Copa América

O fechamento da primeira fase confirmou aquilo que todo mundo esperava: a Venezuela foi eliminada no Grupo B da Copa América

Venezuela fez uma participação até honrosa pelas limitações, mas se despediu do torneio ao lado da Bolívia

A Venezuela teve um desempenho melhor que o esperado na Copa América, sobretudo depois dos cortes em seu elenco por conta de um surto de COVID-19. Porém, algo já previsível, a fase de grupos no Grupo B serviu apenas para eliminar a Vinotinto da competição. Neste domingo, os venezuelanos encararam a seleção peruana no Estádio Mané Garrincha e o time de Ricardo Gareca cumpriu sua parte com a vitória por 1 a 0. Com isso, a Blanquirroja avança aos mata-matas na segunda colocação, à frente de Colômbia e Equador.

A seleção peruana começou melhor a partida, aproveitando os espaços para atacar em velocidade, mas Yoshimar Yotún desperdiçou uma grande chance ao isolar dentro da área. Já a Venezuela teria seu principal momento no jogo logo na sequência. Jefferson Savarino forçou a primeira defesa de Ricardo Gallese. Logo depois, o jogador do Atlético Mineiro tentou de novo e foi barrado pelo goleiro, mas no rebote Sergio Córdova perdeu uma oportunidade imensa de marcar, com a meta aberta à sua frente, mandando a cabeçada para fora. Apesar do susto, o Peru retomaria o controle do primeiro tempo, mas sem grande qualidade na conclusão. Mesmo Gianluca Lapadula não estava em sua noite mais precisa.

O gol da vitória do Peru saiu logo no início do segundo tempo. Aos três minutos, depois de uma cobrança de escanteio, a defesa da Venezuela bateu cabeça e a sobra ficou limpa para André Carrillo fuzilar na pequena área. Córdova daria um susto ao mirar o ângulo na sequência, mas mandou para fora. Os peruanos ainda buscaram mais o gol no início da segunda etapa, até que a Venezuela tentasse incomodar na sequência da partida. Rômulo Otero cobrou uma falta perigosa para fora, mas a Vinotinto dependia basicamente das bolas paradas. E, durante a reta final, ficaria claro como os venezuelanos não teriam forças, com a Blanquirroja cozinhando o resultado.

Ao final do Grupo B da Copa América, o Brasil terminou na liderança com dez pontos. O Peru somou sete pontos na segunda colocação. Colômbia (quatro) e Equador (três) completam o grupo de classificados. Já a Venezuela se despede da competição com dois pontos. Apesar do resultado já esperado sobre a Vinotinto, a equipe ainda lutou para cair de maneira honrosa. Já os peruanos mantêm o bom retrospecto com Ricardo Gareca, que classificou a Blanquirroja aos mata-matas nas quatro edições de Copa América que disputou.

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo