Eurocopa 2024

Watkins já sabia que seria herói antes de emocionante classificação da Inglaterra na Euro

Atacante do Aston Villa preveu que faria o gol decisivo aos 45 do 2º tempo para colocar a seleção inglesa na final

Foi aos 45 minutos do 2º tempo que a Inglaterra conseguiu firmar sua classificação à decisão da Eurocopa 2024 – a segunda seguida – nesta quarta-feira (10), batendo a Holanda por 2 a 1.

Em um bom jogo (o primeiro da Inglaterra na competição), o selecionado de Gareth Southgate saiu atrás após golaço de Xavi Simons, empatou de pênalti com Harry Kane e a virada veio dos pés de Ollie Watkins.

Saindo do banco, o atacante do Aston Villa recebeu de Cole Palmer e disparou uma batida cruzada direto às redes de Verbruggen.

Watkins parecia exatamente saber o que fazer, como fazer. E ele realmente já sabia, conforme revelou em entrevista após ser eleito o melhor jogador da partida.

– Juro pela vida dos meus filhos, eu disse a Cole Palmer mais cedo hoje, nós entraríamos e ele me daria uma assistência e eu marcaria. Fiquei tão feliz com Cole que soube que, assim que ele pegasse a bola, ele iria jogar comigo, e você tem que ser ganancioso com o toque e a finalização. Acho que nunca bati na bola tão bem assim antes – revelou o herói da noite.

Na coletiva, o reserva do English Team não escondeu a emoção e os sentimentos de marcar um gol tão importante para seu país.

Estou sem palavras, realmente. Quando você marca, há emoções que vêm através do seu corpo, mas isso é apenas um sentimento diferente. Estava em câmera lenta quando corri para comemorar com os meninos. Eu não queria sair do campo no final, queria absorver tudo, pois isso não acontece com frequência. A bola veio até mim, segurar a bola não é o meu ponto forte, mas o gol era meu ganha-pão.

Para celebrar a classificação, Watkins voltou ao passado, relembrando do garoto formado na base do Exeter City, e nunca nem sonhou jogar uma Euro.

Nunca pensei que jogaria a Eurocopa pela Inglaterra. Você pode sonhar, mas eu sou realista, eu apenas vivo o dia e um passo de cada vez. Eu estava focado apenas em voltar para o primeiro time em Exeter! Eu trabalhei muito para chegar a esse ponto, não apenas nesta temporada. Vou aproveitar cada momento.

O herói de hoje ainda não foi titular nesta Euro e ficou incomodado com isso pela temporada espetacular que fez nos Villans — 27 gols e 13 assistência em 53 jogos.

Tinha jogado apenas 20 minutos no empate em 1 a 1 com a Dinamarca e ficado no banco por todas as outras quatro partidas. Hoje, em apenas 9 minutos, fez história.

Ultimamente, obviamente fiquei um pouco frustrado. Não gosto de ficar no banco, tive a melhor temporada da minha carreira. Alguns amigos me mandaram mensagens dizendo para eu ter paciência, e a quantidade de pessoas que me mandaram mensagens hoje à noite dizendo que eu faria um gol quando entrasse foi ridícula. Espero que eles possam fazer o mesmo na final ou me dar os números da loteria.

Inglaterra enfrenta a Espanha, melhor seleção da Eurocopa, na decisão

No próximo domingo (14), a seleção inglesa de Southgate precisará fazer outro grande jogo para sair com a taça inédita.

A Espanha já tinha passado pela França na semifinal na última terça (9) e chega como a grande favorita pelo futebol jogado até aqui. Bateu também a Alemanha, anfitriã e outra favorita da competição.

– As duas melhores equipas estão na final. Inglaterra, França e Alemanha eram os principais favoritos antes do início da Eurocopa e, para completar o campeonato, temos outra potência. […] A Inglaterra é um rival experiente, com jogadores com muita experiência. É um time muito poderoso, com muita qualidade – elogiou o técnico espanhol Luis de la Fuente ao canal RTVE.

O estádio Olímpico de Berlim recebe o jogaço a partir das 16h (horário de Brasília).

Caso seja campeã, o selecionado da Espanha se isola como maior vencedor do principal torneio europeu de seleção, com 4 títulos, um a mais que a Alemanha.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo