Brasileirão Série A

Majestoso é chance para defesa do São Paulo alcançar marca inédita há 30 anos

São Paulo não sofre gol há cinco jogos e pode chegar a série que não ocorre desde 1991

Luis Zubeldía chegou para mudar os rumos do São Paulo na temporada, e a defesa é a maior prova disso. A equipe que mais sofreu gols do que teve jogos sob o comando de Thiago Carpini parou praticamente de ser vazada. E agora, o Tricolor está próximo de alcançar uma marca inédita há mais de 30 anos.

O São Paulo pode chegar ao sexto jogo seguido sem sofrer gol, algo que não ocorre desde 1991 — há mais de 33 anos. Para isso, basta manter o zero no placar no clássico com o Corinthians, neste domingo (16), às 16h (horário de Brasília), na Neo Química Arena, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

A um Majestoso de fazer história, o Tricolor já pode se orgulhar de seu retrospecto defensivo com Zubeldía. O empate em 0 a 0 com o Inter, na última quinta-feira (13), foi o quinto jogo consecutivo sem gol sofrido. A última vez que a equipe ficou tanto tempo sem ser vazada foi em abril de 2021.

Números escancaram melhora da defesa pós-Carpini

Todos esses números escancaram a melhora defensiva desde a saída de Thiago Carpini. O treinador se despediu do clube com a marca negativa de ter mais gols sofridos do que jogos comandados. Foram 19 gols em 18 partidas, com média de 1,05 por partida.

Desde a sua saída, o São Paulo fez 12 jogos — um deles, sob o comando interino de Milton Cruz. Além de estar invicto, o Tricolor sofreu apenas quatro gols. E são dez partidas sem gol sofrido.

Números da defesa do São Paulo em 2024:

  • Com Thiago Carpini: 19 gols sofridos em 18 jogos — média de 1,05 por partida
  • Desde a saída de Carpini: 4 gol sofridos em 12 jogos — média de 0,3 por partida

Alan Franco mudou defesa de patamar

Uma decisão tomada por Milton Cruz na vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-GO e mantida por Luis Zubeldía é o emblema de como a defesa mudou de patamar desde a saída de Thiago Carpini. O interino deu chance a Alan Franco, e o argentino virou titular absoluto sob o comando do atual treinador.

Os números o sustentam na condição de grande pilar do sistema defensivo. Contra o Corinthians, Alan Franco pode chegar à marca de 20 jogos de invencibilidade. Invicto em 2023, ele não perde uma partida desde 20 de setembro de 2023, na derrota do time reserva por 2 a 1 para o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro.

Defesa do São Paulo em 2024

  • Com Alan Franco: 8 gols sofridos em 16 jogos — média de 0,5 por partida
  • Sem Alan Franco: 15 gols sofridos em 14 jogos — média de 1,07 por partida

E pensar que ele era preterido por Carpini. Antes da mudança no comando, a última partida do zagueiro havia sido em 24 de fevereiro, no empate por 1 a 1 com o Guarani pelo Campeonato Paulista. Ou seja: quase dois meses antes de seu retorno à equipe na vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-GO.

Ou seja: quase dois meses antes de seu retorno à equipe na vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-GO. As estatísticas não deixam dúvidas de como as decisões do ex-treinador se provaram equivocadas.

> Os cinco jogos do São Paulo sem sofrer gol:

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo DecontoSetorista

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo