Inglaterra

Alvo de Chelsea, United e Brighton, técnico do Ipswich está próximo de definir futuro

Kieran McKenna deve ficar no clube que tirou da terceira divisão e levou para Premier League

Dono de dois acessos consecutivos no Ipswich Town, levando o modesto time de volta para Premier League após 22 anos, o técnico Kieran McKenna é um dos nomes mais valorizados no agitado mercado de treinadores.

O norte-irlandês de 38 anos esteve vinculado a três clubes da elite do futebol inglês: era tratado como um dos favoritos a substituir Mauricio Pochettino no Chelsea, sonhado para técnico do Brighton após a saída de Roberto De Zerbi e candidato no Manchester United caso Erik Ten Hag realmente saia.

Agora, enfim, parece que o jovem técnico encaminha para uma decisão, segundo o jornal inglês The Athletic.

McKenna deve ficar no Ipswich

A informação da imprensa inglesa é que McKenna deve assinar um “novo contrato de longo prazo com o Ipswich Town“.

Segundo a Sky Sports, Ed Schwartz, acionista majoritário do clube, saiu dos Estados Unidos para a Inglaterra para se reunir com o treinador e Mark Ashton, diretor-executivo da equipe e tratar de negociar uma renovação.

O atual vínculo de Kieran é até o meio de 2025.

Por que McKenna despertou interesse de gigantes ingleses?

Justo em sua primeira experiência como técnico principal, o norte-irlandês entregou um trabalho gigantesco.

Ele foi nomeado treinador em dezembro de 2021, encontrando os Tractor Boys em 12º na League One, a terceira divisão inglesa. Apesar de um bom impacto inicial, não conseguiu subir o time de cara.

Na primeira temporada completa, conquistou o acesso com o vice-campeão da terceirona somando 98 pontos. Na atual temporada, terminou novamente em segundo, agora com 96 de pontuação, apenas um a menos que o campeão Leicester.

Foi o primeiro time desde o Southampton em 2012 a conquistar dois acessos seguidos para terminar na primeira divisão.

Considerando o início da última temporada até o fim da atual nas quatro divisões da Inglaterra, ninguém somou mais pontos que o Ipswich, nem o Manchester City de Pep Guardiola.

Dono de futebol ofensivo, vê a equipe marcar muitos gols — quase na mesma proporção, sofre muitos também.

Ex-jogador aposentado aos 22 por uma grave lesão, Kieran McKenna se formou em ciências do esporte para iniciar a trajetória no Loughborough.

Depois, o agora técnico do Ipswich trabalhou no Manchester United por cinco anos, entre 2016 e 2021. Foi técnico do time sub-18, observador técnico e, por fim, auxiliar de José Mourinho, Ole Gunnar Solskjær e Ralf Rangnick.

Ele é torcedor declarado dos Red Devils e, antes do clube de Old Trafford, passou pelas bases de Tottenham, Nottingham Forest e Leicester.

O que farão Chelsea, United e Brighton sem o jovem técnico?

Dentre os três que sonharam com McKenna, o Chelsea é o melhor encaminhado e já até tinha informado ao norte-irlandês que seguiria com outro nome.

A equipe de Londres está muito próxima de fechar com Enzo Maresca, ex-auxiliar de Guardiola no City e que acabou de subir com o Leicester.

Já o Brighton se vê um tanto perdido, sem opções concretas e algum alvo definido. Especulou-se Thomas Frank, do Brentford, nome que também interessa ao United, que ainda não definiu o futuro de Ten Hag.

Campeão da Copa da Inglaterra, o holandês terá o futuro reavaliado. Os Red Devils também teriam interesse em Thomas Tuchel e Pochettino.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo