Inglaterra

Enfim, oficial: Lukaku volta ao Chelsea pelo sonho de repetir o ídolo Drogba

Chelsea paga € 115 milhões à Internazionale para levar Lukaku de volta a Stamford Bridge

Após vários dias de especulações, o Chelsea enfim confirmou a contratação de Romelu Lukaku. Curiosamente, 10 anos depois de sua chegada a Stamford Bridge, em 2011, vindo do Anderlecht. Daquela vez, os Blues pagaram € 15 milhões. Em 2021, pagou € 115 milhões (£ 97,5 milhões), valor que foi necessário para convencer a Internazionale a liberar o seu principal jogador.

LEIA TAMBÉM: Ultras da Inter não escondem a mágoa com Lukaku: “Você provou ser como qualquer outro”

Para o Chelsea, a ideia era levar um jogador capaz de chegar e jogar. Aos 28 anos, com experiência e depois da melhor temporada da carreira, Lukaku era, sem dúvidas, uma das melhores opções do mercado. O Chelsea queria inicialmente Erling Haaland, mas o Borussia Dortmund não quis negociar. As armas dos Blues se voltaram à Itália e a Lukaku. A proposta inicial de € 100 milhões e mais Marcos Alonso, rejeitada prontamente pela Inter, que pediu € 120 milhões. Chegaram a um acordo com € 115 milhões na mesa.

Na Inglaterra, foram 113 gols marcados nos 252 jogos que fez na Premier League, juntando as aparições por Chelsea, West Bromwich, Everton e Manchester United. É uma liga que ele conhece bem e é a que ele mais atuou ao longo da sua carreira.

Na Itália, onde os atacantes dizem que é uma liga complicada, ele mostrou toda sua qualidade e teve números chamativos. Foram 95 jogos pelos nerazzurri, com 64 gols e 16 assistências. Na temporada 2020/21, foram 30 gols marcados em 44 jogos. Foi parte crucial da campanha da Internazionale que acabou em título, o primeiro do clube desde a temporada 2009/10.

O sonho de ser Drogba

Lukaku inicialmente não queria deixar a Inter, onde se sentia feliz e valorizado, como nunca tinha sentido nos seus tempos de Premier League. Contudo, a proposta do Chelsea se tornou tentadora. Primeiro, porque seria uma chance de mostrar que poderia vingar nos Blues, clube que tem carinho desde criança. O Chelsea seria o único clube que balançaria o belga. A proposta chegou, ele ficou balançado e disse à Inter que queria se transferir.

Ao voltar ao Chelsea, Lukaku pode realizar o sonho que tinha lá em 2011: repetir o sucesso de uma das suas referências no futebol, Didier Drogba. O marfinense continua sendo um dos grandes ídolos do belga no futebol. Em um vídeo divulgado pelo Anderlecht, Romelu Lukaku conhecia o estádio Stamford Bridge e se encantava.

Vestia uma camisa do Chelsea com o número 11 e o nome de Drogba às costas. No vídeo ele diz que não está sonhando, que um dia vai jogar ali. Na primeira passagem não foi possível ser o que ele queria, sequer comemorar um gol. Agora, 10 anos mais velho em relação à sua primeira contratação, ele chega pronto para ser o ídolo dos torcedores blues.

“Estou feliz e me sinto abençoado de estar de volta a este clube maravilhoso. Foi uma longa jornada para mim: eu cheguei aqui como um garoto que tinha muito a aprender, agora volto com muita experiência e mais maduro”, afirmou Lukaku após o anúncio da sua volta ao site do clube.

“O relacionamento que eu tenho com este clube significa muito para mim, como vocês sabem. Eu torcia pelo Chelsea quando criança e agora estar de volta para tentar ajudar o clube a ganhar mais títulos é um sentimento incrível”.

“O modo como o clube se encaixa nas minhas ambições perfeitamente aos 28 anos e depois de ter acabado de conquistar a Serie A. Eu acho que esta oportunidade vem no momento certo e espero que possamos ter muito sucesso juntos”.

“Desde que deixei o Chelsea, foi uma longa jornada com muitos altos e baixos, mas essas experiências me tornaram mais fortes e o desafio é tentar ajudar o time a vencer mais troféus. Eu mal posso esperar para começar e ajudar o clube a ter mais sucesso”.

A volta após 10 anos

Quando foi contratado, em 2011, Lukaku já dava sinais que era um fenômeno. Tinha só 18 anos e tinha mostrado qualidade desde que subiu ao elenco principal do Anderlecht, aos 16. Por ser muito jovem, e por opção dos treinadores, não teve espaço no time. Foram apenas 15 jogos oficiais pelo Chelsea, sem nenhum gol marcado. Foi emprestado ao West Bromwich e ao Everton e foi este clube que o comprou, em junho de 2014 por £ 31,8 milhões.

Lukaku voltou ao Chelsea com um contrato de cinco anos, com salários líquidos de € 12 a 13 milhões por temporada, segundo The Athletic. Ele será o maior salário do elenco dos Blues. Ele fez exames médicos na última segunda-feira, ainda na Itália, antes de viajar para Nice, para encontrar com o seu empresário.

O atacante não deve estar disponível para o jogo de estreia dos Blues na Premier League contra o Crystal Palace neste sábado, dia 14. Deve estar disponível para o jogo contra o Arsenal, no domingo, dia 22.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo