Eurocopa

Bale sobre aposentadoria: “Eu vou sentar depois da Eurocopa e decidir o que fazer”

Aos 31 anos, atacante, que estava emprestado ao Tottenham, deixa no ar o que irá fazer depois da Eurocopa; ele tem mais um ano de contrato com o Real Madrid

A Eurocopa se aproxima e há muita expectativa sobre quem será a equipe que vai surpreender. Na última edição, em 2016, Gales foi essa surpresa ao alcançar as semifinais. Perdeu para Portugal, mas fez história. A estrela da companhia era Gareth Bale. Badalado, o jogador do Real Madrid chega a uma nova Euro, cinco anos depois, em uma situação mais nebulosa. Sem ter brilhado tanto quanto nos anos anteriores como em 2016, há rumores que o jogador cogita até mesmo se aposentar depois do torneio de seleções europeu. Algo que ele mesmo afirmou que é uma possibilidade que está considerando.

Bale esteve emprestado ao Tottenham na atual temporada do futebol europeu. Encostado no Real Madrid, ele encontrou mais espaço no clube que o consagrou. Só que o seu contrato com o Real Madrid vai até junho de 2022 e os seus salário são proibitivos para basicamente qualquer clube do mundo, ainda mais em tempos de pandemia e queda de receitas – motivo, aliás, que o presidente do Real Madrid usa para criar a criticada Superliga Europeia.

O empresário de Bale, Jonathan Barnett, disse que uma matéria no diário espanhol ABC dizendo que o jogador ser aposentaria era “bobagem”. Segundo consta, Bale tem um salário na casa de € 15 milhões por ano. Se decidir se aposentar, terá que abrir mão disso. Se quiser jogar em outro clube, precisará abrir mão de parte do salário. No Real Madrid, dificilmente voltará a entrar em campo.

Perguntado sobre o que pretende fazer depois da Eurocopa, Bale manteve o mistério. “Obviamente, há muitas coisas sendo escritas sobre se eu vou fazer isso ou aquilo. Para mim, o principal é que eu não quero dizer nada que irá causar mais caos ou drama ou causar uma distração. Eu quero focar apenas na Euro. Eu não quero dizer nada que irá causar quaisquer problemas no que eu farei ou não farei. Quando a Euro acabar para nós, então eu irei sentar e decidir o que fazer”, afirmou Bale.

Bale então foi perguntado especificamente sobre a aposentadoria, uma especulação que tem sido falada sobre o jogador. “Sim, isso é uma das coisas [que está sendo falada]. Como eu disse, eu irei sentar depois da Euro para decidir o que eu irei fazer. Eu quero fazer tudo nesta Euro e colocar tudo que posso em cada um dos jogos. Se eu disser alguma coisa, então causará ainda mais caos, então não tem sentido”, explicou o jogador.

Em março, Bale chegou a dizer que ajudar Gales a se classificar à Copa do Mundo seria a peça final em um quebra cabeças de uma carreira condecorada, na qual ele conquistou quatro Champions League. Quando foi lembrado sobre isso, o jogador disse: “Agora é o momento de focar somente na Euro e eu não quero pensar em outras coisas que eu disse no passado. Agora é o momento que quero focar na Euro. Todos os times estão focando em se preparar corretamente e em estar pronto para a primeira partida contra a Suíça”, respondeu.

Bale terminou bem a temporada pelo Tottenham. Foram 34 jogos no total, com 16 gols marcados e três assistências. Contando apenas a Premier League, foram 20 jogos e 11 gols. Apesar de terminar em alta, a permanência no clube foi descartada.

“Foi ótimo terminar a temporada, os últimos meses, em uma boa forma, marcando gols”, disse Bale. “Tudo que precisei foi estar jogando as partidas. Eu sabia disso, eu acho que muitas pessoas sabiam disso. Era uma questão de ter tempo de jogo. Uma vez que fosse me dada a oportunidade para continuar jogando e entrar em forma, foi natural que a minha boa fase voltou e eu comecei a fazer gols. Não foi uma surpresa para mim”.

Gales está no Grupo A, que tem, além da Suíça, Itália e Turquia. A estreia está marcada para o dia 12 de junho.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo