Copa América 2024

Argentina finalmente apaga memórias ruins de Nova Jersey ao vencer o Chile

Lautaro Martínez foi o responsável pela felicidade argentina no estádio em que Messi quase se aposentou da seleção

A última imagem da Argentina em um jogo oficial em Nova Jersey, nos Estados Unidos, foi uma das entrevistas mais famosas do futebol. Foi lá que Lionel Messi afirmou que pensava em se aposentar da seleção e chegou a discutir o assunto com os companheiros no vestiário.

A entrevista aconteceu no MetLife Stadium — casa de New York Giants e New York Jets, da NFL — após a Argentina perder a Copa America Centenário para o Chile em 2016, empatando por 0 a 0 com bola rolando, sendo batida nos pênaltis por 4 a 2.

Nesta terça-feira (25), o caminho parecia o mesmo daquele jogo em junho de 2016, com os zeros no placar até os 43 minutos do segundo tempo, quando Lautaro Martínez foi o responsável por criar uma memória feliz para os argentinos no estádio.

O retrospecto da Argentina no MetLife Stadium

Apesar de uma vitória em um animado confronto com o Brasil em 2012, que terminou 4 a 3, o retrospecto dos argentinos não era maravilhoso no estádio.

Eram apenas duas vitórias em seis jogos no MetLife Stadium, com quatro empates, três deles por 0 a 0, incluindo o duelo que fez a seleção perder a Copa América Centenário.

  • 2011 — Estados Unidos 1 x 1 Argentina — amistoso
  • 2012 — Argentina 4 x 3 Brasil — amistoso
  • 2013 — Argentina 0 x 0 Equador — amistoso
  • 2015 — Argentina 2 x 1 Equador — amistoso
  • 2016 — Argentina 0 x 0 Chile (2 x 4 nos pênaltis) — final da Copa América Centenário
  • 2018 — Colômbia 0 x 0 Argentina – amistoso
  • 2024 — Chile 0 x 1 Argentina — Copa América

Como foi Chile 0x0 Argentina

Após um começo de jogo travado, a Argentina passou a dominar o duelo a partir do meio do primeiro tempo. Julián Álvarez, Rodrigo De Paul e Enzo Fernández não conseguiram assustar Cláudio Bravo, mas não demorou para que Lionel Messi fizesse uma jogada do seu nível, sendo parado apenas pela trave.

Perto do fim da etapa inicial, os argentinos assustaram mais com chutes de fora da área. No entanto, nada que realmente fizesse Bravo trabalhar.

A Argentina começou o segundo tempo como encerrou o primeiro. Nahuel Molina fez Bravo trabalhar e Nico González acertou o travessão após excelente jogada.

O ritmo argentino caiu e o Chile se encontrou no jogo. Novidade chilena para o jogo, Rodrigo Echeverría teve duas boas chances e acabou parando em excelentes defesas de Dibu Martínez.

Quando o duelo se encaminhava para mais um 0 a 0 argentino em Nova Jersey, Messi cobrou escanteio na área, Bravo fez uma excelente defesa e Lautaro Martínez apareceu para mantar para as redes.

Foto de Matheus Rocha

Matheus Rocha

Matheus Rocha é natural de Uberlândia, onde se formou em Jornalismo na Unitri em 2014. Começou a carreira no jornalismo na Trivela antes de passar por ExtraTime e Yahoo, participando da cobertura de três Copas do Mundo e cinco Olimpíadas.
Botão Voltar ao topo