Inglaterra

Vardy retorna à Premier League com mais uma história cinematográfica no Leicester

Desde 2012 no Leicester, Jamie Vardy viveu praticamente de tudo - e agora foi essencial no acesso à Premier League

Pensar em Leicester é automaticamente fazer uma relação com Jamie Vardy, que viveu praticamente de tudo em mais de uma década na equipe. Na última segunda-feira (29), o centroavante protagonizou mais uma história cinematográfica na carreira, pois foi campeão da Championship com uma rodada de antecedência ao vencer o Preston North End por 3 a 0, fora de casa. De quebra, os Foxes voltaram à Premier League.

E isso não seria possível se não fosse por Vardy, que, mesmo com 37 anos, foi o artilheiro do Leicester no acesso à elite inglesa com 18 gols. Na partida que selou o título, foram duas bolas na rede. Não à toa, o atacante inglês foi muito celebrado pela torcida e comandou a festa dos Foxes. Em meio a esse cenário, parece até loucura dizer que o veterano não está garantido para a próxima temporada.

Jamie Vardy tem contrato com o Leicester apenas até junho, e uma renovação ainda não foi acertada. Por ser o único remanescente da conquista histórica da Premier League em 2015/16, o centroavante é a liderança dos vestiários dos Foxes. Então, a pergunta que fica é: ele vai escrever mais um lindo capítulo com o time onde é ídolo? Bom, se depender do treinador Enzo Maresca, a resposta é bem óbvia:

– Minha sensação é que ele vai ficar. Se a decisão fosse minha, ele ficaria. Jamie Vardy é o Leicester. Ele sempre marcou gols e mesmo aos 45 anos vai marcar gols. Os gols estão em seu sangue, disse Maresca ao The Guardian.

Jamie Vardy e Leicester: um casamento quase perfeito

Após iniciar sua trajetória no futebol na Non-League (que mistura equipes profissionais, semi-profissionais e amadoras), Jamie Vardy foi contratado pelo Leicester em 2012 por £ 1 milhão (cerca de R$ 6,4 milhões na cotação atual). À época, o centroavante foi o reforço mais caro vindo de fora das quatro principais divisões inglesas. E o investimento se provou uma verdadeira pechincha com o passar do tempo.

Já em 2013/14, Vardy foi um dos grandes goleadores do Leicester na conquista da Championship com 16 gols. Em sua primeira temporada na Premier League, o atacante fez sua parte para evitar o rebaixamento para a segunda divisão. E ninguém esperava que 2015/16 reservaria o inédito título inglês para os Foxes, que, além do inglês, também contava com Kanté, Mahrez, Schmeichel, entre outros nomes históricos.

Só que o astro foi Jamie Vardy, que terminou como artilheiro do Leicester naquela Premier League com 24 bolas na rede, além de seis assistências. Com o sucesso nos Foxes, o centroavante também passou a ser convocado com frequência pela seleção inglesa. Dali para frente, ele se consolidou como um dos atacantes mais eficientes do campeonato mais badalado do mundo.

E ainda deu tempo para Vardy erguer outros canecos importantes no Leicester: a Copa da Inglaterra (2020/21) e a Supercopa da Inglaterra (2021). Contudo, em 2022/23, o atacante presenciou talvez seu pior momento nos Foxes, quando foi rebaixado para a Championship com apenas três gols e quatro assistências. Na última temporada, ele perdeu o status de titular e geralmente saía do banco de reservas.

E o futuro?

O futuro de Jamie Vardy não está definido. Na janela de transferências antes do início da temporada, ele chegou a receber propostas astronômicas do futebol saudita, porém, não aceitou. O centroavante escolheu permanecer nos Foxes na esperança de recolocá-los na Premier League. Esse objetivo foi cumprido. Agora, resta saber se ele vai estender seu vínculo para mais um truque de mágica na elite inglesa. A ver cenas dos próximos capítulos.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo