Brasil

Apegado ao lado humano, Thiago Carpini espera ao menos uma contratação no São Paulo

Técnico espera que diretoria defina a chegada de um novo profissional de psicologia ao São Paulo

Thiago Carpini foi apresentado oficialmente pelo São Paulo nesta segunda-feira (15), e bastou a sua primeira entrevista coletiva para mostrar que o cuidado com o lado humano dos jogadores é um dos pilares de seu trabalho. Não foram poucas as vezes ao longo dos mais de 50 minutos de fala em que o técnico citou o ambiente, a relação no dia a dia e o bem-estar dos atletas como pontos essenciais para o sucesso no clube.

Prova disso é que o treinador já espera por uma primeira contratação pela diretoria, e ela não tem relação direta com o campo. Carpini vê como essencial a presença de profissionais da psicologia em sua comissão técnica nesta temporada.

A posição está vaga no clube desde a saída de Anahy Couto, ao final da última temporada. A profissional campeã da Copa do Brasil e que trabalhou no clube ao longo da última década foi desligada logo após o término do Campeonato Brasileiro e acertou com o Corinthians. Conforme apuração da Trivela, o desligamento foi uma decisão institucional do clube – só depois ocorreu o acordo com o rival.

A diretoria, inclusive, já planejava a contratação de um novo profissional para o cargo antes mesmo da chegada de Carpini. Um levantamento realizado pela Trivela em setembro do ano passado constatou que metade dos times da Série A não tinha psicólogos no elenco principal. O São Paulo, por sua vez, sempre contou com setor de psicologia.

– Eu acho importante esses profissionais dentro do clube para fazer esse acompanhamento. A diretoria está tomando essa providência por si só. Eu acho importante porque me colocando do lado do atleta, a gente não tem às vezes a noção. Você às vezes está sendo vidraça. É natural cada um ter um ponto de vista diferente. São opiniões. Temos que respeitar. O atleta tem que conviver com tudo isso. São bons salários, mas se paga um preço – afirmou o treinador durante a sua primeira entrevista coletiva pelo clube.

Carpini citou a “relação humana” do elenco como um dos principais legados deixados por Dorival Júnior ao São Paulo. O técnico entende que o ambiente criado no CT da Barra Funda será essencial para que ele consiga se consolidar neste salto na carreira, em seu primeiro trabalho por um grande clube.

– Eu quero aproveitar muito essa oportunidade. Essa relação humana. Esse ambiente que existe aqui. Eu quero absorver o máximo tudo isso. Fazer parte disso de uma maneira positiva. O legado que o professor deixou do ano passado. Chegar a um grupo como esse, com tantas informações e pessoas para a gente entender o processo, devagarzinho as coisas vão se ajustando. Eu enquanto profissional, não muda nada. São os mesmos comportamentos. Muito trabalho, muito empenho, muita sinergia no meu vestiário. Meu desafio é não passar por esse nível, mas me manter nesse nível. – ressaltou o técnico.

Técnico também quer reforços pontuais

O técnico Thiago Carpini revelou ainda que o São Paulo se mantém no mercado para buscar dois reforços pontuais para o elenco. O clube busca um novo lateral-esquerdo e um atacante para ser reserva de Calleri. Mas estas contratações só serão realizadas em caso de negócios de ocasião.

– EU sei todo o elenco, desde a base, aos jogadores que jogaram e aos que não jogaram. A planta do elenco me foi passada. É um elenco muito bom. Acredito que algumas peças pontuais podem surgir. Alguns pontos que possam ser necessidade. Um lateral, um atacante. Se isso acontecer, ótimo. Se não, estou muito otimista com o que vai acontecer no ano – disse o treinador.

Os reforços contratados pelo São Paulo

Ferreira é o quarto reforço anunciado pelo São Paulo para esta temporada. O último antes dele foi o volante Damián Bobadilla. O paraguaio do Cerro Porteño assinou contrato com o clube por quatro temporadas. Antes disso, o Tricolor havia oficializado as contratações do volante Luiz Gustavo e de Erick. O atacante que estava no Ceará já havia assinado um pré-contrato para atuar no Morumbi na metade do ano. O vínculo vai até o fim de 2027.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo