Brasil

Atlético-MG precisa dar resposta a derrota na estreia, e nada melhor que receber um freguês na Arena MRV

Depois de iniciar o Mineiro com derrota, o Atlético precisa responder rápido, e para isso terá em sua casa um freguês histórico

O Atlético-MG entra em campo neste domingo (28) precisando dar uma resposta após estrear no Campeonato Mineiro com derrota para o Patrocinense. Para isso, o Galo terá pela frente a sua casa, a Arena MRV, que inicia uma temporada junto com o clube pela primeira vez. Para melhorar, o Alvinegro receberá um eterno freguês: o Democrata-GV.

O Atlético, além de perder, fez um péssimo jogo na sua estreia na temporada, com o time claramente sem ritmo e sem conseguir encaixar jogadas. Claro, o alto gramado do estádio em Patrocínio contribuiu para isso, mas não pode ser usado como desculpa para o revés e o desempenho, como Felipão ressaltou. Agora, o time precisa demonstrar algo diferente (e muito melhor).

O adversário deste domingo é o Democrata de Governador Valadares, tradicional time do interior mineiro, sempre se fazendo presente na elite do futebol estadual. Por conta disso, o Galo já enfrentou a Pantera diversas vezes, sendo 67 ao todo no Campeonato Mineiro, com um recorde que chama atenção. O Alvinegro venceu 46 desses jogos, perdendo apenas três. A última derrota, inclusive, foi há mais de 15 anos, no Mineiro de 2007. Desde então, foram 12 vitórias e dois empates.

Atlético-MG x Democrata-GV na história

  • 67 jogos oficiais
  • 46 vitórias do Atlético
  • 18 empates
  • 3 vitórias do Democrata
  • 147 gols marcados pelo Galo
  • 44 gols marcados pela Pantera

Arena MRV iniciando a temporada

O jogo deste domingo marca também a estreia do Atlético na Arena MRV em 2024. A casa do Galo, que foi inaugurada no meio de 2023, vai estar presente na vida do clube pela primeira vez desde o início. O Galo, que conseguiu usar seu estádio para melhorar seu desempenho como mandante no ano passado, espera se tornar praticamente imbatível nele.

Mesmo sem a Arena MRV anteriormente, o Atlético teve excelentes estreias em casa nos últimos 10 anos. Foram apenas duas derrotas nesse período nos primeiros jogos como mandante, sendo que uma delas ainda merece uma observação. Confira:

  • 2023: 2×1 Caldense
  • 2022: 3×0 Tombense
  • 2021: 3×0 URT* – 3×1 Atlético-GO
  • 2020: 5×0 Tupynambás
  • 2019: 5×0 Boa
  • 2018: 3×0 Democrata-GV
  • 2017: 1×0 América-TO
  • 2016: 0x2 Flamengo (Primeira Liga)
  • 2015: 4×2 Shakhtar Donetsk (Amistoso) – 2×0 Tupi (Oficial)
  • 2014: 2×1 Nacional-MU
  • 2013: 1×2 Cruzeiro*** – 2×1 São Paulo (Libertadores)

*O jogo contra a URT foi o primeiro da temporada 2021 em casa, mas não o primeiro do ano, já que, por conta da pandemia, o Brasileirão se estendeu. Nesse caso, o jogo foi contra o Atlético-GO, que também terminou em vitória atleticana
**O primeiro jogo do Atlético em 2013 foi como “mandante”. Isso porque foi um clássico contra o Cruzeiro, que marcou a reestreia do Mineirão após reformas para a Copa de 2014, e o mando do jogo foi dividido entre os clubes. O primeiro jogo em que o Galo realmente foi considerado mandante foi na Libertadores, quando venceu o São Paulo no Independência

Atlético terá Scarpa e Hulk contra o Democrata?

Na estreia na temporada, o Atlético não teve dois de seus principais jogadores em campo: Hulk e Gustavo Scarpa. O camisa 7 e ídolo atleticano até iria jogar e viajou para Patrocínio, mas teve infecção estomacal e agora sendo cortado, retornando assim para Belo Horizonte para seguir um tratamento e estar à disposição para este domingo. É provável que ele atue.

Já a principal contratação atleticana para a temporada, Gustavo Scarpa chegou ao clube se recuperando de uma lesão e teve sua pré-temporada um pouco atrasada. Ele ficou de fora da estreia para seguir sua recuperação física e ainda é dúvida para a estreia na Arena MRV.

O provável time que Felipão deve escalar tem: Everson; Saravia, Jemerson, Mauricio Lemos e Guilherme Arana; Otávio, Edenilson e Igor Gomes; Pavón (Pedrinho), Paulinho e Hulk (Alan Kardec).

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo