Brasil

Milito responde se vai usar a base diante de tantos desfalques no Atlético-MG

Com mais da metade de um time de desfalque, Gabriel Milito foi questionado se a base ganhará mais chance nesse período

Sete desfalques, incluindo quatro titulares, sendo dois deles seus principais jogadores. Assim, Gabriel Milito terá que se virar para montar o Atlético-MG no próximo mês. O elenco atleticano terá menos de 20 jogadores de linha. Diante desse cenário, o treinador respondeu se vai dar chances para jogadores do Sub-20.

Gabriel Milito já não contava com o volante Otávio, que era titular, o meia/lateral Rubens, reserva imediato da lateral-esquerda, e o também volante Paulo Vitor. Todos lesionados. Neste mês, ele ainda perdeu Guilherme Arana, Alan Franco e Eduardo Vargas, que vão disputar a Copa América com suas seleções.

Para piorar a situação, Hulk se lesionou no último domingo (2), contra o Bahia, e virou mais um desfalque. São sete ao todo agora, e Milito, que já não tinha um elenco recheado de peças, vai precisar se virar.

Diante desse cenário, cogitou-se a utilização de jogadores do sub-20, principalmente, pois o treinador e a sua comissão acompanham de perto os jogos da categoria em Belo Horizonte. No entanto, a princípio, a base não será acionada.

— A princípio jogaremos com os jogadores que temos e treinam no dia a dia. Avaliamos os jogadores do Sub-20, mas, no momento, vamos jogar com o que hoje contamos. São cerca de 18 jogadores. Esperamos as prontas recuperações de Otávio e Rubens para eu ter mais duas opções — destacou Milito.

Somos 18? Ok. Não será desculpa. Temos que nos preparar bem, descansar bem e não perder jogadores, isso é muito importante, seja por lesão ou suspensão — Gabriel Milito

No Sub-20 do Atlético hoje não há nenhum grande destaque. Há jogadores que chamam atenção, como o volante Zé Phelipe, o zagueiro Renan e o meia Iseppe, mas que não necessariamente parecem estar prontos para darem esse salto.

Mais minutos para quem não atuava com frequência

Sem o sub-20, resta a Milito utilizar os jogadores que estavam tendo menos minutos. Ele já começou esse processo colocando Pedrinho para jogar nos dois últimos jogos. E o meia respondeu muito bem. Alisson é cada vez mais titular, já que Scarpa terá que jogar na esquerda, na vaga de Arana, deixando o lado direito para o cria do Galo.

Além deles, Igor Gomes deve voltar a ganhar mais minutos, provavelmente sendo titular em algumas partidas. No ataque, inicialmente sem Hulk e sem o substituto imediato, Vargas, o jovem Cadu deve atuar mais. O mesmo para o experiente Alan Kardec, que não conseguiu jogar bem pelo clube em dois anos. Palacios também deve começar a jogar mais.

Palacios foi muito bem na chance com Milito — diferente de Kardec (Pedro Souza/Atlético)

Há jogadores que estão jogando menos que jogarão mais minutos. Eu considero que eles estão preparados, pois treinam da mesma maneira. A cada jogo vou tomar decisões e vamos competir bem, te garanto — Milito

O treinador afirmou que está totalmente consciente das baixas que tem e do elenco reduzido, mas que isso não vai mudar a forma de trabalho e o estilo de jogo do time: “Mudarão os nomes, mas enfrentaremos o que virá. Jogue quem jogue, é importante ter muito claro como temos que jogar”.

No período até o fim da Copa América, Milito deve ter de volta o atacante Hulk, que apesar de ter acabado de se lesionar, não parece ser algo tão grave, e o jovem Paulo Vitor, que já está em transição após uma grave lesão no tornozelo.

Elenco do Atlético disponível

  • Goleiros: Everson, Matheus Mendes e Gabriel Delfim
  • Laterais: Saravia (D) e Mariano (D)
  • Zagueiros: Bruno Fuchs, Mauricio Lemos, Igor Rabello e Rômulo
  • Volante: Battaglia — Paulo Vitor volta em breve
  • Meias: Zaracho, Igor Gomes e Pedrinho
  • Alas: Scarpa, Alisson e Palacios
  • Atacantes: Paulinho, Kardec, Cadu e Isaac — Hulk volta em breve
Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Jornalista pela PUC-MG, passou por Esporte News Mundo e Hoje em Dia, antes de chegar a Trivela. Cobriu Copa do Mundo e está na cobertura do Atlético-MG desde 2020.
Botão Voltar ao topo