EurocopaPremier League

Se recuperando de lesão, Van Dijk anuncia que está fora da Eurocopa

Zagueiro não volta nesta temporada e confirmou que não terá condições de jogar a Euro pela Holanda, no próximo mês

O zagueiro Virgil van Dijk não poderá jogar a Eurocopa, segundo ele mesmo confirmou em entrevista nesta quarta-feira. Aos 29 anos, o jogador se recupera de uma lesão grave, no ligamento cruzado anterior do joelho, sofrida contra o Everton, em outubro, pela Premier League. Já estava definido que ele não voltaria a jogar pelo Liverpool, mas a ausência foi confirmada também para a Eurocopa, de forma a poder se recuperar plenamente para o início da temporada 2021/22.

Van Dijk tem sido fundamental ao Liverpool desde que foi contratado, em 2017. Tonou-se um pilar do time de Júrgen Klopp que conquistou a Champions League, em 2019, e a Premier League, em 2020, já em meio à pandemia. Sua ausência, tão sentida, é algo que se conta os minutos para que ele possa voltar.

“Nesta última fase para mim mesmo, eu tomei uma decisão que eu teria que tomar, se eu estaria envolvido na Eurocopa ou não. Com tudo que está acontecendo, eu sinto que fisicamente é a decisão certa a ser tomada não ir para a Eurocopa e ir para a última fase da minha reabilitação durante a pré-temporada”, disse Van Dijk.

“Então, o foco será na pré-temporada com o clube e isso é um objetivo realista, então estou ansioso para isso. Obviamente eu estou muito sentido em perder a Eurocopa e liderar o meu país lá, mas as coisas aconteceram como aconteceram e eu tenho que aceitar isso. Nós todos temos que aceitar isso. Eu acho que a decisão de não ir é a melhor decisão, olhando para todo o contexto. É difícil, mas eu estou em paz com isso”.

Com isso, o zagueiro espera estar pronto para o início da próxima temporada. A campanha da próxima Premier League, de 2021/22, começa no dia 14 de agosto. “O cirurgião está muito feliz com tudo o que está acontecendo e, como eu disse, o bom é que ainda não tive nenhum contratempo e espero que isso não aconteça”, afirmou ainda o zagueiro.

“Eu acho que esta decisão foi definitivamente a certa, na minha opinião, para dar ao meu corpo e meu joelho um pouco mais de tempo extra para se preparar para, espero, um grande, grande 18 meses, pelo menos com o clube, mas também com meu país porque também estamos tentando ir para o próximo torneio depois disso, que começa em setembro”, continuou Van Dijk.

O zagueiro sabe que a Eurocopa é importante, mas estar plenamente preparado para os próximos 18 meses inclui também estar bem para a Copa do Mundo de 2022, que será disputada pela primeira vez no fim do ano, e não no meio. A Copa 2022 no Catar começará no dia 21 de novembro de 2022 e vai até o dia 18 de dezembro. Van Dijk sabe que é importante se recuperar plenamente e com segurança para jogar bem na temporada 2021/22 e estar em plena forma.

Os torcedores do Liverpool certamente ficam felizes em saber que o jogador quer estar bem para começar bem a próxima temporada. Van Dijk tem feito uma falta imensa ao time de Jürgen Klopp, que faz uma temporada bem pior que a anterior.

Não só o time nem passou perto de disputar o título da Premier League e também foi eliminado em todas as competições, mas também está seriamente ameaçado de não conseguir uma vaga na próxima Champions League. Em sexto lugar, com 57 pontos, está perseguindo o Chelsea, quarto colocado com 64 pontos), e ainda tem entre eles o West Ham, com 58. O Liverpool, ao menos tem um jogo a menos e pode reduzir a diferença em três pontos, caso vença. Certamente Van Dijk irá torcer muito para que o clube consiga a classificação para a próxima edição da Champions League.

A Eurocopa acontece do dia 11 de junho ao dia 11 de julho. As seleções provavelmente poderão convocar 26 jogadores, e não os 23 habituais, de forma a prevenir problemas pelo físico exaurido dos jogadores pelo calendário de jogos durante a pandemia. A Eurocopa continua marcada para acontecer em diversos países e terá público, segundo garante o presidente Aleksander Ceferin. A Dinamarca planeja receber até 12 mil pessoas no estádio, enquanto a Rússia, mais otimista, espera receber até 30 mil. Quem também manifestou que terá público é Roma, no Estádio Olímpico. O Reino Unido é outro país que receberá público nos jogos da Eurocopa – Wembley receberá semifinais e final. Aliás, não poder receber público foi a razão de Bilbao deixar de ser sede e dar lugar a Sevilla.

A Holanda, ou Paísers Baixos, como o país quer ser chamado, está no grupo C, com sede em Amsterdã e Bucareste, com Ucrânia, Áustria e Macedônia do Norte.

 

 

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo