Eliminatórias da Copa

Seleção Brasileira: Fernando Diniz aposta em novatos para substituir laterais lesionados

Carlos Augusto e Yan Couto ganham suas primeiras oportunidades com a Seleção Brasileira principal em meio à várias lesões de convocados

Com as lesões de Renan Lodi e Vanderson, o técnico da Seleção Brasileira, Fernando Diniz, convocou o lateral-esquerdo Carlos Augusto, da Inter de Milão, e o direito Yan Couto, do Girona, para os jogos contra Venezuela (12 de outubro, em Cuiabá) e Uruguai (17, em Montevideo), ambos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA 2026.

As desconvocações de Lodi e Vanderson aconteceram após consulta de Rodrigo Lasmar, médico do Brasil, com o departamento médico das equipes. Antes, Raphinha e Caio Henrique (outro lateral-esquerdo) tiveram que ser cortados da convocação por problemas físicos, dando lugar a David Neres e Guilherme Arana.

Havia a expectativa que Pepê ocupasse a vaga de Vanderson, mas Diniz optou por conceder ao jovem Yan Couto, de 21 anos, sua primeira oportunidade de vestir a amarelinha. Carlos Augusto, ex-Corinthians, também fará sua estreia na Seleção Brasileira.

Yan Couto e Carlos Augusto lutam por titularidade em seus clubes

O Girona, clube da Catalunha que pertence ao Grupo City, é uma das surpresas desse início de La Liga. A equipe de Yan Couto chegou à liderança da competição na sétima rodada, a frente dos gigantes Barcelona, Atlético de Madrid e Real Madrid – mas acabou caindo para terceiro ao ser derrotado pelos Merengues.

Das oito rodadas disputadas, Yan foi jogou sete, sendo quatro como titular, sempre bem aberto no campo, dando amplitude pelo lado direito e liberdade para o atacante flutuar para o meio. O lateral marcou um belo gol de perna esquerda na vitória por 4 x 2 em cima do Granada e deu a assistência para o gol de Portu, novamente aparecendo dentro da área, dando o triunfo em cima do Las Palmas por 1 x 0. Além da questão ofensiva por ser um meia de origem, Yan Couto tem bons números defensivos, com média de dois desarmes e 4.4 recuperações de bola por jogo em La Liga.

O brasileiro luta posição com outro jovem: Arnau Martínez, lateral-direito espanhol de 20 anos, atuou cinco vezes, todas como titular no time de Michel.

Vale destacar que Yan, revelado para o futebol pelo Coritiba, pertence ao Manchester City, já foi emprestado ao Braga, de Portugal, e seu empréstimo ao Girona encerra ao fim desta temporada.

A disputa por posição na ala esquerda da Inter de Milão é mais complicada para Carlos Augusto, que acabou de chegar na equipe vice-campeã da Champions com Federico Dimarco como um dos principais jogadores. O italiano jogou como titular em seis das sete rodadas da Série A – o brasileiro só teve uma oportunidade dentre os 11 iniciais no campeonato, na goleada por 4 x 0 em cima da Salernitana, anotando sua primeira assistência na temporada nesta partida. Carlos ainda atuou vindo do banco em outras seis partidas, mas teve média baixa tempo em campo (apenas 19 minutos).

Pela abertura da Champions League, o brasileiro teve outra chance entre os titulares no empate com a Real Sociedad, mas não se destacou. Na rodada seguinte, atuou por seis minutos vindo do banco.

A convocação de Carlos acontece também pelo assédio recente da seleção italiana. Em duas oportunidades, em outubro de 2022 e fevereiro desse ano, o jogador recusou defender a Itália. Na temporada anterior, ele brilhou com a camisa do Monza no Campeonato Italiano, novamente jogando como ala esquerdo em um esquema de três zagueiros. Foram 11 participações em gols (seis gols e cinco assistências) em 35 jogos, motivo que o levou a Inter de Milão por empréstimo com opção obrigatória de compra.

Carlos Augusto tem chances de lutar pela titularidade na Seleção Brasileira de Diniz – diferente de Yan, que deve ser reserva do experiente Danilo. Renan Lodi é o titular natural da lateral esquerda, mas com sua lesão, a posição fica vaga, deixando aberta a disputa entre o jogador da Inter de Milão e Arana – ambos revelados pelo Corinthians.

Relembre a lista completa de convocados da seleção brasileira nos jogos contra Venezuela e Uruguai

  • Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Lucas Perri (Botafogo);
  • Laterais: Danilo (Juventus), Yan Couto (Girona), Guilherme Arana (Atlético-MG) e Carlos Augusto (Inter de Milão);
  • Zagueiros: Bremer (Juventus), Marquinhos (PSG), Gabriel Magalhães (Arsenal) e Nino (Fluminense);
  • Meio-campistas: André (Fluminense), Casemiro (Manchester United), Bruno Guimarães (Newcastle), Gerson (Flamengo) e Raphael Veiga (Palmeiras);
  • Atacantes: Neymar (Al-Hilal), Rodrygo (Real Madrid), Vinicius Junior (Real Madrid), Gabriel Jesus (Arsenal), Richarlison (Tottenham), David Neres (Benfica) e Matheus Cunha (Wolverhampton).
Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius é nascido e criado em São Paulo e jornalista formado pela Universidade Paulista (UNIP). Escreveu sobre futebol nacional e internacional no Yahoo e na Premier League Brasil, além de esports no The Clutch. Como assessor de imprensa, atuou no setor público e privado.
Botão Voltar ao topo