Brasil

Alan Patrick na Seleção? Baixas no ataque criam dor de cabeça para Diniz e aumentam chances

Trivela apurou que Alan Patrick, meia do Inter, é um dos candidatos de Diniz para suprir ausência de Neymar na Seleção

Fernando Diniz se vê obrigado a conviver com lesões e cortes praticamente desde o dia em que assumiu a seleção brasileira. O treinador já teve de cortar oito atletas convocados e acaba de perder aquele que é seu principal jogador: Neymar sofreu uma grave lesão no ligamento cruzado e no menisco do joelho esquerdo na derrota para o Uruguai e ficará fora de ação por longos meses. Todo este contexto de baixas – especialmente no ataque – faz crescer as chances de Alan Patrick aparecer na próxima lista de convocados, para os jogos contra Colômbia e Argentina, válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026.

Conforme apurado pela Trivela, o meia do Inter está no radar de Fernando Diniz. Não apenas pelos desfalques, mas pelo grande momento que ele vive com a camisa 10 colorada. O treinador já afirmou mais de uma vez que faz suas convocações com prioridade à fase técnica e não apenas pensando na Copa do Mundo de 2026.

Por tudo isso, Alan Patrick é um dos candidatos para suprir a ausência de Neymar. Até porque Diniz coleciona mais ausências no setor ofensivo. Cortado da última Data Fifa, Raphinha ainda não voltou a atuar pelo Barcelona. E Gabriel Jesus acaba de sofrer uma lesão muscular que pode tirá-lo da próxima convocação.

Alan Patrick faz por merecer convocação para Seleção

No último domingo (22), Alan Patrick brilhou com um golaço no massacre do Inter sobre o Santos por 7 a 1 no Beira-Rio. Na última quarta-feira (26), o camisa 10 deu um passe que parecia com as mãos para Mauricio marcar na vitória colorada por 2 a 1 sobre o Vasco, em São Januário. São cenas que se repetem. A cada jogo, uma atuação de gala do meia para colocar seu nome no debate sobre uma chance na Seleção.

– Seleção, eu costumo dizer, é consequência do que todo atleta faz no clube. Eu procuro estar 100% focado aqui no Inter, ajudar meus companheiros dentro dos nossos objetivos, buscar o que nós temos como meta. Seleção é um sonho que eu sempre tive dentro de mim, desde o início da minha carreira. Sempre é possível. Ainda é possível – afirmou o camisa 10 após o jogo contra o Santos.

Não bastassem as atuações, os números são o maior cartaz de Alan Patrick por uma vaga na Seleção. O meia vive a melhor temporada da carreira e acaba de atingir o “duplo-duplo” na temporada. Ele soma 14 gols e 10 assistências em 2023 pelo Inter. Ele ´o artilheiro e líder em assistências da equipe no ano.

Os planos de Diniz para a Seleção sem Neymar

Mas o “plano A” de Diniz para armar o Brasil sem Neymar não envolve Alan Patrick. Conforme apurado pela Trivela, o treinador deve optar por centralizar Rodrygo na vaga que costuma ser do camisa 10 e optar por um outro extrema pela direita.

Raphinha seria o substituto ideal, mas está lesionado. Martinelli volta para a próxima Data Fifa e pode ser deslocado para a direita, já que Vini Jr é o dono da extrema esquerda. David Neres também surge como opção. No ataque, o técnico pretendia utilizar Gabriel Jesus, mas Richarlison deve seguir no time.

Gabriel Jesus preocupa Seleção

Isso, porque não bastasse a ausência de Neymar, Diniz ainda deve perder aquele que seria o seu camisa 9 titular na próxima Data Fifa. Gabriel Jesus sofreu uma lesão muscular e pode não se recuperar a tempo dos jogos contra Colômbia e Argentina. Em entrevista coletiva, o técnico Mikel Arteta afirmou que a tendência é que o atacante seja baixa “por algumas semanas”.

– Para Gabriel Jesus, os exames mostram que há lesão muscular e podemos perdê-lo novamente por algumas semanas – disse o treinador.

Gabriel Jesus sofre lesão muscular e preocupa Arsenal e Seleção (Icon Sport)

Conforme apurado pela Trivela, ainda não há um prazo definido para o retorno do atacante. Inicialmente, o diagnóstico foi de que o problema seria leve, mas Jesus passou por novos exames. A lesão vem justamente em um momento em que o camisa 9 era um dos destaques do Arsenal. Na última terça-feira, ele comandou a equipe na vitória por 2 a 1 sobre o Sevilla, fora de casa, pela Champions League, com um gol e uma assistência para Martinelli. Tanto, que Arteta se derreteu pelo jogador.

– Estou muito feliz com a atuação de Gabriel. Grandes jogos são para grandes jogadores. Precisamos de momentos mágicos em partidas deste tamanho. Precisamos de grandes jogadores para dar um passo à frente e fazer isso. Tanto o gol quanto a assistência foram lindos. Quero ver o passe em câmera lenta. Ele foi tão habilidoso e logo mandou aquela bola para Martinelli – disse Arteta.

Quando joga a Seleção?

O Brasil enfrenta a Colômbia no próximo dia 16, às 21h (horário de Brasília), no Estádio Metropolitano de Barranquilha, pela 5ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. Depois, a Seleção terá pela frente o clássico com a Argentina, no dia 21, às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo