Brasil

Wanderson evolui e se aproxima de retorno no Internacional — mas será como titular?

Em processo de recuperação de lesão no tornozelo, Wanderson terá que recuperar espaço com a ascensão de Wesley

O primeiro dia de treinamentos do Internacional no Otho Hotel, em Itu, no interior de São Paulo, trouxe uma boa notícia. Em processo de recuperação de lesão no tornozelo, o atacante Wanderson trabalhou de chuteiras, e com bola, com o restante do grupo. Nas atividades da última semana, no Complexo Esportivo da PUCRS, em Porto Alegre, ele havia apenas realizado corridas, de tênis, ao redor do gramado.

Wanderson sofreu entorse no tornozelo esquerdo na derrota por 1 a 0 para o Athletico-PR, no dia 21 de abril, pelo Campeonato Brasileiro. Ele precisou ser substituído aos 42 minutos do primeiro tempo na Ligga Arena. Após exames, foi confirmada lesão ligamentar, mas sem fratura e/ou necessidade de cirurgia.

Agora, a comissão técnica comandada por Eduardo Coudet avaliará a evolução de Wanderson nos treinamentos dos próximos dias para saber se o atacante terá condições de atuar já na retomada dos jogos para o Internacional. Na próxima terça-feira (28), às 21h30, o Colorado enfrenta o Belgrano, na Arena Barueri, pela Copa Sul-Americana.

Wanderson vinha em baixa antes da lesão, o que coincidiu com ascensão de Wesley

Ainda que seja uma peça importante desde sua chegada ao Internacional, em 2022, Wanderson não tem retorno garantido ao time titular, mesmo quando estiver 100%.

Após iniciar bem a temporada, sendo o principal jogador do Inter na arrancada do Campeonato Gaúcho, o atacante passou a ser bem marcado pelos adversários e apresentou queda de desempenho, sobretudo na eliminação na semifinal do estadual, para o Juventude.

Mais do que isso, a oscilação de Wanderson coincidiu com a ascensão de Wesley. O ex-atacante do Cruzeiro acumulou boas entradas em meio à má fase técnica do Inter e, após o gol de empate na virada sobre o Bahia, na estreia no Campeonato Brasileiro, foi alçado ao time titular.

Nessa condição, Wesley fez o único gol da vitória sobre o Palmeiras, marcou novamente no triunfo por 2 a 1 diante do Delfín, pela Copa Sul-Americana. Ele também deu assistência para Borré no empate em 1 a 1 com o Atlético-GO, na última partida do Inter antes do adiamento de jogos dos times gaúchos por conta das enchentes no Rio Grande do Sul.

Wanderson e Wesley podem jogar juntos, mas Coudet deve utilizar apenas um dos dois

Contra Palmeiras e Athletico-PR, Wesley e Wanderson atuaram juntos, um em cada beirada do 4-2-3-1 montado por Eduardo Coudet, que abriu mão, momentaneamente, de seu 4-1-3-2 habitual. No entanto, para a retomada dos jogos, o treinador argentino tem novamente à disposição Alan Patrick e Enner Valencia, o que deve fazer com que uma dupla de ataque volte a ser utilizada. Com isso, Maurício possivelmente retornará ao lado direito do meio-campo, e Wesley e Wanderson brigarão pela titularidade na esquerda — com vantagem para o primeiro, pela fase recente.

Coudet passa a ter bons problemas para resolver. E é claro que, pela maratona de jogos, que será ainda mais intensa devido às oito partidas adiadas, todos serão requisitados. Ainda mais em uma função que exige tanto fisicamente, no ataque e na recomposição pelo lado.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo