Brasil

Erick assina pré-contrato, e São Paulo resolve carência… mas só para 2024

Atacante tem contrato com o Ceará até o fim do ano, e São Paulo teria que pagar R$ 30 milhões pela liberação imediata. Ele é indicação de Dorival

O São Paulo já pode anunciar seu primeiro reforço desde a abertura da janela de transferências. Mas ele não é para agora. O clube assinou um pré-contrato com o atacante Erick, do Ceará. O vínculo é válido apenas a partir de 2024 e deve ter duração de três anos – até o fim de 2027.

Isso, porque Erick tem contrato com o Ceará até o fim do ano. O Tricolor até pode negociar a liberação antecipada do jogador, mas o clube cearense faz jogo duro e exige o pagamento da multa rescisória, na casa dos R$ 30 milhões.

A diretoria são-paulina e o estafe do jogador mantêm conversas há pelo menos um mês. As negociações avançaram nos últimos dias e já estavam perto de um desfecho positivo. Agora, o acordo está oficializado no papel, com a assinatura das duas partes.

Ceará faz jogo duro e pede R$ 30 milhões

O problema para os são-paulinos é que o Ceará faz jogo duro para manter o atacante. Em contato com a Trivela, o presidente do clube, João Paulo Silva, afirmou que não aceita liberar Erick antes do fim de seu contrato.

O Ceará, aliás, fez uma proposta de renovação ao atacante e aguardava uma resposta do estafe do atleta – que fechou com o São Paulo.

Sendo assim, o São Paulo teria de pagar os R$ 30 milhões da multa rescisória do jogador para o mercado nacional. Só assim, para Erick ser anunciado como reforço ainda para 2023.

O motivo para jogo duro é o protagonismo de Erick pelo Ceará. O jogador defende o clube desde 2021 e vive sua melhor temporada pelo Vozão. O atacante é o destaque absoluto da equipe que atualmente disputa a Série B e conquistou a Copa do Nordeste deste ano.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Erick (@erick)

Os números de Erick em 2023

  • 38 jogos
  • 14 gols marcados
  • 10 assistências

Erick é velho conhecido de Dorival

Erick entrou no radar do São Paulo por indicação do técnico Dorival Júnior. O atacante trabalhou com o treinador no próprio Ceará no primeiro semestre do ano passado.

São Paulo resolve carência… para 2024

A contratação de Erick resolve aquela que é a principal carência do elenco. Ou melhor: resolveria. Como o vínculo é válido apenas a partir de 2024, o Tricolor terá de esperar para contar com o seu reforço.

Dorival Júnior evita falar de posições carentes no elenco. Mas o treinador admite que o precisa de atacantes com características de drible e velocidade para ampliar o leque de opções no sistema ofensivo. Erick se encaixa exatamente neste perfil.

O pré-contrato para 2024 é mais uma prova de o clube encontra dificuldades para encontrar atletas da posição. E também acumula negativas por seus alvos.

O primeiro nome na lista foi o de Marinho. À época, o atacante estava afastado pelo Flamengo por indisciplina. O Tricolor teve o aval do rubro-negro para avançar e negociar direto com o jogador.

O problema é que Marinho não aceitou reduzir salários, nem abrir mão de valores que tinha a receber no Ninho do Urubu. Não houve acordo. O atleta acabou fechando com o Fortaleza.

Depois, o São Paulo sondou Savarino. O meia ex-Atlético-MG defende o Real Salt Lake (EUA). A questão financeira, porém, inviabilizou o negócio.

Sem reforços na janela até aqui

Até o momento, o São Paulo não anunciou reforços desde a abertura da janela de transferências, em 3 de julho. O prazo para contratações vai até o dia 2 de agosto.  O clube, aliás, segue sem ter uma contratação definida para chegar “agora” e reforçar o elenco.

O Tricolor segue “parado” na janela, e isso, acredite, é uma boa notícia para o técnico Dorival Júnior. É que ao mesmo tempo, o clube segue sem vender jogadores do grupo principal. Este foi o principal pedido do treinador para o segundo semestre: manter o elenco para seguir na briga por títulos.

O clube fez apenas uma venda até aqui. O garoto Newerton, atacante do time sub-20, se transferiu para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Com um detalhe: ele sequer estreou como profissional.

Até quando vai a janela de transferências?

A segunda janela de transferências abriu no último dia 3. O prazo para contratações vai até 2 de agosto. Ou seja: o Tricolor tem pela frente mais 14 dias para buscar reforços para Dorival Júnior. E na contramão, para tentar segurar todos os jogadores do elenco para as decisões no segundo semestre.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo DecontoSetorista

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo