Brasileirão Série A

Os números que mostram que o Fluminense está no Z4 porque merece

Lanterna do Brasileirão, Tricolor tem médias piores que os concorrentes em quase tudo

O atual campeão da Libertadores é o lanterna do Campeonato Brasileiro. A frase parece absurda, mas não tanto quando observados os números do Fluminense em 2024. O Tricolor está na zona de rebaixamento porque merece. É o que mostra levantamento da Trivela.

A temporada não é nada boa, apesar do título inédito da Recopa Sul-Americana. Os números mais simples, de aproveitamento, já fazem do Flu um candidatíssimo à briga contra o descenso para a Série B.

Fluminense de Fernando Diniz tem péssimos números em 2024 - Foto: Icon sport
Fluminense de Fernando Diniz tem péssimos números em 2024 – Foto: Icon sport

Com apenas seis pontos em 10 jogos, o Tricolor chega muito pressionado para o Fla-Flu de domingo (23), às 16h (de Brasília), no Maracanã. Uma derrota pode até acarretar a demissão de Fernando Diniz.

Aproveitamento do Fluminense é ruim em 2024

O Fluminense venceu 14 vezes, mas só uma de um time de primeira divisão em todo 2024: o Vasco, por 2 a 1, pelo Brasileirão. O Cruz-Maltino é o único clube com médias ainda piores no ano.

Em 33 partidas, mesmo contando o Carioca e adversários fracos na Copa do Brasil e na Libertadores, o Fluminense perdeu 10 vezes. É o 17º que mais perdeu dentre todos os times da Série A em 2024.

O Flu também é o 17º colocado em aproveitamento, com 51,5%. A média só é maior que Corinthians, Juventude e Vasco.

# Equipe %
1 Flamengo 74,7%
2 Palmeiras 72,4%
3 Internacional 71,1%
4 Athletico Paranaense 68,6%
5 Bahia 68,5%
5 Botafogo 68,5%
7 Atlético Goianiense 67,7%
8 Cuiabá 63,2%
9 Cruzeiro 63,1%
10 São Paulo 60,4%
11 Atlético Mineiro 59,8%
12 Criciúma 55,6%
13 Grêmio 55,2%
14 Fortaleza 55,0%
15 Red Bull Bragantino 54,6%
16 Vitória 52,5%
17 Fluminense 51,5%
18 Corinthians 47,9%
19 Juventude 46,9%
20 Vasco 44,4%

Fluminense é 19º colocado em saldo de gols

A segunda pior defesa do Campeonato Brasileiro é sofrível em todo o 2024. Os 37 gols sofridos em 33 jogos acarretam uma média de 1,12 gol sofrido por jogo. É a 19ª marca dos clubes da Série A, acima apenas do Vasco.

Fluminense de Fábio tem péssima defesa em 2024 - Foto: Icon sport
Fluminense de Fábio tem péssima defesa em 2024 – Foto: Icon sport

O Flu também é o 19º em gols marcados. São 42 bolas na rede, uma média de 1,27, superior apenas ao Red Bull Bragantino.

Mal nos gols sofridos e marcados, claro, o Tricolor acumula péssimo saldo de gols. O Fluminense tem um saldo total de cinco, acima apenas do Vasco, o único clube de toda a Série A com saldo negativo na temporada (-3).

# Equipe Saldo
1 Flamengo 46
2 Athletico Paranaense 41
3 Palmeiras 35
3 Atlético Goianiense 35
5 Bahia 34
5 Botafogo 34
7 Cuiabá 33
8 Fortaleza 26
8 Internacional 26
10 São Paulo 24
11 Atlético Mineiro 21
12 Grêmio 15
12 Cruzeiro 15
12 Corinthians 15
15 Vitória 13
16 Criciúma 10
16 Juventude 10
16 Red Bull Bragantino 10
19 Fluminense 5
20 Vasco -3

Os números que fazem Fluminense merecer o Z4 do Brasileirão

# Ranking
Aproveitamento 51,5% 17
Vitórias 14 16
Empates 9 6
Derrotas 10 17
Gols pró (total) 42 16
Gols pró (média) 1,27 19
Gols sofridos (total) 37 17
Gols sofridos (média) 1,12 19
Saldo de gols 5 19

Como está o Fluminense em 2024

Próximos jogos do Fluminense

Veja os próximos confrontos do Fluminense na continuação da temporada:

  • Fluminense x Flamengo — Campeonato Brasileiro — domingo, 23 de junho — 16h (de Brasília);
  • Fluminense x Vitória — Campeonato Brasileiro — quinta, 27 de junho — 19h (de Brasília).
Foto de Caio Blois

Caio BloisSetorista

Jornalista pela UFRJ, pós-graduado em Comunicação pela Universidad de Navarra-ESP e mestre em Gestão do Desporto pela Universidade de Lisboa-POR. Antes da Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Foto de Júlio César Cardoso

Júlio César CardosoColaborador

Especialista da Trivela em números e estatísticas. Trabalha com levantamento de dados desde 2012. Criador do site FutDados.com com contribuições para UOL, ESPN Brasil e Globoesporte.com.
Botão Voltar ao topo