Brasil

O que Vitinho e Fernando, agora no profissional, podem trazer ao elenco do Cruzeiro

Destaques do Cruzeiro no vice campeonato da Copinha, o meia Vitinho e o atacante Fernando irão treinar com o profissional a partir desta segunda-feira (29)

O Cruzeiro fez uma grande campanha na Copinha 2024, chegando até a final, onde foi batido pelo Corinthians, por 1 a 0, em uma Neo Química Arena cheia. Diversos garotos se destacaram durante a positiva jornada celeste na principal competição de base do futebol brasileiro e dois deles passam a treinar com o profissional da Raposa de forma imediata: o meia Vitinho e o atacante Fernando.

Esta será a primeira experiência de Vitinho como parte do elenco principal celeste. Ele até chegou a realizar alguns treinamentos com o time de cima, mas sem integrar o plantel oficialmente. Fernando, por sua vez, já esteve no time profissional do Cruzeiro, na reta final da temporada de 2023, chegando a estrear com a camisa estrelada em partida contra o Flamengo, no último dia 19 de outubro. Na ocasião, ele jogou poucos minutos. Depois disso, chegou a figurar no banco de reservas, mas não atuou.

O bom futebol apresentado na Copinha e em outros momentos, além da natural expectativa criada sobre as jovens promessas fazem com que as promoções sejam celebradas. A tendência é que a dupla apareça no time profissional neste início de ano, já que Fernando Seabra, treinador do sub-20 celeste, e Nicolás Larcamón, comandante da equipe principal, deixaram claro que somente seriam promovidos jogadores que fossem ter espaço, para que não ficassem parados e seu desenvolvimento fosse prejudicado. Mas em que Vitinho e Fernando podem agregar no elenco da Raposa? A Trivela separou alguns pontos.

Vitinho

Vitinho é meia e completará 20 anos de idade no próximo dia 18 de fevereiro. Na Copinha, onde vestiu a camisa 10 do Cruzeiro, disputou oito partidas, não marcou gols e deu duas assistências. O jogador iniciou sua trajetória na Ponte Preta e chegou ao time celeste em 2023. Estreou pelo time principal da Macaca em 2022, fazendo dois jogos na reta final da Série B daquele ano.

O camisa 10 do sub-20 do Cruzeiro é um jogador muito técnico, com facilidade no drible curto e com grande qualidade no passe. Atuando no meio de campo, surge como uma opção interessante a um time que tem apenas Matheus Pereira, titular absoluto, e Mateus Vital, muito contestado e que ainda não jogou nesta temporada por estar se recuperando de lesão.

Criativo, o jogador é daqueles que faz o jogo andar e chama a atenção pela sua velocidade de raciocínio, podendo acelerar o jogo com poucos toques.

Mas sua Copinha sólida evidenciou outra característica que faz com que Vitinho seja como um “coringa” em campo: sua versatilidade. O jogador começou a competição como um meia, mas com o decorrer dos jogos foi atuando mais deslocado pela esquerda até se tornar, de fato, o ala por aquele lado do campo.

Jogando como lateral, Vitinho manteve o bom nível de atuações e qualificou a saída de bola do Cruzeiro, utilizando sua qualidade de passe e no drible para desafogar a pressão sofrida pela equipe, participando muito bem do primeiro momento da construção de jogadas da Raposa.

Ter um perfil como este no elenco principal facilita a vida do treinador, já que nasce a possibilidade de mudar o time sem fazer substituições. Além disso, ter um camisa 10 como lateral pode ser importante nos momentos em que a equipe precise ser mais ofensiva. Vitinho ainda se mostrou bastante maduro para sua pouca idade e isso o ajudará a se adaptar no time profissional.

Fernando

Grande nome do sub-20 do Cruzeiro na última temporada e na Copinha, onde fez quatro gols e quatro assistências em oito jogos — ele ficou de fora da final por suspensão —, além de um bom desempenho para além das participações diretas em bolas na rede, Fernando era o jogador da base mais cotado para ingressar no time profissional, onde já possui experiência.

Aos 18 anos, o atacante, que chegou ao Cruzeiro em 2022 vindo do Água Santa, atua pelos lados do campo, mais como um segundo atacante do que como um ponta. Esta é uma posição carente no elenco do Cruzeiro, que conta apenas com Arthur Gomes, os lesionados Wesley e Gabriel Veron, e os também garotos Robert e João Pedro, para atuarem no ataque celeste. Por isso e pelo bom momento vivido, Fernando pode se tornar opção rapidamente e, caso demonstre no profissional a maturidade e a personalidade do sub-20, tem tudo para se tornar importante no grupo de Nicolás Larcamón.

Fernando se destaca pela capacidade de driblar, a velocidade e, especialmente, pela finalização. O jogador foi o artilheiro do sub-20 do Cruzeiro em 2023, com 26 gols, além de ter dado dez assistências. Na Copinha, isso se repetiu. É nítido que sua técnica de finalização é acima da média, principalmente se levar-se em conta a sua pouca idade.

O jogador mostrou, ainda, que tem muita qualidade além da concretização. Em diversas ocasiões na Copinha, Fernando deu passes açucarados para seus companheiros, fez jogadas individuais e puxou contra-ataques, sem contar com sua entrega na marcação, algo que enche os olhos da maioria dos treinadores. A expectativa para que ele se torne peça importante no time é grande e o Campeonato Mineiro será uma boa oportunidade para isso.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo