AlemanhaEspanha

Barça teria declarado falência na Alemanha, mas faz proposta milionária por jogador do Bayern, diz Uli Hoeness

O ex-presidente do Bayern de Munique parece chocado com a engenharia financeira do Barcelona

O ex-presidente do Bayern de Munique, Uli Hoeness, está um pouco confuso sobre como o Barcelona conseguirá contratar Robert Lewandowski se tem dívidas acima de € 1 bilhão e está em declarada crise financeira, e o diretor esportivo dos bávaros, Samir Salihamidzic afirmou que o polonês continuará na Allianz Arena.

O Barcelona é mesmo um milagre da contabilidade porque é o único clube de La Liga que opera com um limite negativo de gastos, de acordo com as regras de Fair Play Financeiro, e já fechou acordos com Franck Kessié e Andreas Christensen, quer Lewandowski e o cobiçado zagueiro Jules Koundé, do Sevilla. Para registrar novos reforços, segundo as regras, precisará abrir espaço nas suas contas.

Pensando em aliviá-las, o Barcelona deve vender jogadores, com Frenkie de Jong entre os mais especulados e os que mais dariam retorno, e o presidente Joan Laporta conseguiu aprovação dos sócios para negociar suas ações em uma subsidiária que cuida de seus licenciamentos – a Barça Licensing and Merchandising (BLM) – e 25% das futuras receitas de televisão de La Liga. Espera arrecadar até € 700 milhões.

“Acredita-se que o Barcelona quer contratar Lewandowski, quando tem uma dívida de € 1,3 bilhão há seis meses. Eles têm que ser uns artistas. Na Alemanha, já teriam que ter declarado falência, mas estão fazendo propostas milionárias por um jogador do Bayern de Munique”, afirmou Hoeness, às emissoras NTV e RTL.

Lewandowski tem mais um ano de contrato e disse em público que quer sair do Bayern de Munique nesta janela de transferências. O clube quer que ele cumpra o acordo até o fim e bateria o pé para tirar um valor maior considerável do Barcelona por um jogador prestes a ficar livre no mercado. À Sky da Alemanha, Salihamidizic disse que “até agora é 100%” a chance de que Lewandowski fique.

“Nossa posição é clara. Robert tem contrato até o verão (europeu) de 2023. Contratamos Sadio para aumentar a competição em nosso time. Queremos fortalecer a luta por posições em nosso time. A Contratação de Mané vai embaralhar as cartas de todos os jogadores de ataque. Nunca pensamos em deixar um jogador sair quando contratamos Sadio”, afirmou Hoeness.

Hoeness jogou pelo Bayern de Munique praticamente toda a sua carreira como profissional, na década de setenta, antes de precisar se aposentar precocemente por causa de lesão. Ele se tornou presidente em 2009 e passou dez anos no cargo. Em 2013, foi condenado por evasão de divisas e passou cerca de dois anos preso.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo