Brasileirão Série A

Todo dia um 7×1 diferente: Internacional massacra o Santos e aplica goleada histórica no Beira-Rio

Internacional começa com tudo e aproveita um Santos apático para construir goleada em confronto importante da segunda parte da tabela

Em confronto direto da parte de baixo da tabela de classificação, o Internacional não tomou conhecimento do Santos, na tarde deste domingo (22), no Beira-Rio. Na maior goleada do Campeonato Brasileiro 2023, o Colorado aplicou histórico 7 a 1. Enner Valencia, duas vezes, Kevyson (contra), Alan Patrick, Wanderson, Bustos e Luiz Adriano marcaram os gols do Inter, enquanto Maxi Silvera descontou para o Peixe.

Com a goleada, o Inter permanece na 12ª colocação, mas abre cinco pontos de diferença para a zona de rebaixamento. Já o Santos cai para o 18º lugar, estacionando nos 30 pontos.

Massacre começou cedo

Foram necessários apenas 53 segundos para saber qual seria a tônica do jogo no Beira-Rio. No primeiro ataque do Inter, Wanderson invadiu a área pelo lado esquerdo, passou como quis por Basso e cruzou rasteiro. Na pequena área, Kevyson mandou contra o próprio patrimônio. O Santos deu mais um presente para o Inter aos 13 minutos. Dodô recuou errado, nos pés de Alan Patrick. Com a categoria que lhe é peculiar, o camisa 10 colorado limpou de Dodi e tocou por cobertura, na saída de Vladimir, para fazer um golaço.

Atordoado, o Santos dava muito espaço para o Inter, que infiltrava na última linha como e quando queria. Enner Valencia cavou uma bola para fora e fez gol anulado por impedimento antes de marcar o seu primeiro, aos 27 minutos. O atacante equatoriano recebeu passe de Mauricio dentro da área e bateu rasteiro para já transformar o placar em goleada.

Ao longo do primeiro tempo, Marcelo Fernandes tentou estancar a sangria adiantando Dodô para o meio-campo. Mas não resolveu. O Santos até assustou em algumas bolas paradas, que pararam em defesa de Rochet, e na trave, em desvio de Rincón. Mas foi o Inter quem voltou a marcar aos 38 minutos. Em tarde inspirada, Wanderson recebeu passe em profundidade de Aránguiz e tocou na saída de Vladimir, que até desviou a bola, mas não conseguiu evitar o quarto gol colorado.

Mais três no segundo tempo

Marcelo Fernandes tentou mudar o panorama na volta para o segundo tempo, com três mudanças que postaram o Santos com duas linhas de quatro. Mas o cenário da partida seguiu o mesmo. Aos 9 minutos, Maurício rolou para Bustos, que bateu forte e cruzado de fora da área para fazer o quinto.

O Santos teve oportunidade de descontar aos 13, mas Marcos Leonardo acertou o travessão. Dois minutos depois, Enner Valencia fez seu segundo ao estufar as redes após receber passe de Alan Patrick.

Com a larga vantagem, Eduardo Coudet se deu ao luxo de preservar seus principais jogadores. O sétimo gol veio em jogada de dois atacantes que entraram no decorrer da segunda etapa. Aos 30 minutos, Pedro Henrique passou para Luiz Adriano, que bateu cruzado.

O Santos marcou seu gol de honra quatro minutos depois. Após cobrança de escanteio, a bola ficou viva na pequena área, e Maxi Silvera completou para o gol vazio. Aos 42, Maurício ainda teve oportunidade de deixar o seu, mas chutou para fora.

Estatísticas de Internacional 7 x 1 Santos – Campeonato Brasileiro 2023

Posse de bola: 51% x 49%

Chutes: 13 x 9

Chutes a gol: 7 x 3

Gols: Kevyson – contra 1′, Alan Patrick 13′, Enner Valencia 27′, Wanderson 38′, Bustos 53′, Enner Valencia 60′ e Luiz Adriano 75′ (I) Maxi Silvera 79′

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas WagnerSetorista

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo