Eurocopa 2024

Yamal quebra recorde histórico, Espanha freia Mbappé e vai à final da Euro

Perto de completar 17 anos, joia do Barcelona acertou belo chute de longe e iniciou reação da Espanha contra a França ainda no primeiro tempo

Lamine Yamal fez história mais uma vez na Eurocopa 2024. Na vitória da Espanha por 2 a 1 sobre a França — que colocou La Roja na final — a joia do Barcelona balançou as redes e se tornou o jogador mais jovem a marcar em uma edição do torneio. Ele está a quatro dias de completar 17 anos de idade.

E que pintura do garoto na Allianz Arena… Aos 20 minutos do primeiro tempo, Yamal recebeu perto da meia-lua, levou para perna esquerda e acertou chute de rara felicidade. Maignan, goleiro francês, até pulou, mas nada achou.

O camisa 19 da Espanha quebrou o recorde de Johann Vonlanthen, que já durava 20 anos. O ex-atacante colombiano naturalizado suíço marcou gol com 18 anos e 141 dias, na Euro de 2004, em partida entre Suíça x França. 

A carreira de Yamal até aqui

Cria das categorias de base do Barcelona, Lamine Yamal estreou como profissional em abril de 2023, aos 15 anos de idade. Na última temporada, o jovem passou a ser bastante utilizado pelo então técnico dos culés, Xavi Hernández. Em 50 jogos disputados em 2023/24, marcou sete gols e concedeu sete assistências.

Convocado pela primeira vez em setembro de 2023, Yamal é presença assídua na lista de Luis de la Fuente — treinador da seleção espanhola. Titular da ponta direita de La Roja, o garoto prodígio também é o jogador mais jovem a disputar uma partida de Euro.

Falando em Euro, o desempenho de Yamal na Alemanha é excelente. O gol diante da França foi o primeiro do jovem no torneio. Contudo, antes da semifinal, ele havia concedido três assistências: contra Croácia, Geórgia e Alemanha.

Lamine Yamal em ação pela seleção espanhola
Lamine Yamal em ação pela seleção espanhola (Foto: Icon Sport)

Como foi Espanha x França pela Eurocopa?

Cautela, troca de passes lenta e muito estudo entre as seleções: assim começou Espanha x França na Allianz Arena. Os espanhóis, como já era de se esperar, controlaram a posse de bola e tentaram ditar o ritmo da partida. Mas foi o time francês que iniciou os trabalhos em Munique e inaugurou o marcador.

Aos oito minutos, Mbappé recebeu na ponta esquerda, levantou a cabeça e descolou cruzamento perfeito para Kolo Muani. Bem posicionado, o camisa 12 subiu livre, testou consciente e venceu Unai Simón.

O gol francês obrigou a Espanha a aumentar ainda mais o volume ofensivo. Dito e feito. La Roja adiantou as linhas, pressionou os Bleus e conseguiu virada relâmpago. Lamine Yamal, principal destaque da semifinal, anotou golaço de fora da área e deixou tudo igual.

Quatro minutos depois, Dani Olmo colocou os espanhóis em vantagem. O camisa 10 limpou Tchouaméni na área e chutou forte na direção do gol. A bola explodiu em Koundé — que tentava o corte — e entrou.

Quinta participação em gol para Olmo na Euro 2024 – são três tentos e duas assistências. Coadjuvante de luxo!

Dani Olmo comemora gol da virada espanhola sobre a França
Dani Olmo comemora gol da virada espanhola sobre a França (Foto: Icon Sport)

A França claramente sentiu o gol da virada espanhola. Baqueados, os comandados de Didier Deschamps pouco fizeram no restante do primeiro tempo. Era preciso resiliência e mudança drástica de postura na volta do intervalo.

Veio a etapa complementar, e a França não tinha outra alternativa a não ser partir para cima e agredir a Espanha. Foi o que a bicampeã mundial tentou…

Linhas altas, pressão e abafa. Os Bleus lutaram, mas esbarraram em um sistema defensivo sólido e experiente. Vitória e classificação merecida da seleção que joga o melhor futebol da Euro 2024.

Quem a Espanha enfrentará na final?

Garantida na decisão da Euro 2024, a Espanha agora aguarda seu adversário, que sairá do confronto entre Holanda x Inglaterra. As duas seleções medem forças nesta quarta-feira (9), às 16h (horário de Brasília), no Signal Iduna Park, em Dortmund.

Marcada para o próximo domingo (14), a final da Euro terá o Estádio Olímpico de Berlim como palco. A bola rola a partir das 16h (horário de Brasília).

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo