Copa da InglaterraInglaterra

Livre para golear: Pilotado por Tevez, City atropela Barnsley

Carlos Tevez viveu altos e baixos nos últimos dias. Durante a semana, o argentino quase foi detido por dirigir sem permissão e sofre o risco até mesmo de ser preso. Independente das infrações, o atacante demonstrou que está livre para correr no Estádio Etihad. Autor de três gols, Tevez comandou a goleada por 5 a 0 sobre o Barnsley, lanterna da segunda divisão, que coloca o Manchester City na semifinal da Copa da Inglaterra. Acabou homenageado com os gritos de “He drives when he wants” (ele dirige quando quiser) das arquibancadas.

Embora tivesse vários desfalques na defesa, o Man City veio com força máxima no ataque, sem contar apenas com Sergio Agüero, lesionado. E bastaram 11 minutos para que os anfitriões impusessem sua superioridade. David Silva acertou a trave após lindo passe de Yaya Touré e, no rebote, Carlos Tevez não desperdiçou.

O Barnsley tentou reagir na sequência da partida, explorando bastante o jogo pelo lado esquerdo do ataque, mas viu suas esperanças ruírem aos 26. Edin Dzeko roubou a bola no campo de ataque e o lance culminou no gol de Aleksandr Kolarov, aproveitando passe de Tevez. E o argentino ampliaria a margem instantes depois, girando com categoria na pequena área após excelente toque de David Silva.

Mantendo a pressão no ataque, o Manchester City deu números à goleada logo no início do segundo tempo. Outra vez com Tevez, que completou seu hat-trick. Desta vez, foi Samir Nasri quem serviu o atacante, para que ele escorasse na grande área.

O Barnsley até tentou fazer o gol de honra, mas parou em Costel Pantilimon e ainda viu os Citizens marcarem o quinto, com David Silva. No fim, Roberto Mancini pôde poupar alguns de seus principais jogadores e diminuiu o ritmo para administrar a vitória fácil. O adversário do City ainda será definido por sorteio. O Wigan é o outro classificado, enquanto Manchester United x Chelsea e Millwall x Blackburn são os confrontos restantes das quartas de final.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo