Inglaterra

Nottingham Forest vence concorrentes de peso e anuncia Jesse Lingard, sua contratação mais badalada até aqui

Lingard deixou o Manchester United ao final do contrato e será a estrela do Nottingham Forest, que superou West Ham e Everton pela contratação

O Nottingham Forest é um dos clubes que mais movimenta a janela de transferências na Europa e manteve o mar agitado nesta quinta-feira. O clube anunciou a contratação de Jesse Lingard, de 29 anos, que chega do Manchester United e assina contrato de uma temporada. O meia inglês recebeu a camisa 10 no novo clube, onde será a grande referência, ainda que o clube tenha se reforçado bastante na janela de transferências.

A contratação mostra força no mercado, já que Lingard era desejado por outros clubes ingleses, como o West Ham, pelo qual teve ótima passagem. Ele estava sem contrato desde o fim do seu vínculo com o Manchester United em junho. Lingard fez os exames médicos nesta quinta-feira e completou a sua transferência para os Reds. Ele será o maior salário do elenco de Forest, mas é uma aposta calculada: como o contrato é de apenas um ano, se o clube acabar rebaixado, não será um problema a longo prazo.

Formado nas categorias de base do Manchester United, ele deixou o clube com 230 jogos, com 35 gols marcados. O jogador também tem 32 jogos pela seleção inglesa, pela qual estreou em 2016. Era parte do elenco comandado pelo técnico Gareth Southgate na Copa do Mundo 2018, quando os Three Lions foram até a semifinal.

O West Ham chegou a negociar com o jogador para levá-lo de volta a Londres, onde ele viveu excelentes seis meses de janeiro a maio de 2021. Voltou a ficar disponível para o Manchester United na temporada passada e fez 21 jogos, mas apenas quatro deles como titular. No total, jogou apenas 540 minutos, média de 25 minutos por partida. Ficou claro que ele precisaria sair para ter mais espaço.

Com a Copa do Mundo no horizonte, Lingard sabe que fazer uma boa temporada o recoloca na briga por um lugar no elenco de Gareth Southgate que vai ao Catar. Ele ficou para trás com a reserva do Manchester United, mas ter um bom desempenho em um clube como o Forest causará repercussão para tentar convencer o técnico a apostar nele.

O Forest saltou à frente do West Ham como concorrente à contratação do jogador. Ele tinha propostas também de fora da Inglaterra, mas não queria sair do país e tinha a pretensão de permanecer na Premier League. O Forest se tornou atrativo e venceu não só o West Ham, mas também o Everton – que parece estar em uma espiral negativa após lutar contra o rebaixamento na temporada passada.

O Forest precisou agir rápido no mercado para reconstruir o time que conquistou o acesso à Premier League nos playoffs, após 23 anos de espera. Sete jogadores deixaram o elenco do time que subiu: o goleiro Brice Samba foi negociado com o Lens; o zagueiro Jonathan Panzo e o goleiro Ethan Horvath estavam emprestados e voltaram a Coventry e Luton, respectivamente; o zagueiro Tobias Figueiredo acertou transferência sem custos para o Hull City; o centroavante Lewis Grabban, o lateral direito Carl Jenkinson e o lateral esquerdo Gaëtan Bong deixaram o clube após o fim dos seus contratos.

Lingard é incrivelmente o 11º reforço do Forest após ser promovido à Premier League. O clube já trouxe Taiwo Awoniyi, Neco Williams, Moussa Nikhaté, Guilian Biancone, Omar Richards, Lewis O’Brien, Harry Toffolo, Brandon Aguilera, Dean Henderson e Wayne Hennessey. Ainda tem o 12º, que é Gustavo Scarpa, do Palmeiras, que assinou um pré-contrato com o clube, segundo noticiado por vários veículos, e se apresenta assim que seu vínculo com o Palmeiras terminar, em dezembro.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo