Brasileirão Série A

Adiamento tira dois titulares, mas São Paulo espera ter reforço de peso em clássico

São Paulo perde dois jogadores por suspensão, mas nutre expectativa de ter Calleri no Majestoso

O adiamento de duas rodadas do Campeonato Brasileiro por conta da tragédia que assola o Rio Grande do Sul deu a Luis Zubeldía a sua primeira semana livre de jogos desde que ele assumiu o São Paulo há exato um mês. Mas a tão necessária — e atrasada em alguns dias — suspensão do Brasileirão também trouxe um efeito colateral negativo para o Tricolor. E ele será sentido logo no clássico com o Corinthians, marcado para o dia 2 de junho, às 16h (horário de Brasília), na Neo Química Arena.

O Majestoso será o primeiro compromisso do São Paulo pelo Campeonato Brasileiro após a paralisação da competição. Com isso, Luciano e Igor Vinicius estão suspensos e serão desfalques justamente no confronto na casa do arquirrival. Os dois receberam o terceiro cartão amarelo na vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, no MorumBIS.

Inicialmente, eles cumpririam a suspensão no duelo com o Cruzeiro nesta segunda-feira (20), novamente em casa. Mas o confronto foi adiado, assim como o jogo seguinte, diante do Inter no Beira-Rio, que estava marcado para o domingo (26). As duas partidas ainda não têm nova data definida, nem sequer prevista pela CBF.

Por falar em ausências, o clássico contra o Corinthians servirá de despedida para Rafael antes da disputa da Copa América. O goleiro foi convocado por Dorival Júnior para substituir Éderson, lesionado, na seleção brasileira. Ele será desfalque por ao menos sete rodadas do Brasileirão. O número pode subir para nove, caso o Brasil chegue ao menos à semifinal da competição.

São Paulo deve ter retorno de Calleri

Sem poder contar com dois de seus titulares, Zubeldía espera ao menos contar com o retorno de Calleri para o clássico. O centroavante se recupera de uma lesão muscular na panturrilha direita, sofrida na vitória por 3 a 1 sobre o Cobresal, pela Libertadores. Conforme apurado pela Trivela, a previsão do departamento médico para o retorno do camisa 9 foi de duas a três semanas.

Por isso, há a expectativa de que Calleri volte a ficar à disposição ainda antes do Majestoso. O Tricolor espera que o centroavante tenha condições de ao menos estar no banco de reservas na partida contra o Talleres, no dia 29 de maio.

Quem joga nos lugares de Igor e Luciano?

Os dois desfalques são de titulares de Luis Zubeldía, mas a ausência de Igor Vinicius, ao menos em tese, é mais fácil de ser resolvida. O argentino deve optar por Moreira como substituto natural na lateral direita. Luciano, por sua vez, é o principal jogador do São Paulo desde que o treinador assumiu a equipe. A tendência é de que o comandante opte por usar Lucas Moura centralizado, mesmo que a preferência seja por ter o camisa 7 por um dos lados do campo.

— Com respeito ao Lucas, mais ou menos estava planejado entre 20 e 30 minutos para que jogasse. Ele pode fazer em qualquer um dos setores. Direita, centro ou esquerda. Dependendo da situação, eu tomo a decisão. Na parte defensiva, quando ele entra, não faz falta, porque os laterais vão estar cansados, não há tanto problema com essa recomposição. Quando jogue titular, veremos em que posição podemos botar. Nas três se equilibra. O jogo dele não muda. O importante é que esteja saudável — analisa o treinador.

Lucas deve ser o substituto de Luciano no São Paulo contra o Corinthians (IconSport)

Os próximos três jogos do São Paulo:

  • São Paulo x Águia de Marabá — Copa do Brasil — quinta-feira, 23 de maio, às 21h30 (horário de Brasília) — Transmissão: Amazon Prime (Streaming);
  • São Paulo x Talleres — Libertadores — quarta-feira, 29 de maio, às 21h30 (horário de Brasília) — Transmissão: TV Globo (TV aberta) e Paramount + (Streaming);
  • Corinthians x São Paulo — Brasileirão — domingo, 2 de junho, às 16h (horário de Brasília) — Transmissão: TV Globo (TV aberta) e Premiere (TV por assinatura).
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo