Sports após a classificação.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo