Eurocopa 2024

Atropelo na estreia da Eurocopa consagra evolução das joias da Alemanha

Pela primeira rodada da Eurocopa, a Alemanha fez o que quis com a Escócia - e muito disso passou pelos jovens jogadores

Nesta sexta-feira (14), a Alemanha goleou a Escócia por 5 a 1, na Allianz Arena, na grande estreia da Eurocopa 2024. E o atropelo da Nationalelf consagrou a evolução das joias da anfitriã.

Dois personagens roubaram a cena na 1ª rodada do Grupo A da Euro: Florian Wirtz e Jamal Musiala. Aliás, o meia-atacante do Bayer Leverkusen se tornou o jogador mais jovem a fazer um gol de abertura do torneio.

Aos 21 anos e 42 dias, Wirtz vive uma fase espetacular na carreira. Ele foi um dos principais responsáveis pelo título inédito do Leverkusen na Bundesliga, além da conquista da Copa da Alemanha.

Florian Wirtz pelo Bayer Leverkusen em 2023/24

  • Jogos: 49
  • Gols: 18
  • Assistências: 19

O craque do Bayern de Munique já disputou uma Copa do Mundo (no Catar, em 2022) como titular. Agora, Musiala assumiu a responsabilidade da camisa 10 da Alemanha e esbanja qualidade técnica na Eurocopa.

Mesmo com uma temporada ruim dos Bávaros, o meia-atacante foi uma das boas notícias da temporada. Com muita personalidade e habilidade, Jamal Musiala mostra que está pronto para o protagonismo mundial.

Jamal Musiala pelo Bayern de Munique em 2023/24

  • Jogos: 38
  • Gols: 12
  • Assistências: 7

Kai Havertz, de 25 anos, também merece uma menção honrosa pela boa partida contra a Escócia. Com um misto de experiência – incluindo Manuel Neuer, Toni Kroos e İlkay Gündoğan – e nova geração, a seleção alemã parece ter se reencontrado.

Como foi Alemanha x Escócia pela estreia da Eurocopa

Desde o início do 1º tempo, a Alemanha dominou as ações de jogo e sufocou a Escócia. Com mais posse de bola e volume de jogo, não demorou muito para a Nationalelf abrir o placar contra o Tartan Army.

Em uma linda virada de bola da defesa para o lado direito, Kimmich recebeu e percebeu a chegada de Wirtz livre pelo meio. O meia-atacante bateu de primeira para balançar as redes.

Muito superior na partida, a seleção alemã continuou massacrando a seleção escocesa. Havertz recebeu a bola dentro da grande área e rolou para Musiala, que mandou um foguete para o gol.

Para piorar a vida do Tantam Army, Porteous foi expulso após dar uma entrada criminosa no tornozelo de Gündoğan dentro da área. No pênalti, Havertz não desperdiçou.

Completamente confortável no jogo – e com um jogador a mais -, a Alemanha passou a administrar a vantagem sobre a Escócia até a ida para o intervalo.

Virou passeio

O 2º tempo virou passeio. A Nationalelf deu ares de goleada com uma verdadeira pintura de Füllkrug, que acertou uma verdadeira bomba no ângulo dentro da grande área.

Aliás, o centroavante chegou a balançar as redes de novo após um cruzamento. Só que ele estava em posição de impedimento na hora do passe – para o alívio do Tartan Army.

Ainda deu tempo para a Escócia descontar com um gol contra da Alemanha. Rüdiger acabou cabeceando sem querer em direção a própria meta após um bate-rebate na área.

Contudo, já no apagar das luzes, a Nationalelf deu números finais ao jogo em uma linda jogada trabalhada – com toques rápidos de pé em pé – até Emre Can finalizar com estilo no cantinho.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus CristianiniRedator

Jornalista formado pela Unesp, com passagens por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia. Na Trivela, é redator de futebol nacional e internacional.
Botão Voltar ao topo