Libertadores

Bastidores: protesto no CT do Fluminense pediu fim de improvisos de Diniz

Torcedores foram ao CT Carlos Castilho para contestar decisões do técnico Fernando Diniz, mas não tiveram acesso aos jogadores

O Fluminense viveu um dia de pressão nesta quarta-feira (15). Na véspera do confronto contra o Cerro Porteño pela Libertadores, lideranças de torcidas organizadas foram ao CT Carlos Castilho em protesto pelo mau momento da equipe, que ocupa a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

A Trivela apurou que as principais críticas não foram direcionadas aos jogadores, e sim ao técnico Fernando Diniz. Os torcedores, de maneira unânime, embora representassem diferentes grupos das arquibancadas, pediram o fim dos improvisos.

Diniz vem sendo cobrado pela queda de desempenho do Tricolor em 2024. Após conquistar a Libertadores e a Recopa Sul-Americana, o Flu não manteve a regularidade. Como resultado, faz seu segundo pior início de Campeonato Brasileiro na era dos pontos corridos.

— O cenário que vejo é de evolução. Não consigo te responder de maneira linear. Todos os resultados deixamos escapar e poderíamos ter vencido. Melhorando aquilo que temos feito no treinamento, nos jogos, as vitórias vão voltar a aparecer. Quando voltar, acredito que vão voltar de uma maneira mais consistente — opinou o técnico após derrota para o São Paulo, por 2 a 1.

Torcedores não tiveram contato com jogadores do Fluminense

A ideia dos torcedores que se dirigiram ao CT Carlos Castilho era conversar com lideranças do elenco. Dentro das instalações do clube, entretanto, foram recebidos pelo vice-presidente Mattheus Montenegro e os diretores Fred e Paulo Angioni.

Eles se reuniram com as lideranças das torcidas organizadas, intermediadas por Leandro Carvalho, ex-presidente da Torcida Young Flu, e hoje funcionário do clube. Todos ouviram as contestações na reunião, que teve tom pacífico.

As organizadas pressionam pelo fim dos improvisos de Fernando Diniz no time titular. Em 2024, o treinador já utilizou volantes como zagueiros, atacantes como laterais e meias como volantes. Na opinião destes torcedores, este é o principal motivo para a queda de rendimento do time que conquistou a Libertadores no ano passado.

Fluminense treinou normalmente no CT Carlos Castilho mesmo com protesto de torcida organizada - Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.
Fluminense treinou normalmente no CT Carlos Castilho mesmo com protesto de torcida organizada – Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Já pelo lado do Fluminense, o principal objetivo era blindar os jogadores do protesto. Ainda que a promessa fosse de tom pacífico nas reclamações, o que se confirmou na reunião, a diretoria desejava impedir o contato de torcedores com os atletas, principalmente por se tratar da véspera do jogo pela Libertadores.

A Trivela tentou contato com o Fluminense, que não respondeu até o fechamento desta matéria.

Torcedores criticam John Kennedy e reforços do Fluminense

Em outro tema da conversa, os torcedores presentes ao CT Carlos Castilho criticaram a postura do atacante John Kennedy e alguns reforços contratados pelo Fluminense em 2024. A conversa foi considerada produtiva pelas partes.

John Kennedy recebeu críticas dos torcedores do Fluminense que foram ao CT Carlos Castilho - Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE FC
John Kennedy recebeu críticas dos torcedores do Fluminense que foram ao CT Carlos Castilho – Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE FC

Fora a indisciplina do jovem de 21 anos, os veteranos Gabriel Pires e Renato Augusto, que sofrem com lesões na temporada, receberam críticas das lideranças de torcidas organizadas.

Além disso, os torcedores também reclamaram de erros seguidos do Fluminense que custaram pontos no Campeonato Brasileiro, como a saída de bola, jogadas aéreas e de bolas paradas.

Diniz mantém improvisos e Fluminense terá mudanças na Libertadores

O técnico Fernando Diniz, que não esteve na reunião, manteve sua convicção para escalar o Fluminense para enfrentar o Cerro Porteño pela Libertadores. A equipe seguirá com improvisos. O atacante Marquinhos está mantido como lateral-direito, e o meia Lima jogará de volante.

O time terá outras mudanças forçadas, já que os zagueiros titulares estão fora do jogo desta quinta-feira (16). Felipe Andrade e Antônio Carlos formarão a dupla de zaga. Felipe Melo recebeu o terceiro cartão amarelo, e Manoel sofreu um estiramento no músculo anterior da coxa direita na derrota para o São Paulo.

Contestado, Fernando Diniz conversa com seu auxiliar, Eduardo Barros, em treino nesta quarta-feira (15) no CT Carlos Castilho - Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC
Contestado, Fernando Diniz conversa com seu auxiliar, Eduardo Barros, em treino nesta quarta-feira (15) no CT Carlos Castilho – Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

A escalação provável do Fluminense tem Fábio, Marquinhos, Felipe Andrade, Antônio Carlos e Marcelo; Martinelli, Lima e Ganso; Keno, Arias e Cano.

Uma vitória classifica o Flu para o mata-mata da Libertadores. Com oito pontos, o Tricolor é o líder do grupo A da competição. Existe a possibilidade de classificação antecipada até em caso de empate. Basta que não haja vencedor no outro jogo da chave, entre Alianza Lima x Colo-Colo.

Como está o Fluminense em 2024

Próximos jogos do Fluminense

Veja os próximos confrontos do Fluminense na continuação da temporada:

  • Fluminense x Cerro Porteño — Libertadores — quinta-feira, 16 de maio — 19h (horário de Brasília);
  • Fluminense x Sampaio Corrêa — Copa do Brasil — quarta-feira, 22 de maio — 20h (horário de Brasília);
  • Botafogo x Fluminense — Campeonato Brasileiro — sábado, 25 de maio — 16h.
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo