Eurocopa

Bale: “Quero continuar a jogar. Acho que podemos classificar para a próxima Copa do Mundo”

Em meio a rumores sobre Bale deixar de jogar por Gales, o jogador disse que quer continuar e acreditar que os galeses podem chegar à Copa 2022 no Catar

Os rumores sobre o futuro de Gareth Bale ainda são grandes, mas ao menos os torcedores galeses podem ficar um pouco mais tranquilos. Entre as coisas que se especulava estava uma possível aposentadoria do astro, ou mesmo uma aposentadoria da seleção. Isso não acontecerá, ao que parece. Bale ficou sentido com a derrota por 4 a 0 para a Dinamarca, nas oitavas de final da Euro 2020, mas quer continuar jogando. Mais do que isso, quer levar Gales à Copa do Mundo de 2022.

Ao final do jogo, Bale, capitão de Gales, se dirigiu à entrevista rápida pós-jogo com a emissora que transmite o jogo no país. “Eu sei que você foi perguntado ontem se seria o seu último jogo com Gales e você disse que queria ao menos mais um…”, começou a perguntar o repórter da BBC, mas Bale saiu da entrevista sem nem deixar que a pergunta fosse concluída. A atitude do jogador, claro, suscitou ainda mais especulações sobre o seu futuro. Mas isso foi tranquilizado mais tarde.

Na zona mista, Bale falou com alguns jornalistas, ainda com a cabeça um pouco quente. “É decepcionante, é tudo que posso dizer”, afirmou Bale depois da pesada derrota para a Dinamarca. “Nós perdemos uma chance, mas eu não posso culpar o esforço e isso é o requerimento mínimo, ainda estou orgulhoso deles”.

Bale esteve emprestado ao Tottenham na temporada 2020/21 e teve um início difícil. Depois, porém, ganhou mais minutos, entrou no ritmo e terminou a temporada muito bem. No total, fez 34 jogos pelos Spurs, marcou 16 gols e fez três assistências. Ele tem contrato com o Real Madrid por mais uma temporada, até junho de 2022. Ainda não se sabe qual será o seu futuro, mas o técnico Zinedine Zidane saiu e voltou Carlo Ancelotti, com quem juá trabalhou e foi campeão da Champions League em 2013/14.

Bale deixou aberta a possibilidade de se aposentar. Afirmou que falaria sobre o seu futuro depois da Eurocopa. Ao longo do torneio, o atacante foi muito bem. Contra a Turquia, foi brilhante. Terminou a sua participação com a derrota por goleada para a Dinamarca, mas a impressão que ele deixou foi ótima. Por isso, havia expectativa sobre o que Bale diria sobre o seu futuro.

“Eu quero continuar a jogar. As pessoas fazem perguntas estúpidas o tempo todo, mas obviamente eu amo jogar por Gales. Eu continuarei a jogar por Gales até o dia que eu parar de jogar futebol”, disse o capitão galês depois do jogo contra a Dinamarca.

“Nós acabamos de começar a campanha da Copa do Mundo e nós precisamos levar esta experiência para isso. Eu sinto que nós temos um jeito muito bom de jogo quando estamos bem e precisamos manter essa confiança alta, continuar jogando futebol e eu acho que podemos classificar para a próxima Copa do Mundo”.

O técnico de Gales, Robert Page, que substituiu Ryan Giggs, afastado pelas acusações de abuso que responde, disse que Bale fez bem em sair de campo sem atender a entrevista ao fim do jogo. Para ele, esses questionamentos sobre o seu capitão são insensíveis

“Como qualquer outro jogador no vestiário neste momento, ele está decepcionado”, afirmou Page, em entrevista coletiva depois do jogo. “Por que ele ia querer responder uma pergunta sobre o seu futuro? Para mim, é uma pergunta insensível. Qual é o sentido de perguntar isso quando ele acabou de sair de campo com uma derrota? Emoções são cruas, então ele fez certo em sair e organizar seus pensamentos”.

“Não é como queríamos sair. Nós tomamos um gol e o jogo mudou um pouco. Nós viemos para o segundo tempo e sofremos outro gol que matou o nosso momento”, disse Bale. “Os rapazes estão nervosos e frustrados, mas eu prefiro que nós saiamos chutando e gritando do que ficar inerte e não fazer nada’.

Nas Eliminatórias da Copa, Gales está no Grupo E, que tem a Bélgica como líder, a República Tcheca em segundo lugar e com os galeses logo em seguida, com um jogo a menos. O grupo ainda tem Belarus e Estônia, duas equipes claramente abaixo do nível de Gales atualmente. O primeiro colocado vai diretamente à Copa, enquanto o segundo vai para a repescagem. Os galeses voltam a campo pelas Eliminatórias no dia 5 de setembro, contra Belarus, fora de casa.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo