Games

Semana Ultimate: TOTS Ultimate reúne destaques de cada liga e se despede de jogadores históricos

Fàbregas, Di Maria e Juan Mata recebem versões especiais “Fim de uma Era”

A temporada de TOTS chega à sua última semana com a inserção do time Ultimate, que reúne as melhores cartas de cada um dos times respectivos às principais ligas. Com o fim da temporada europeia, alguns jogadores encerraram seus ciclos em clubes e chegam em versões especiais por Desafio de Montagem de Elenco ou Objetivos. É o caso de Ángel Di Maria, Cesc Fàbregas e Juan Mata – que não se aposentam, mas encerram longas trajetórias em suas equipes.

Como destacamos semanalmente cada uma das Seleções das ligas domésticas, torna-se repetitivo analisar novamente cada uma das cartas. Assim, você pode clicar no texto referente ao TOTS desejado e ver quais são os pontos fortes e fracos de cada carta presente no time Ultimate.

Apesar de não estar presente no Ultimate Team, o Campeonato Brasileiro recebeu destaque na coluna de games com as versões TOTS criadas pela nossa equipe. Você confere este fan service neste conteúdo especial da Trivela. Apesar dos clubes estarem presentes no jogo por negociações individuais ou licenciamento via competições continentais, os jogadores não têm seus direitos veiculados no simulador da EA.

Jogador “Fim de uma Era” disponível por Objetivos: Cesc Fàbregas

Cesc Fàbregas marcou seu nome na história da Premier League, atuando por Arsenal e Chelsea, mas foi na Ligue 1 que ele encontrou um novo lugar para recomeçar depois de instabilidades na carreira. O fim de seu ciclo no Monaco fica registrado com a versão “Fim de uma Era” de classificação 91. É uma carta bastante comum para esta altura do jogo, mas vale para aqueles que são fãs do jogador. Com passe espetacular, o problema de Fàbregas é a dinâmica de jogo e a falta de intensidade no meio campo, ainda mais para segundo volante – onde ele deve ser utilizado. A melhor carta de entrosamento para ele é o “Sombra”.

Jogador “Fim de Uma Era” disponível por DME: Ángel Di Maria

Ángel Di Maria escreveu uma linda história no Paris Saint-Germain e se despediu com imagens bonitas. Como não poderia ser diferente, o argentino recebe uma versão especial de overall 96 para brindar os fãs. É uma carta ideal para atuar pelo lado do campo, mas que até pode ser utilizada na armação também. Com ótimos números em todos os quesitos, o ponto negativo de “Di Magia” é o uso da perna ruim, de apenas 3 – ainda um a mais do que o tradicional da carta. Pelo preço elevado, não é uma carta meta e que deveria ser feita. Entretanto, é um jogador muito divertido de utilizar na gameplay. Assim, se gosta do jogador e encaixa no time, não passe vontade não. O melhor entrosamento para ele é o “Falcão”.

Jogador “Fim de Uma Era” disponível por Objetivos: Juan Mata

Um dos onze jogadores que saem na barca do Manchester United, Juan Mata encerra uma trajetória de oito anos e meio no clube. Para homenagear esta importante história, ele recebe uma carta especial de overall 93 – sua primeira deste ano. É um jogador que pode atuar como armador e também pelo lado do campo, com ótimos números de passe e ótima mobilidade. Os pontos de atenção da carta são a dinâmica de jogo, apenas média para ataque e defesa, e também o uso da perna ruim, de apenas 3. Vale fazer forragem ou se for fã do jogador. O melhor entrosamento para ele é o “Caçador”.

Foto de João Belline

João Belline

Jornalista de formação, louco dos esportes por opção. Depois de muito escalar Cartola, jogar Winning Eleven, escrever escalação dos sonhos no caderno e topar o dedão na rua, falar sobre futebol virou uma necessidade. É mais um leitor que buscou espaço no time da Trivela e entende que futebol está acima do clube.
Botão Voltar ao topo