Libertadores

Fluminense segue irregular, mas classificação na Libertadores alivia momento

Invicto e classificado no primeiro lugar na Libertadores, Tricolor poderá focar em sair da zona do rebaixamento no Brasileirão

O Fluminense pode não ter sido brilhante, mas fez sua parte, venceu o Cerro Porteño e garantiu classificação na Libertadores. Mais do que a importância para as pretensões na temporada, a vaga no mata-mata da competição traz alívio ao Tricolor em um momento difícil. Após uma semana de protestos e em fase irregular, o time de Fernando Diniz terá tempo para respirar, descansar e buscar evolução.

Com um a mais nos últimos 25 minutos de jogo, o Flu chegou a vitória mais no abafa do que na qualidade. A superioridade técnica, entretanto, ficou mais uma vez provada com os gols de Marcelo e Ganso. Se não joga bem e segue irregular em 2024, o time de Fernando Diniz, pouco a pouco, evolui nos resultados.

— Acho que o time fez um bom jogo. Principalmente antes de tomar o gol de empate. Estava soberano. Era jogo de um time só. No momento que estamos vivendo ainda, de energia mesmo, na primeira bola que escapou sofremos gol, num lance duvidoso, se foi falta ou não… Mas tomamos o gol no primeiro ataque do Cerro — opinou.

Os 11 pontos em cinco partidas também já garantiram ao Fluminense a melhor campanha do grupo A. Líder, o Tricolor espera seu adversário nas oitavas de final da Libertadores enquanto corre atrás do prejuízo no Brasileirão, onde ocupa apenas a 17ª colocação.

Fluminense segue com alta média de gols sofridos

O Fluminense mais uma vez sofreu gols. Mesmo em casa e contra um time que não levava tanto perigo, o Tricolor foi vazado mais uma vez. O VAR salvou a equipe de Fernando Diniz do pior ao anular corretamente o que seria o gol da virada do Cerro Porteño.

Fluminense de Marcelo voltou a cometer erros defensivos, desta vez contra o Cerro Porteño - Foto: Icon sport
Fluminense de Marcelo voltou a cometer erros defensivos, desta vez contra o Cerro Porteño – Foto: Icon sport

E os erros foram repetidos, como a falta de concentração e a dificuldade no jogo aéreo.

Alexsander perdeu duas disputas seguidas para Piris da Motta e Antônio Carlos permitiu que Viera ganhasse na corrida no lance do primeiro gol. O Tricolor sofreria outro gol bobo 11 minutos depois, pelo alto, mas o impedimento de Churín foi corretamente assinalado pelo árbitro de vídeo. A equipe mais uma vez teve dificuldades para defender a própria área.

A equipe de Fernando Diniz sofreu 29 gols em 27 jogos em 2024, uma média de mais de um por partida. No Campeonato Brasileiro, é ainda pior: são 12 gols sofridos em seis jogos, ou dois por partida. Curiosamente, na Libertadores, a defesa tem funcionado: apenas três gols contra em cinco jogos.

Pausa no Brasileirão pode ajudar o Fluminense

Se o momento é de irregularidade, nada melhor do que tempo para corrigir os problemas. E o Fluminense enfim terá esse luxo. A pausa no Campeonato Brasileiro, que terá duas rodadas adiadas por conta das enchentes no Rio Grande do Sul, portanto, chega em boa hora.

— A gente ainda tem coisa para melhorar. Naturalmente vamos melhorar. Mas esse último mês estamos oscilando mais para cima do que para baixo. Estamos entrando em novo momento, eu acredito — opinou Diniz após a vitória.

Com o adiamento, o Flu terá apenas dois jogos nas próximas duas semanas, contra Sampaio Corrêa (22/5), pela Copa do Brasil, e Alianza Lima (29/5), pela Libertadores. Em vantagem no mata-mata nacional e garantido na próxima fase já como primeiro colocado, Fernando Diniz poderá até poupar jogadores.

Fluminense tem retornos importantes ao elenco

O Fluminense tem outras boas notícias além da classificação na Libertadores. A equipe comandada por Fernando Diniz enfim teve retornos importantes. Reforços e outros jogadores que sofreram com lesões foram liberados, e certamente serão peças importantes na sequência neste fim de maio.

Renato Augusto e Gabriel Pires já estavam disponíveis no banco de reservas na vitória sobre o Cerro Porteño, assim como Keno, que voltou contra o São Paulo e já completou dois jogos como titular após contusão no tornozelo. Outros, como Thiago Santos e Manoel, não perderão muito tempo.

Renato Augusto voltou ao Fluminense contra o Cerro Porteño após sentir dores no joelho - Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC
Renato Augusto voltou ao Fluminense contra o Cerro Porteño após sentir dores no joelho – Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Talvez ainda esse mês, André, Samuel Xavier e Marlon também podem voltar a ter minutos no Fluminense. Além disso, o problema de Marquinhos não preocupa. Assim, apenas Lelê seguiria fora de combate. Para a segunda fase, o Flu já poderá contar com o reforço de Thiago Silva. Peças que serão importantes para Fernando Diniz.

Como está o Fluminense em 2024

Próximos jogos do Fluminense

Veja os próximos confrontos do Fluminense na continuação da temporada:

  • Fluminense x Sampaio Corrêa — Copa do Brasil — quarta-feira, 22 de maio — 20h (de Brasília);
  • Fluminense x Alianza Lima — Libertadores — quarta-feira, 29 de maio — 21h30 (de Brasília).
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Jornalista pela UFRJ, pós-graduado em Comunicação pela Universidad de Navarra-ESP e mestre em Gestão do Desporto pela Universidade de Lisboa-POR. Antes da Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo