BundesligaCopa da InglaterraLa LigaMLSMundoPremier League

Balanço do fim de semana: Surpresas e duelos elétricos

O futebol nos presenteou com um fim de semana surpreendente. Entre alguns jogos que prometiam (e cumpriram) fortes emoções e alguns dados como batata, vimos um pequeno roubar a cena na Copa da Inglaterra e o Manchester City de Tévez passar o carro em cima do Barnsley.

Entretanto, de longe, o melhor jogo da rodada foi em Anfield, entre Liverpool x Tottenham. Os Reds queriam reagir na Premier League e os Spurs estavam há 12 jogos sem saber o que era uma derrota. Equilibradíssimo, o confronto foi a ressurreição dos comandados de Brendan Rodgers.

Na Alemanha, o clássico do Vale do Ruhr teve o Schalke como vencedor em cima do Dortmund, que apenas observou o rival organizar seu jogo. Tivemos também bons destaques fora do eixo das cinco ligas, como os exemplos da MLS e do Campeonato Romeno. Sem mais delongas, acompanhe o balanço deste fim de semana, que deu um belo giro no planeta.

O jogão

Liverpool 3×2 Tottenham
Relato do jogo

De um lado, um gigante adormecido. De outro, uma equipe muito bem acertada e comandada por André Villas-Boas numa série de 12 jogos sem derrota. Em Anfield, o Liverpool recebeu o Tottenham e teve um duelo franco pela vitória, que acabou indo para os Reds. Equilibrado e movimentado, o confronto marcou de vez a reação da equipe da terra dos Beatles, que esteve em sintonia com a vibração da sua torcida  para voltar à frente do placar pela segunda vez, em pênalti sofrido por Suárez, convertido por Gerrard. Foi uma verdadeira batalha em que a tradição falou mais alto, sem falar na determinação do Liverpool em atacar o adversário. 3 a 2 foi um placar justo se levarmos em conta o apresentado dentro de campo.

A surpresa

Schalke 2×1 Borussia Dortmund
Relato do jogo

Quem esperava um massacre dos aurinegros diante do seu rival, caiu do cavalo. O Schalke fez sua lição de casa e fugiu ao habitual, que tem sido um futebol engessado em várias partidas. Voltando às boas atuações que marcaram a temporada passada, os comandados de Jens Keller não pouparam o Dortmund de sua fúria e levaram a melhor. Apesar de ter desperdiçado muitos contragolpes, o time azul-real conseguiu se segurar na defesa e conter o ataque adversário, bem marcado. Lewandowski marcou, mas ficou por isso mesmo. Bom para os donos da casa.

A virada

San Jose Earthquakes 2×1 New York Red Bulls

Pela segunda rodada da MLS, os Red Bulls de Juninho Pernambucano, Henry e Cahill perderam no último minuto para o Earthquakes de Wondolowski. Saindo na frente, os novaiorquinos se acomodaram com a vantagem, sentaram em cima de um barril de pólvora até que… BOOM. O novato Jahn, em seu primeiro ano como profissional, entrou no segundo tempo e empatou, com 38 minutos do segundo tempo. Antes do soar do gongo, pênalti para os Quakes, Wondolowski na bola. O atual MVP da MLS desperdiçou na primeira oportunidade, mas o juizão mandou voltar, alegando invasão na área. Aí, meu amigo, é bola na rede. 2 a 1 para os mandantes.

O vexame

Everton 0x3 Wigan
Relato do jogo

Nas cabeças da Premier League, o Everton tinha uma parada teoricamente fácil diante do Wigan, no Goodison Park, pela Copa da Inglaterra. Querendo uma vaga nas semifinais, os Toffees tiveram um apagão a partir dos 30 iniciais e levaram três gols em menos de cinco minutos. Isso mesmo, dos 30 aos 34 os Latics marcaram, com Figueroa, McManaman e Gómez. O preço a se pagar pela desatenção foi a eliminação do torneio, que querendo ou não, era uma grande chance do Everton na temporada.

A goleada

Freiburg 2×5 Wolfsburg

O Freiburg é uma das boas surpresas desta temporada da Bundesliga. Em casa, no Estádio Mage Solar, os rubronegros saíram na frente com Kruse, logo aos dois minutos. Tudo começou a descambar quando Makiadi fez contra, o prelúdio da desgraça do time mandante. Vieirinha, Olic (duas vezes) e Diego ajudaram a afundar o adversário, encerrando um jogo num 5 a 2 esmagador. Flum ainda diminuiu, mas o estrago já estava feito. Os Lobos estão lá embaixo, mas conseguiram aprontar essa. Agora é a arrancada?

A lambança

Liverpool 3×2 Tottenham

O Liverpool apertava para tentar o empate, abusava de lançamentos longos até que Lloris resolveu dar uma forcinha e ganhar moral com a torcida dos Reds. Ao sair para cortar um cruzamento, o francês do Tottenham chutou em cima de Downing, que vinha na corrida. O meia teve tempo para dominar, correr e chutar para o gol, marcando o segundo do Liverpool. Precisa lembrar que Gerrard ainda fez o terceiro? É, Lloris…

O craque 

Carlos Tévez
Manchester City 5×0 Barnsley
Relato do jogo

O argentino mostrou grande forma na partida do City pela Copa da Inglaterra. Com três gols, a goleada dos Citizens ficou fácil de consolidar. Tévez, que de acordo com Barry, sempre entra 100% focado em campo, detonou a defensiva do Barnsley, lanterna da segunda divisão. A semifinal espera os comandados de Roberto Mancini e a esperança da torcida celeste é que o atacante repita a tarde inspirada contra Manchester United ou Chelsea.

O matador

Cristiano Ronaldo
Celta de Vigo 1×2 Real Madrid
Relato do jogo

O Real chegou à vice-liderança e passou o rival Atlético graças a mais uma atuação decisiva de Cristiano Ronaldo, artilheiro absoluto da equipe merengue em La Liga. Marcando duas vezes em dez minutos, o português resolveu a situação para o chefe José Mourinho, que certamente deve ter ficado satisfeito com mais estes três pontos na classificação.

O brasileiro

Grafite
Dubai 3×6 Al Ahli
Relato do jogo

O atacante Grafite, ex-São Paulo e Wolfsburg, brilhou novamente em território árabe. Ele marcou três vezes na goleada do Al Ahli sobre o Dubai, pelo Campeonato Emiratense. O resultado permitiu que o time do brasileiro, Luís Jiménez e Ricardo Quaresma continuasse na zona de classificação para a Liga dos Campeões da Ásia.

O melhor jogo que você não viu

Ceahlaul 3×4 Steaua Bucareste

O Ceahlaul encabeça a zona de rebaixamento no Campeonato Romeno, mas nem por isso deixou o líder Steaua impor mais uma vitória com facilidade. Os Ursos Cárpatos endureceram diante dos favoritos e fizeram três gols, o último deles nos acréscimos, com Constantinescu. Mais cinco minutos e teríamos um empate do time da casa, em Piatra Neamt. Bourceanu, Adi Sobrinho, Pintili e Tatu marcaram para os Ros-Albastrii, que cochilaram na segunda metade da etapa final, concedendo espaços para os desesperados do Ceahlaul encostarem. Pelo sim e pelo não, a vantagem do Steaua para o vice-líder Astra Ploiesti é de 12 pontos.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo