Serie A

Lautaro sai do banco para destruir a Salernitana com quatro gols e manter a Inter na liderança

Poupado para o meio da semana, Lautaro só jogou o segundo tempo e foi o bastante para decidir o duelo contra a Salernitana com dois gols e manter a Inter na liderança da Serie A

A Inter de Milão entrou em campo pressionada depois da vitória do Milan sobre a Lazio, mais cedo, que fez com que o rival tomasse a ponta da tabela. O jogo foi mais difícil do que se imaginou, mas bastou a entrada do seu principal jogador para tudo se resolver. Lautaro Martínez saiu do banco e fez os quatro gols dos nerazzurri na vitória por 4 a 0 sobre a Salernitana, no Stadio Arechi.

Como era esperado, Simone Inzaghi poupou alguns jogadores pensando na Champions League. Do time considerado titular, não estiveram em campo Alessandro Bastoni, Henrikh Mkhitaryan, Lautaro Martínez, Matteo Darmian e Federico Dimarco. Muitos jogadores poupados porque o adversário era acessível.

Só que a dificuldade apresentada no jogo foi maior do que se esperava., Marcus Thuram comandou a linha de ataque ao lado de Alexis Sánchez, que retornou ao clube para ser uma opção, mas não conseguiu ter uma boa atuação. O empate sem gols no primeiro tempo deixou os torcedores tensos.

Era esperado, então, que Simone Inzaghi convocasse seus titulares do banco de reservas para conseguir levar os três pontos da partida. Embora ele não tenha feito alterações no intervalo, logo a nove minutos vieram três mudanças de uma vez: entraram Kristjan Asllani para descansar Hakan Çalhanoglu, Mkhitaryan, que entrou no lugar do apagado Davy Klaassen, e Lautaro Martínez no lugar de Alexis Sánchez.

Lautaro faz toda a diferença

Com Laurato Martínez em campo, a Inter conseguiu abrir o placar aos 17 minutos. Depois de receber e matar no peito, Laurato deixou a bola com Marcus Thuram, que conduziu pela esquerda e cruzou rasteiro para o próprio Lautaro dar um toquinho com categoria e marcar 1 a 0. Uma bela jogada e um belo gol da Inter.

O empate, porém, não demorou. Logo depois, aos 20 minutos, o time da casa marcou. A Inter perdeu a bola em um passe ruim para Lautaro Martínez, que também bobeou e perdeu a bola. Agustín Martegiani conduziu a bola, fez o passe para Mateus Legowski tocar e marcar. Só que o polonês estava impedido e o gol foi anulado.

O segundo gol da Inter foi amadurecendo e novamente veio com Lautaro Martínez. O goleiro Guillermo Ochoa saiu jogando mal, Damagoj Bradaric foi desarmado por Denzel Dumfries, que tocou para Lautaro. O camisa 10 abriu na direita para Nicolò Barella, que tocou rasteiro para trás justamente para Lautaro, que encheu o pé de primeira e marcou 2 a 0, aos 31 minutos.

Já aos 38 minutos, Marcus Thuram recebeu passe de Barella, girou em cima de Matteo Lovato e teve a sua camisa agarrada. Um lance discutível, mas pela camisa ter sido puxada, também é compreensível que tenha sido marcada. Lautaro Martínez foi para a cobrança e com categoria deslocou o goleiro para cravar 3 a 0 no placar.

O jogo estava tranquilo e decidido, mas teve mais gol de Lautaro Martínez. Desta vez, em uma jogada trabalhada pelo meio que passou por Lucien Agoumé, Mkhitaryan e Carlos Augusto. O lateral brasileiro cruzou rasteiro para Lautaro, bem posicionado, marcar mais um: 4 a 0, aos 43 minutos. Uma atuação absurdamente decisiva do argentino.

Com seus quatro gols na partida, Lautaro Martínez é o artilheiro da Serie A com sobras. São nove gols marcados em sete jogos disputados até aqui. Números impressionantes do jogador, mesmo com bons concorrentes, como Victor Osimhen, marcando. O nigeriano tem cinco gols até aqui.

Situação na tabela e próximos jogos

A vitória é crucial para que a Inter mantenha a liderança, com 18 pontos, mesma pontuação do Milan. Na Itália, o primeiro critério de desempate é o confronto direto e os interistas golearam os rivais. O Napoli vem em terceiro com 14 pontos, seguido pela Juventus com 13, que ainda joga na rodada.

A Inter volta a campo pela Champions League, na terça-feira (3), contra o Benfica, em San Siro. Um duelo importante pela competição continental. No sábado (7), volta a jogar pela Serie A em casa contra o Bologna, comandado pelo seu ex-jogador, Thiago Motta.

A Salernitana vive uma situação bem diferente. Com apenas três pontos após sete rodadas, o time é 18º, afundado na zona do rebaixamento e ainda sem conseguir uma vitória sequer. O time tem três empates e quatro derrotas. Volta a campo no próximo domingo (8), contra o Monza, fora de casa.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo