Copa América 2024

Joia equatoriana imita Estêvão após marcar contra a Jamaica

Kendry Páez se juntou ao craque palmeirense e fez alusão à Cole Palmer, seu futuro companheiro de Chelsea

O Equador venceu a primeira na Copa América 2024. No Allegiant Stadium, em Las Vegas, a equipe comandada pelo espanhol Félix Sánchez bateu a Jamaica, por 3 a 1, e somou três pontos importantes na corrida pela classificação ao mata-mata.

Kendry Páez, principal joia do futebol equatoriano, foi quem roubou a cena na partida. De pênalti, o garoto de 17 anos marcou o segundo gol do triunfo e fez referência a Cole Palmer, craque do Chelsea, na comemoração do tento.

Assim como Estevão, do Palmeiras, o camisa 10 do Equador já começou a interagir com os seus futuros colegas de Chelsea — tanto o brasileiro quanto Páez foram vendidos ao clube inglês.

A diretoria dos Blues enxerga ambos os jovens como talentos geracionais e, por isso, decidiu investir pesado para tirá-los da América do Sul.

Nas redes sociais, torcedores dos Blues se animaram com o gesto de Páez. Vale destacar que Palmer republicou a foto da comemoração Estevão no Instagram. O inglês gostou da celebração do palmeirense e escreveu “em breve”, seguido de um rosto piscando e um coração azul.

Quem é Kendry Páez?

Revelado nas categorias de base do Independiente del Valle, Kendry Páez está no elenco principal do clube desde os 15 anos de idade. Logo na primeira temporada como profissional, o garoto prodígio disputou 29 jogos e anotou cinco gols.

O primeiro foi justamente na estreia, quando se tornou o jogador mais jovem a balançar as redes no Campeonato Equatoriano.

O talento de Páez não demorou a ser notado pelo futebol europeu. Chelsea e Manchester United travaram um duelo pela contratação do meia equatoriano, e os Blues levaram a melhor.

Em junho de 2023, o clube londrino anunciou o acordo pela transferência do jovem. Estima-se que a transação girou em torno de 20 milhões de euros (R$ 118 milhões na cotação atual). Em 2025, assim que completar 18 anos, Páez se apresentará ao Chelsea.

Kendry foi convocado pela primeira vez para a seleção equatoriana no ano passado. O meia estreou com assistência na vitória equatoriana sobre o Uruguai, pela 2ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. Sua jovialidade e talento lhe renderam marcas importantes pela seleção. Confira abaixo:

Kendry Páez é o jogador mais jovem a…

  • vestir a camisa do Equador;
  • ser titular em um jogo das Eliminatórias Sul-Americanas;
  • dar uma assistência nas Eliminatórias Sul-Americanas;
  • atuar e marcar um gol pelo Equador na Copa América

*O camisa 10 do Equador se tornou o segundo jogador mais jovem da história a marcar na Copa América, englobando todas as edições e seleções

De pênalti, Páez fez o segundo gol da vitória do Equador (Foto: Icon Sport)

Como foi Equador x Jamaica pela Copa América

Equador e Jamaica decepcionaram na 1ª rodada da Copa América. Enquanto os equatorianos perderam de virada para Venezuela, os jamaicanos foram derrotados pelo México. Dito isso, uma vitória em Las Vegas era o objetivo de ambas as seleções.

Moisés Caicedo, Alan Franco, Kendry Páez, Kevin Rodríguez. A qualidade do meio para frente do time equatoriano é inegável. E a Jamaica ousou desdenhar disso. Os Reggae Boyz abusaram dos erros na saída de bola e foram punidos por isso.

Aos 12 minutos, Hincapié foi acionado por Caicedo no corredor esquerdo e acertou um chute de rara felicidade. Não ficou claro se o camisa 3 tentou cruzar. Fato é que o goleiro Jahmali Waite foi surpreendido, e quando tentou reagir, a bola já havia tocado o barbante. Belíssimo gol do lateral-esquerdo do Bayer Leverkusen.

O gol até fez a Jamaica adiantar as linhas e sair mais para o jogo. Entretanto, a fragilidade tática e técnica minou o ímpeto ofensivo. Muita transpiração e pouca inspiração no lado dos Reggae Boyz.

Perto dos acréscimos, o Equador ampliou. Em bola alçada na área jamaicana, Félix Torres cabeceou e a bola explodiu no braço de Greg Leigh. Pênalti. Kendry Páez cobrou no cantinho e balançou as redes.

Jogadores equatorianos celebram gol no Allegiant Stadium (Foto: Icon Sport)

Decidida a salvar pelo menos um ponto no Allegiant, a Jamaica descontou com Michail Antonio no início do 2º tempo. Após bate e rebate na área equatoriana, o atacante do West Ham fuzilou o gol de Alexander Domínguez e colocou fogo na partida.

Os Reggae Boyz se animaram e aumentaram a pressão para cima do Equador. Mas não deu em nada. Apesar de todo esforço jamaicano, a seleção sul-americana se segurou na defesa e matou o jogo nos acréscimos.

Em contra-ataque letal, Alan Minda atravessou todo o campo sem marcação, invadiu a área e tocou na saída de Waite. 3 a 1 e fatura liquidada.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme CalvanoRedator

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo