Alemanha

Musiala escolhe defender a seleção alemã: “Não foi fácil, tenho um coração pela Alemanha e outro pela Inglaterra”

Destaque da vitória do Bayern de Munique por 4 a 1 sobre a Lazio pela ida das oitavas de final da Champions League, tornando-se o jogador mais jovem a marcar pelo clube em um jogo na competição europeia, Jamal Musiala enfim decidiu qual seleção defender como profissional: a alemã.

Musiala nasceu em Stuttgart, na Alemanha, filho de uma mãe alemã e de um pai britânico-nigeriano. Mudou-se para a Inglaterra aos sete anos, acompanhando sua mãe, que havia começado estudos de sociologia na Universidade de Southampton. Até dois anos atrás, cresceu e desenvolveu laços na Inglaterra, defendendo as categorias de base do Chelsea e da seleção inglesa, até se transferir para o Bayern de Munique.

Em entrevista ao site The Athletic, Musiala explicou sua decisão pela seleção alemã: “Pensei muito nessa questão. ‘O que é melhor para o meu futuro?’ ‘Onde eu terei mais chances de jogar?’ No fim, apenas escutei a sensação que, há um bom tempo, vinha me dizendo que a decisão certa era jogar pela Alemanha, a terra em que nasci. Ainda assim, não foi uma decisão fácil para mim”.

Alguns de seus companheiros de Bayern foram importantes no seu processo de escolha, com Joshua Kimmich e Serge Gnabry entre aqueles que mais defendiam o argumento de que Musiala se juntasse a eles na seleção. A Federação Alemã passou os últimos meses tentando convencê-lo, e Joachim Löw, técnico da equipe, falou publicamente, no fim de janeiro, sobre seus planos de convocar o garoto para os jogos da seleção em março.

“Tenho um coração pela Alemanha e um coração pela Inglaterra. Ambos os corações seguirão batendo. (…) A Inglaterra é uma casa para mim. É difícil achar palavras para expressar o que a Inglaterra significa para mim, porque tenho muitas memórias conectadas a emoções bastante positivas”, contou Musiala, reforçando a dificuldade de optar por um lado.

Em meio a uma geração de vários talentos ingleses em sua posição, como James Maddison, Phil Foden, Jack Grealish e Mason Mount, esportivamente Musiala parece escolher a opção mais segura e de concorrência mais simples. Prestes a completar 18 anos e a renovar com o Bayern de Munique por alguns anos, o garoto começa a delinear um caminho que lhe dá todas as condições de cumprir seu enorme potencial.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo