Brasileirão Série A

Os retornos cruciais que podem fazer o Atlético-MG reencontrar o caminho da vitória

Atlético não vence há três jogos seguidos e há mais de dois meses em casa, mas vê retornos que podem ajudar a acabar com isso

O Atlético-MG entra em campo nesta quinta-feira (11) às 21h30 (horário de Brasília), contra o São Paulo, com a missão de voltar a vencer em casa e acabar com a sequência ruim na temporada. Essa missão pode ficar menos difícil com os retornos de Guilherme Arana e Saravia, cruciais para o funcionamento do time.

O Galo sofreu muito no último mês com desfalques. No último jogo, por exemplo, Milito não tinha nenhum lateral à disposição. Mas, agora terá seus dois titulares de volta de uma vez, Arana e Saravia, que podem fazer total diferença.

Arana foi um dos primeiros da lista de desfalques, convocado para defender o Brasil na disputa da Copa América. Sem ele, Gabriel Milito não tinha lateral-esquerdo à disposição, já que o reserva, Rubens, está lesionado. O treinador optou por Scarpa, o que gerou muitos questionamentos.

Scarpa se destaca mais pela direita, mas, sem lateral-esquerdo, o jogador era a melhor (e única) opção, tendo assim que mudar de lado. Milito foi constantemente questionado sobre tirar Scarpa da posição onde rende melhor, e chegou devolver o questionamento aos jornalistas e torcedores: “Quem eu escalo na esquerda?”.

Nesse período, quando colocou Scarpa na direita, o Atlético se mostrou extremamente frágil defensivamente e sofreu quatro gols, todos saindo de jogadas do lado esquerdo, com jogadores com muita liberdade.

Retorno de Arana é mais do ter um lateral-esquerdo

Ter Guilherme Arana de volta significa muito mais do que, finalmente, voltar a contar com um lateral-esquerdo de origem. O jogador é um dos principais do time atleticano, e estava em excelente fase desde a chegada de Gabriel Milito.

Com Arana, o Atlético tem um jogador para a esquerda que sabe se portar defensivamente, algo que o time precisa muito, e ainda tem um excelente saída de jogo e chegada ao ataque. Além disso, Scarpa ainda pode voltar a ala direita, sua posição preferida.

Saravia volta de lesão

Saravia é o jogador mais regular do Atlético desde a chegada de Milito e, desde que se lesionou, há quatro jogos, o time tem tido dificuldades pelo lado direito, em que ele atua. Mariano, o reserva imediato, sofre com lesões e, pela idade (38 anos), tem dificuldades de substituí-lo à altura.

Enquanto Saravia é um jogador muito intenso, Mariano não consegue mais fazer o mesmo e, quando acionado, acabou sentindo lesões. Ele foi titular contra Inter e Atlético-GO, e atuou metade do segundo tempo contra o Flamengo, mas sofreu um edema na coxa e foi desfalque no último jogo.

Saravia e Scarpa pelo lado direito foi uma das principais armas do Atlético no início avassalador de Milito, e essa dupla estará de volta, respaldada do outro lado por Arana, nesta quinta-feira.

Apesar dos retornos importantes, Milito ainda não conta com Everson, Zaracho e Alisson, que estão na fisioterapia, e Maurício Lemos, Mariano e Rubens, que já estão na parte de atividade física, ou seja, mais próximos do retorno.

Reforços serão cruciais

O Atlético terá, a partir da próxima semana, os reforços desse meio de ano à disposição, o que deve fazer também total diferença. Os zagueiros Lyanco e Junior Alonso e o meia Bernard já treinam com o time. Todos chegam com status de titular.

Aos poucos, Gabriel Milito vai tendo os retornos dos desfalques do último mês e também as novas caras do elenco à disposição, podendo montar de novo um time forte, inclusive com algumas opções de banco, algo que não aconteceu muito no período conturbado.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander HeinrickSetorista

Jornalista pela PUC-MG, passou por Esporte News Mundo e Hoje em Dia, antes de chegar a Trivela. Cobriu Copa do Mundo e está na cobertura do Atlético-MG desde 2020.
Botão Voltar ao topo