Alemanha

Lewandowski visita Munique e sela paz com dirigentes do Bayern: “Serei sempre grato”

Saída de Lewandowski foi turbulenta, mas o atacante voltou a Munique para acertar as contas e selar a paz com os dirigentes do Bayern, onde jogou por oito anos

O atacante Robert Lewandowski retornou a Munique nesta terça-feira para reencontrar dirigentes e ter uma conversa para esclarecer a saída e o clima ruim que ficou entre as partes. Tanto o polonês quanto o diretor esportivo do Bayern de Munique, Hasan Salihamidzic, deram declarações que os problemas foram resolvidos.

Desde o fim da temporada passada, o clima entre Lewandowski e a diretoria do Bayern azedou. No dia 14 de maio, na última rodada da Bundesliga, o jogador confirmou os rumores que já existiam sobre seu desejo de sair do clube. Daí em diante, as coisas complicaram, porque o Bayern não parecia disposto a liberá-lo. O polonês seguiu falando à imprensa e afirmou que o clube “não poderia segurá-lo à força”. Ele tinha contrato até junho de 2023.

O atacante comentou que gostaria de deixar o Bayern para “ter mais emoções na vida”. O Bayern mantinha a posição que o jogador teria que cumprir o contrato. Os dirigentes do Bayern passaram a criticar o Barcelona, que teria falido na Alemanha, mas faz proposta milionária por um jogador do clube, segundo Uli Hoeness. No dia 16 de julho, o Bayern confirmou ter chegado a um acordo com o Barcelona. Lewandowski afirmou o desejo de jogar na Espanha e como foi fácil escolher o Barcelona. “Estou triste, mas posso seguir adiante com o coração limpo. Sempre serei grato, não apenas pelo que ganhei aqui, como joguei aqui, mas pelo que vivi aqui”, contou o jogador à Sky Sports Alemanha.

O polonês comentou sobre a conversa com o diretor Salihamidzic, que tinha criticado a forma como o atacante deixou o Bayern de Munique. “Está tudo bem. Encontrei todo mundo e agradeci por tudo. Nunca irei esquecer o que ganhei e o que vivi aqui. Isso foi o mais importante para mim. As últimas semanas foram um pouco complicadas para todo mundo. Contudo, nunca irei esquecer o que aconteceu aqui nos últimos oito anos”, afirmou o atacante.

Salihamidzic também comentou o encontro com Lewandowski. “Ele esteve no meu escritório e conversamos por 15 minutos. Foi uma conversa muito boa e esclarecemos tudo. Eu acho que ele está feliz que pudemos dizer adeus e eu também. No fim, deveria estar claro que ele fez um grande trabalho no Bayern. Nós desejamos bem a ele. Acho que é o fim disso”, disse o dirigente.

Com o esclarecimento com a diretoria feito, Lewandowski também aproveitou a visita para se despedir devidamente dos funcionários e companheiros de clube. “Agradeci a todos pelo apoio no que foi feito por mim. Foi um momento emocionante e também um momento difícil, isso não é fácil”, disse o jogador.

Por fim, Lewandowski agradeceu aos torcedores. “Os torcedores sempre foram muito importantes para mim. Também gostaria de agradecê-los por seu apoio e por tudo que vivemos juntos. Os torcedores do Bayern ficarão no meu coração para sempre e nunca esquecerei tudo isso”.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo