Brasil

Seis motivos que fazem Lucas Romero ser uma ótima aposta do Cruzeiro

Muito querido pela torcida do Cruzeiro, o volante argentino Lucas Romero, de 29 anos, se aproxima de um sonhado retorno ao clube

O Cruzeiro negocia a vinda de mais um velho conhecido da torcida para reforçar o elenco que terá quatro competições pela frente em 2024 — Campeonato Mineiro, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana. Se trata do volante argentino Lucas Romero, de 29 anos, que atualmente defende o León, do México, ex-clube de Nicolás Larcamón, compatriota de “El Perro”, que foi escolhido para comandar o clube celeste na temporada que se aproxima.

De acordo com o jornalista argentino César Luis Merlo, Cruzeiro e Lucas Romero estão próximos de concretizar um desejo antigo, visto que o volante foi procurado pela diretoria estrelada pela primeira vez ainda em 2022, ficando próximo de retornar ao clube no início de 2023. A negociação acabou frustrada pelo jogador receber uma proposta muito vantajosa do futebol mexicano.

A possível chegada de Romero tem gerado muita expectativa nos cruzeirenses e não é para menos. O volante de 29 anos seria um ótimo reforço num dos setores mais carentes do time. Além disso, outros fatores justificam a contratação. A Trivela vai falar sobre eles.

Ótimo reforço em posição carente

Mesmo com identificação, desejo e história, o mais importante ao se contratar um reforço é a noção de que ele pode, de fato, fortalecer o time. E esse é o caso de Lucas Romero. O volante argentino é um ótimo jogador, com um físico invejável e que consegue cobrir grandes áreas no campo. Seu poder de marcação e entrega pelo time são características marcantes e conquistaram o torcedor em todos os lugares que passou.

Romero ainda possui valências técnicas, apesar de deixar a desejar na finalização, se trata de um meio-campista de poucos gols, e no jogo aéreo, até por sua baixa estatura, 1,67m.

Num time como o Cruzeiro que precisa de reforços para o meio de campo — atualmente a Raposa conta com Ramiro, Lucas Silva, Ian Luccas, Japa, Henrique Rodrigues, Filipe Machado e Fernando Henrique para a posição — a chegada de Lucas Romero seria uma grande contratação.

Identificação com o Cruzeiro

Lucas Romero defendeu o Cruzeiro por três temporadas e meia, entre 2016 e 2019, e conquistou duas Copas do Brasil e dois Campeonatos Mineiros com a Raposa. O jogador sempre foi muito querido pela torcida celeste e sua entrega em campo conquistou as arquibancadas do Mineirão.

E esta nunca foi uma relação de “mão única”. Lucas Romero sempre deixou claro seu carinho pelo Cruzeiro e, depois de deixar a Toca da Raposa 2, nunca escondeu o desejo de voltar ao clube no futuro.

Num momento de reformulações, que vem dos últimos anos, a torcida do Cruzeiro ainda busca novas referências no time e nomes como os de Lucas Silva e Lucas Romero reforçam esse senso de pertencimento dos cruzeirenses com o clube. Além disso, após tantos anos de processos de jogadores, atletas recusando a instituição e pouca identificação, ter alguém que realmente queira e ame defender o clube é algo muito positivo para o torcedor.

Polivalência

Lucas Romero agrega ao elenco por sua polivalência, tendo ele a capacidade de atuar em várias posições e funções. Em sua primeira passagem pelo Cruzeiro, o jogador fez muitas partidas como lateral-direito, e não decepcionava. Além disso, chegou a jogar a final da Copa do Brasil de 2018 como lateral-esquerdo, indo bem na função.

Em seu setor de origem, o meio de campo, Romero pode jogar como primeiro, segundo ou até um terceiro homem, o que o credencia a ser uma peça primordial numa temporada que será longa.

Experiência

Lucas Romero chegou ao Cruzeiro aos 21 anos em sua primeira passagem no clube, ainda muito jovem e em processo de formação como jogador. Hoje, aos 29, se trata de um jogador diferente, mais maduro e experimentado. Além de se tratar de um jogador vitorioso, “El Perro” poderá agregar na formação de alguns dos tantos garotos que compõe o elenco da Raposa e que jogam no meio de campo.

Tendo história no clube, sendo querido pela torcida e se tratando de um jogador experiente, Lucas Romero seria uma liderança no vestiário, exercendo o papel de “torcedor dentro de campo” e transmitindo sua entrega e comprometimento a outros jogadores.

Baixo custo

Num futebol altamente inflacionado, Lucas Romero chegaria do Cruzeiro por um valor baixo, já que o León está disposto a aceitar receber apenas o que pagou ao Independiente pelo jogador em janeiro deste ano, aproximadamente 600 mil dólares (R$ 2,9 milhões na cotação atual). Dificilmente o clube celeste encontraria um jogador de tal qualidade, que joga no meio de campo, e com tamanha identificação com o clube por um valor tão baixo. Além disso, aos 29 anos, o argentino ainda tem muita lenha para queimar.

Lucas Romero é um velho conhecido de Nicolás Larcamón

Por fim, a volta de Lucas Romero não seria apenas um reencontro com o Cruzeiro, com também seria com o treinador argentino Nicolás Larcamón, que comandou o jogador durante o ano de 2023, no León, tendo o volante como homem de confiança. O camisa 29 disputou 44 partidas pelo clube mexicano, sendo titular na maior parte delas.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo