Brasileirão Série A

Bastidores do Atlético-MG: Eleição para presidente só tem um candidato, e o futuro de Felipão e Caetano

Além do que está acontecendo no campo, Atlético tem também um fim de ano com bastidores agitados

Os bastidores do Atlético-MG estão agitados neste fim de ano. Além da mudança para SAF, o clube tem eleições para presidente, que só teve uma chapa inscrita por conta de burocracia. Fora isso, o diretor Rodrigo Caetano está sendo ventilado em vários clubes. Por fim, o Galo precisa definir se vai continuar ou não com o técnico Felipão, que tem contrato até 2024.

A presidência do Atlético

Atual presidente do Atlético, Sérgio Coelho não tinha a intenção de se candidatar a reeleição, mas foi convencido pelos ex-mecenas e hoje donos do clubes (os 4Rs) a seguir no cargo. A diferença é que dessa vez ele não terá como vice-presidente o advogado José Murilo Procópio, que foi até cotado para assumir o cargo máximo no lugar de Sérgio, mas declinou de ambas as opções. O atual VP afirmou que já “cumpriu seu papel” no clube e por isso irá deixá-lo. Para o cargo dele, o escolhido foi Márcio André de Brito, então assessor da presidência.

Sérgio Coelho e Márcio André já sabem que serão presidente e vice, respectivamente, do Atlético. Isso porque não houve nenhuma outra chapa inscrita na eleição, mas não foi por falta de tentativa.

Jornalista, advogado e torcedor símbolo do Atlético, Frederico Bolivar tentou ser o candidato da oposição, fez campanha e revelou alguns de seus planos se eleito. No entanto, por burocracia, não conseguiu se inscrever. Isso porque é obrigatório colher pelo menos 50 assinaturas de conselheiros do Galo para concorrer a presidência, mas o jornalista não conseguiu esse número.

Mestre em Gestão de Organização Esportiva, Bolivar recebeu inúmeras manifestações de apoio da torcida nas redes sociais. Por ser um rosto conhecido da torcida, já que representou o clube em um dos programas esportivos mais assistidos de Belo Horizonte, ele tinha a confiança de boa parte dos torcedores. Uma vitória do jornalista era vista como essencial para muitos, pois seria alguém de fora da atual gestão, que poderia levar opiniões e debates diferentes para a SAF, além de fazer o torcedor ser ouvido. Apesar do cargo de presidente da associação do Atlético ter menos peso agora com o clube-empresa, ele ainda tem um papel importante pois tem cadeira e vota em algumas ocasiões no conselho que vai fazer a gestão do Galo.

As eleições para presidente do Atlético, agora apenas formais, já que só há um candidato, vão acontecer no dia 12 de dezembro, das 8h às 17h, na sede do Galo.

Rodrigo Caetano fica?

Com contrato até o fim de 2026, parece improvável pensar que o diretor de futebol Rodrigo Caetano deixe o clube. No entanto, essa possibilidade não é tão absurda a partir do ponto que o clube fez um acordo que facilita a saída do diretor. Segundo revelou Sérgio Coelho – e Caetano confirmou -, a partir de janeiro de 2024 o contrato do diretor passa a ficar sem multa rescisória para as duas partes. Ou seja, podem rompê-lo sem problemas a qualquer momento.

– Eu lutei muito para que ele continuasse. Ele ia sair agora no final do ano, mas acabamos procurando uma alternativa, conversando de forma que ele continuasse e nós contamos com ele para os anos de 2024, 2025 e 2026 — disse Coelho.

Um dos diretores mais renomados do Brasil, Rodrigo Caetano é constantemente ligado aos principais clubes do país, principalmente perto de eleições. Grêmio e Vasco já foram citados como possíveis destinos, mas o nome da vez é o Corinthians, que elegeu novo presidente na última semana. Sérgio Coelho afirmou que Rodrigo o garantiu que não vai deixar o Galo, mas o diretor não deu toda essa garantiu.

– Essa questão especulada, o que eu posso te dizer é que não tive nenhum tipo de reunião ou conversa com o presidente eleito do Corinthians até esse presente momento. Nenhuma reunião presencial e, até esse momento, nenhum tipo de proposta. Eu só poderia te afirmar (se fica ou não) se um dia eu tivesse uma proposta de um novo trabalho, um novo projeto, coisa que não tive até agora — disse Caetano em entrevista ao canal Bica Galo.

Segundo Caetano, o acordo dele com o Atlético, de não ter multa, atiça o mercado, que o acaba procurando, o que é legítimo para ele: “Me sinto lisonjeado pelo mercado reconhecer, mas me sinto mais ainda pelo Galo”. O diretor afirmou que nada oficial chegou a ele ainda e, se chegar, os primeiros a saberem serão os atuais gestores do clube.

Apesar das especulações e a falta de multa para saída, o mais provável é que Rodrigo Caetano siga no Atlético, onde ele se diz “feliz e em casa”. O diretor está no Galo há três anos e agora vai encarar o primeiro como SAF, que terá restrições de investimentos.

Felipão segue no Atlético em 2024?

Outra decisão que o Atlético precisa tomar é sobre a permanência de Felipão no comando técnico do time. O treinador, que chegou no meio do ano para suprir a saída inesperada de Coudet, tem contrato até o fim de 2024. Mesmo assim, a permanência dele é debatida, mas se encaminha para o fico.

Depois de um péssimo início, ficando 10 jogos sem vencer, Felipão conseguiu ajeitar o time e a campanha de recuperação colocou o time no G4 e sonhando com título.

– Eu não vejo motivo para trocar de treinador nessa virada de ano. Ele tem contrato, a gente vai respeitar o contrato. Nós somos líderes no segundo turno, temos a melhor defesa do campeonato. São números expressivos — disse o presidente Sérgio Coelho.

Na entrevista ao Bica Galo, Rodrigo Caetano ainda revelou que Felipão recusou uma oferta da Seleção do Paraguai para ficar no Atlético. O dirigente é outro que endossa o coro pelo “fico” do treinador, que deve acontecer e ser anunciada após o fim do Brasileirão.

Felipão pelo Galo

  • 28 jogos
  • 12 vitórias
  • 8 empates
  • 8 derrotas
  • 52,3 % de aproveitamento
  • Eliminado nas oitavas da Libertadores
  • Melhor campanha do returno do Brasileirão
  • 4° colocado do Brasileirão, há três pontos do líder
Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo