Brasileirão Série A

Fluminense precisa trocar desculpas por vitórias para brigar no alto do Brasileirão

Na zona de rebaixamento, Fluminense vê Fernando Diniz falar em 'cenário de evolução', mas time segue com desempenho fraco em 2024

Falar que o Fluminense virou um filme repetido em 2024 se tornou frequente. No Campeonato Brasileiro, são seis rodadas e apenas cinco pontos. O time de Fernando Diniz está na zona de rebaixamento após sair à frente no placar em cinco partidas e vencer apenas uma. Se quiser brigar no alto da tabela na competição, o Tricolor precisa trocar suas desculpas por vitórias.

A cada jogo, como na derrota por 2 a 1 para o São Paulo, o Flu mostra justamente que não aprende com seus próprios erros. Em sua entrevista coletiva, por outro lado, Diniz preferiu dizer que sua equipe está em um “cenário de evolução”. Longe do que virou realidade em 2023, o Tricolor segue devendo na temporada.

— Temos errado em coisa que não erramos — afirmou Diniz, que já repetiu essa frase outras vezes em 2024.

O desempenho no MorumBIS pode até ter sido bom, com muita boa vontade na avaliação. Mas o fato é que o Fluminense deixou de ser letal no ataque e se tornou previsível na defesa: falha em todos os jogos.

— Não tem nada a ver com os jogos contra o Atlético-MG e Bragantino. Falhamos em duas saídas. Temos errado em coisa que não erramos. Sempre erramos muito pouco nisso. Contra o Atlético, já foram erros de marcação, com coisas que não erramos. Estamos melhorando, a temporada está irregular. Há jogos que jogamos bem, e outros não. Contra o Colo-Colo, soubemos jogar. Aqui, também — disse o treinador após a derrota para o São Paulo.

Erros se repetem, e Fluminense tem a pior defesa do Brasileirão

Na zona mista, Fábio pediu desculpas ao torcedor pelo erro que culminou no primeiro gol do São Paulo. O goleiro recebeu um recuo de Martinelli, errou o passe e o Fluminense, que acabara de abrir o placar, sofreu o empate.

— Tivemos erros cruciais, um erro meu. Pedir desculpa para o torcedor tricolor. É o que a gente faz dia a dia no treino. Vamos continuar trabalhando para buscar as vitórias — declarou o goleiro.

Mas os erros do Flu têm se repetido. Na derrota no MorumBIS, o problema foi a saída de bola — e a bola parada, mais uma vez. Contra Atlético-MG e Red Bull Bragantino, o time sofreu apagões e viu o placar mudar em poucos minutos. A outra virada sofrida foi para o Bahia, partida na qual o time não teve boa atuação.

Fábio falhou na derrota do Fluminense para o São Paulo - Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE FC
Fábio falhou na derrota do Fluminense para o São Paulo – Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE FC

Embora o Fluminense não esteja com o mesmo jogo envolvente na frente, o problema tem sido atrás. O Tricolor sofreu 12 gols nas primeiras seis partidas do Campeonato Brasileiro e tem a pior defesa da competição até aqui.

Jogo na Libertadores é decisivo para Brasileirão do Fluminense

Ainda que viva um 2024 muito irregular, o Fluminense terá a chance de respirar no Campeonato Brasileiro, e a Libertadores pode ajudar. A boa situação para se classificar no grupo A no torneio sul-americano faz o Tricolor ver uma luz no fim do túnel.

O jogo contra o Cerro Porteño, na quinta-feira (16), às 19h, passa a ser importante para as duas competições. Uma vitória classifica o Flu e permite ao time de Fernando Diniz focar no Brasileirão, no qual ocupa apenas a 17ª posição.

Além do alívio na competição, a principal para o Fluminense na temporada, a classificação antecipada daria tempo para recuperar jogadores sem os poupar em jogos que ganharam maior peso com o início ruim de Brasileiro.

Diniz não corre nenhum risco de demissão no Fluminense

A temporada do Fluminense não começou como o esperado. Mas nem por isso existe qualquer chance de Fernando Diniz ser demitido no momento. A avaliação interna é a mesma que o treinador externou em sua entrevista coletiva: o Tricolor está em evolução.

Mesmo na zona de rebaixamento, Fernando Diniz vê o Fluminense melhorando em 2024 - Foto: Icon sport
Mesmo na zona de rebaixamento, Fernando Diniz vê o Fluminense melhorando em 2024 – Foto: Icon sport

O Flu aposta que com a recuperação de peças que vem sofrendo com lesões e a chegada de reforços, como Thiago Silva, o desempenho irá melhorar. Jogam a favor de Diniz a iminente classificação na Libertadores e o título da Recopa Sul-Americana. Além disso, o técnico conta com o prestígio da diretoria e do elenco. Não há nenhuma intenção de interromper seu trabalho.

As críticas nas redes sociais e na arquibancada, entretanto, são crescentes. O ano é irregular, e faz tempo que desempenho e resultado não andam juntos para o Fluminense. Por vezes, o time joga mal e vence, como tem sido na Libertadores. Em outras, até vai bem em campo, mas não consegue segurar o placar, o que é o caso no Brasileirão.

— O cenário que vejo é de evolução. Não consigo te responder de maneira linear. Todos os resultados deixamos escapar e poderíamos ter vencido. Melhorando aquilo que temos feito no treinamento, nos jogos, as vitórias vão voltar a aparecer. Quando voltar, acredito que vão voltar de uma maneira mais consistente — opinou Diniz.

Como está o Fluminense em 2024

Próximos jogos do Fluminense

Veja os próximos confrontos do Fluminense na continuação da temporada:

  • Fluminense x Cerro Porteño — Libertadores — quinta-feira, 16 de maio — 19h (horário de Brasília);
  • Fluminense x Sampaio Corrêa — Copa do Brasil — quarta-feira, 22 de maio — 20h (horário de Brasília);
  • Botafogo x Fluminense — Campeonato Brasileiro — sábado, 25 de maio — 16h.
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo