Eurocopa 2024

De Jong, Alaba e Gavi: listamos os desfalques pesados da Eurocopa 2024

Da favorita França a times menores, torneio europeu terá, como de praxe, importantes ausências por lesão

A espera está próxima de acabar. Nesta sexta-feira (14), finalmente começa a Eurocopa 2024, disputada na Alemanha e com decisão marcada para 14 de julho.

Como a competição reúne boa parte das melhores seleções do mundo, naturalmente terão vários craques, como Kylian Mbappé e Harry Kane.

No entanto, também há o problema que acontece em todo tipo de torneio como esse: as temidas lesões que afastam importantes jogadores.

Ninguém sai ileso, desde a favorita França até a Tchéquia convivem com desfalques essenciais, listados neste artigo da Trivela.

Polônia: Lewandowski e destaques na berlinda

Os amistosos da Polônia antes da Euro não foram de boas notícias para o selecionado treinado por Michal Probierz. 

Na vitória por 3 a 1 contra a Ucrânia, o atacante Arkadiusz Milik sentiu o joelho e posteriormente foi obrigado a operar o menisco, que o tirará dos gramados pelo menos um mês.

Já no jogo seguinte, mais dois atacantes sentiram questões físicas.

O craque do país, Robert Lewandowski, foi um deles, substituído aos 31 do primeiro tempo e depois diagnóstico com uma ruptura no músculo bíceps femoral, que o tirará pelo menos da estreia contra a Holanda e ainda não está confirmado se joga na 2ª rodada.

Antes de Lewa, Karol Świderski sentiu algo durante a comemoração do primeiro gol na vitória em cima da Turquia e está afastado dos treinos por uma entorse no tornozelo, mesmo cenário do zagueiro Pawel Dawidovicz, este por uma distensão muscular.

Itália: defesa de Spalletti desfalcada

A Itália sofreu foram duas grandes baixas às vésperas da primeira competição sob comando de Luciano Spaletti.

Os zagueiros Francesco Acerbi (pubalgia), da Internazionale, e Giorgi Scalvini (ruptura do ligamento do joelho), da Atalanta, foram cortados por lesões.

Federico Gatti, da Juventus, recebeu o chamado para reforçar a defesa.

Desde março, o técnico italiano sabe que não pode contar com Domenico Berardi, presença no elenco campeão da Euro em 2021, ausência pelo rompimento do tendão de aquiles que o deixará voltar a jogar só em outubro.

Espanha vai sem Gavi, ausência há muito tempo

Desfalque de longo prazo, Gavi não atua desde novembro, quando justamente defendendo a Fúria rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho durante Data Fifa.

O caso foi muito grave, e o deixará ausente da Euro e provavelmente dos Jogos Olímpicos, em Paris.

Holanda sofre com perdas no meio-campo

Além de Lewandowski, o Barcelona viu outro jogador sofre com questões físicas. Por uma lesão persistente no tornozelo, ainda não solucionada, o meio-campista Frenkie de Jong não jogará pela Holanda.

É um grande problema para Ronald Koeman, pois o jogador é considerado um dos líderes desse grupo de jogadores. O técnico ainda não anunciou se trará um substituto.

Estou triste e desapontado por não chegar à Euro. Temos feito muito nas últimas semanas, mas o meu tornozelo precisa de mais tempo, infelizmente. – lamentou o meia nas redes sociais.

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Frenkie de Jong (@frenkiedejong)

E ainda precisou cortar Teun Koopmeiners, outro homem de meio-campo, por uma lesão na virilha sofrida no aquecimento antes do amistoso contra a Islândia. Ian Maatsen, do Borussia Dortmund, foi chamado no lugar da dupla.

França perde nomes, mas elenco ajuda

Principal favorita ao título ao lado da Inglaterra, a França não poderá contar com Lucas Hernández, campeão do mundo em 2018, com uma grave lesão ligamentar no joelho.

O segundo problema do tipo da carreira do zagueiro que também joga de lateral. Em 2022, o defensor foi cortado da Copa do Mundo logo na abertura por outro rompimento no joelho.

Considerando atletas que, quando bem fisicamente, eram chamados para os Bleus, Christopher Nkunku poderia estar na lista se não tivesse sofrido com tantos problemas na temporada inaugural pelo Chelsea, apesar de terminar jogando.

Paul Pogba é outro desses casos, mas que não joga por uma suspensão por doping que vai até setembro de 2027.

Tchéquia tem ausência por… queda de bicicleta!

O corte na seleção de Tchéquia foi inusitado. Importante peça no meio-campo, Michal Sadílek caiu de bicicleta a menos de uma semana para Euro e sofreu uma laceração na perna. O substituto ainda será anunciado.

– Este é um grande golpe para nós, porque Michal é um dos nossos jogadores mais experientes. Não foi à toa que ele usou a braçadeira de capitão durante o amistoso contra Malta. – afirmou o técnico tcheco Ivan Hasek.

Áustria perde capitão e liderança técnica

Outro desfalque, outro por lesão ligamentar do joelho. David Alaba, referência de uma geração na Áustria, não jogará o torneio europeu por um problema sofrido ainda em dezembro do ano passado.

O capitão pode ser substituído por Leopold Querfeld, Gernot Trauner ou Maximilian Wöber na zaga, trio que se alternou na função desde a longa inatividade do ídolo.

Domenico compra briga com Courtois e o deixa fora da Bélgica

A Bélgica vai com goleiro reserva para Euro e, incrivelmente, é por escolha do técnico Domenico Tedesco. Claro, como vários nomes da lista, Thibaut Courtois sofreu com grave lesão no joelho, mas conseguiu retornar a tempo.

Inclusive, foi decisivo na final da Champions League, com outra atuação monumental.

Isso não mudou a cabeça do comandante, que teve um problema de comunicação com o goleiro em junho do ano passado, quando Courtois teria deixado a delegação belga por não ser o capitão – segundo Tedesco -, enquanto, na versão do jogador, ele iria tratar um problema físico.

Alemanha perde volante do Bayern

O promissor volante Aleksandar Pavlović, do Bayern de Munique, ficou doente e saiu da lista de convocados, segundo o que informou a Federação Alemã. Jornais locais relataram que o jogador presentou um quadro reincidente de amigdalite.

Emre Canvice-campeão da Champions League pelo Borussia Dortmund, substitui o jovem no meio.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo