Itália

Mourinho elogia Tammy Abraham: “É sempre difícil um inglês deixar seu país e isso diz muito sobre ele”

Tammy Abraham chegou para ser reforço da Roma e ganhou elogios do chefe, o técnico José Mourinho

A Roma anunciou nesta terça-feira o inglês Tammy Abraham como seu novo camisa 9. Ele chegou para substituir Edin Dzeko, que foi para a Inter, que por sua vez precisava de uma reposição para Romelu Lukaku, contratado justamente pelo Chelsea, time que vendeu Abraham à Roma. José Mourinho, treinador dos giallorossi, elogiou a coragem de Abraham em sair da Inglaterra, já que é algo raro entre jogadores do país aceitarem jogar em outra liga.

A contratação de Abraham custou caro: € 40 milhões, que serão pagos de forma parcelada, com € 5 milhões pagos à vista. O peso do valor gasto, porém, não preocupa o treinador. “Tenho que dizer que o gerente geral e os donos foram brilhantes”, disse Mourinho à Roma TV, elogiando os chefes. “A realidade é que começamos a pré-temporada pensando que teríamos Dzeko e o que aconteceu foi um pouco uma surpresa para todos nós”.

“É um mercado incrivelmente difícil e uma situação financeira que é difícil para todos, ou melhor, quase todos os clubes, tendo a vontade, a ambição, o respeito pelas emoções dos torcedores e reagir assim depois de perder Dzeko e trazer Tammy Abraham foi uma grande jogada”.

“Se você deixa a Premier League, é porque você é ambicioso”

“Prefiro esperar e ver Tammy, mas eu digo isso com total confiança. Eu o conheço desde que era um garoto. Ele nunca jogou para mim porque ele tinha 14, 15, 16 anos quando eu estava no Chelsea, mas o conheço bem”, disse Mourinho sobre o seu novo contratado.

“Eu o conheço como jogador, pessoa e em mentalidade. É sempre difícil para um jogador inglês deixar o seu país e a Premier League e isso diz muito sobre ele. Se você deixa a Premier League, é porque você é ambicioso, porque você quer voltar à sua seleção nacional, porque você quer jogar uma Copa do Mundo e vencer fora da Inglaterra, onde não muitos jogadores ingleses tiveram carreiras brilhantes”, analisou o português.

“Não poderia estar mais feliz com os jogadores que temos”

“Ele vem com ambição e esperamos ver o melhor das suas qualidades como jogador. Com Tammy, Eldor Shomurodov e Borja Mayoral, nós temos opções de ataque que eu estou muito satisfeito”, continuou o técnico da Roma.

“Não temos a experiência que você vê na Juventus com Cristiano Ronaldo, no Milan com Olivier Giroud e Zlatan Ibrahimovic, dado que todos eles são bem estabelecidos, mas em termos de potencial, eu não poderia estar mais feliz com os jogadores que temos”.

A Roma contratou Eldor Shomurodov, que veio do Genoa por € 17,5 milhões, Matías Viña, que chegou do Palmeiras por € 13 milhões, o goleiro Rui Patrício, contratado junto ao Wolverhampton por € 11,5 milhões, além de Bryan Reynolds, americano que veio do Dallas por € 6,75 milhões.

Mourinho foi contratado nesta temporada, depois da saída do português Paulo Fonseca. Há expectativas altas com o português, que quer devolver o clube à Champions League. Bem ao seu estilo, ele já disse que é hoje um técnico melhor do que era quando deixou a Itália, em 2010.

A estreia da Roma na Serie A será no próximo domingo, dia 22 de agosto, contra a Fiorentina em casa.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo